Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como a tecnologia pode impactar a segurança dos estádios

Como a tecnologia pode impactar a segurança dos estádios

16/11/2022 Sergio Fukushima

Os estádios estão investindo em operações sem contato e sem dinheiro.

Como a tecnologia pode impactar a segurança dos estádios

A experiência de estar em um estádio de futebol – o barulho, a expectativa, a conexão com fãs e também com a torcida rival – muitas vezes pode ser tão importante quanto o próprio evento em si (e às vezes mais). A pandemia do Covid-19 lembrou a muitos de nós como não tínhamos o prazer de assistir esportes ao vivo rodeados de outros aficionados pela emoção. Agora que voltamos a nos reunir, apreciamos ainda mais estes momentos e é por isso que a Copa do Mundo 2022 será tão especial.

E este vem sendo um grande ano para o futebol. Já vimos o enorme sucesso do torneio da Euro feminina, realizado na Inglaterra, e agora a Copa do Mundo será realizada no Catar em novembro e dezembro. Com os eventos esportivos atraindo multidões recordes, a segurança e o conforto dos torcedores continuam sendo uma prioridade para os organizadores.

As lições aprendidas durante a pandemia levaram os estádios a fazer algumas mudanças significativas para garantir a saúde e a segurança do público esportivo ao vivo. Aqui estão apenas algumas das práticas que estão começando a ser implementadas ou consideradas ao redor do mundo:

No estacionamento

Para muitos fãs, grande parte da experiência do dia do jogo começa no estacionamento. As câmeras de vigilância em rede podem oferecer uma visão abrangente de toda a área. Com a adição de análise de áudio e vídeo, a equipe de segurança pode ser alertada quando a festa pré-evento for maior do que o desejado ou ainda exibir qualquer comportamento anti-social que possa fazer outros fãs se sentirem desconfortáveis, representando um risco à integridade física dos torcedores. A equipe teria a opção de intervir fisicamente ou transmitir um aviso aos foliões antes que os eventos saíssem do controle.

No portão

Mesmo antes da pandemia, muitos estádios estavam migrando para o e-ticket, economizando o custo de imprimir e enviar seus ingressos aos torcedores. Embora a perda de canhotos de ingressos de souvenir possa decepcionar alguns, escanear um QR Code no smartphone é muito mais higiênico, sustentável e prático.

Os estádios também estão procurando smartphones para ajudá-los a organizar os horários de entrada no estádio. Em vez da tradicional debandada quando os portões se abrem, a organização pode notificar os torcedores por meio de um app sobre a hora e o portão de acesso.

Com a inclusão de análise de gerenciamento de filas, os estádios também podem resolver gargalos nas entradas em tempo real e alertar automaticamente a equipe sobre quando precisam mover alguns torcedores para um portão menos congestionado.

Dentro do estádio

Para manter torcedores e funcionários protegidos, os estádios estão investindo em operações sem contato e sem dinheiro. Para evitar saguões lotados com torcedores fazendo fila para comprar comida e lembranças, a solução é adotar a própria versão do modelo “clique e retire”. Em vez de se reunir para comer nas áreas de alimentação, os fãs fazem e pagam seus pedidos por meio de seus smartphones e são notificados quando estão prontos para retirada. Assim que eles pegarem o pedido, a nova norma será retornar aos seus lugares para comer.

Como resultado da criação de uma experiência touchless após a pandemia, os estádios equiparam os banheiros com controles de porta, torneiras e dispensadores de toalhas sem toque. Alguns também estão usando análise de vídeo e alto-falantes de rede para rastrear e limitar quantas pessoas podem estar em um banheiro por vez.

Nas salas VIP e bares, a análise de gerenciamento de ocupação também está sendo usada para impor limites de acordo com as diretrizes locais. Se uma multidão reunida atinge um limite, o pessoal do estádio recebe automaticamente um alerta para dispersar o grupo em grupos menores.

Além da saúde e da segurança, os estádios estão usando tecnologia de vídeo em rede inteligente para melhorar a consciência situacional em toda a operação. Por exemplo:

- Alertar a segurança quando os analíticos de movimento detectam que uma pessoa não autorizada está tentando entrar em uma área restrita, como vestiário dos jogadores, cabines de imprensa, suítes VIP, cozinhas de bufê, etc.

- Monitorar as cozinhas para garantir que a equipe siga os protocolos adequados de saúde e segurança ao manusear e preparar alimentos.

- Supervisionar a atividade em quiosques de mercadorias e lojas de varejo para detectar furtos e brindes não autorizados.

- Registrar as entregas das docas de carregamento e fornecer evidências forenses para reconciliar as possíveis discrepâncias.

Gerenciando a saída do evento

Se o time da casa está perdendo ou é uma partida tão unilateral que o resultado final é inevitável, os torcedores querem sair mais cedo para evitar o trânsito. Os estádios estão explorando estratégias que permitirão manter os padrões de saúde e segurança sem fomentar um excesso de restrições. As soluções de tecnologia podem ajudar a gerenciar o movimento de uma grande multidão, juntamente com as importantes comunicações de áudio para manter todos informados.

Novas normas, novos desafios

Embora grande parte da conversa após a pandemia tenha sido sobre levar os torcedores de volta às arquibancadas e se concentrar nas operações, os estádios não perderam o foco na segurança. Quaisquer melhorias operacionais destinadas a atender às novas normas de saúde precisam ser revisadas do ponto de vista da segurança para garantir que não criem consequências não intencionais.

À medida que os estádios voltaram à capacidade total, eles enfrentaram novos desafios que não haviam previsto anteriormente. Mas com a ajuda da tecnologia de rede inteligente, os estádios estão oferecendo a experiência completa aos torcedores com toda emoção e segurança que merecem. Mais informações sobre as soluções da Axis para estádios podem ser encontradas no site: www.axis.com.

Para mais informações sobre Copa do Mundo clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Tropico Comunicacao



Segurança pública do Brasil: o papel das inovações tecnológicas

Não é novidade que temos enfrentado desafios complexos quando o assunto é segurança pública no Brasil.

Autor: Camila Rissi

Segurança pública do Brasil: o papel das inovações tecnológicas

Tecnologia à serviço do crime: a vez do clone de voz

O risco é para todos e as medidas para reduzi-los e evitar prejuízos financeiros e, claro, emocionais, passa por alguns poucos, mas eficazes cuidados.

Autor: Gustavo Alonge

Tecnologia à serviço do crime: a vez do clone de voz

Nanoscópio desenvolvido na UFMG conquista Prêmio Péter Murányi 2024

Edição teve 144 trabalhos indicados por 78 instituições de ensino do país.

Autor: Divulgação

Nanoscópio desenvolvido na UFMG conquista Prêmio Péter Murányi 2024

Maior copa de robótica reúne competidores nacionais e internacionais

A IRONCup evidencia os robôs para além das máquinas e aposta nas tecnologias robóticas como uma ferramenta de ensino.

Autor: Divulgação

Maior copa de robótica reúne competidores nacionais e internacionais

Evolução tecnológica e a robótica ao alcance de mais empresas

Os avanços tecnológicos não estão somente aprimorando a automação industrial, mas também tornando a robótica cada vez mais acessível.

Autor: Rodrigo Bueno

Evolução tecnológica e a robótica ao alcance de mais empresas

Robôs humanóides irão construir as próximas BMWs

Hitty-Ko explica benefícios e malefícios do uso dessa tecnologia nas fábricas.

Autor: Divulgação

Robôs humanóides irão construir as próximas BMWs

Inovação: abrace a mudança antes que ela abrace o seu negócio

O conceito ambidestria organizacional foi apresentado pela primeira vez em 1976 pelo pesquisador norte-americano Robert B. Duncan.

Autor: Eduardo Zugaib

Inovação: abrace a mudança antes que ela abrace o seu negócio

Como a tecnologia impacta o atendimento ao aluno na volta às aulas

Especialista destaca práticas para aprimorar a experiência proporcionada pelas instituições de ensino em 2024.

Autor: Divulgação

Como a tecnologia impacta o atendimento ao aluno na volta às aulas

Como a tecnologia pode favorecer a distribuição de medicamentos?

Nenhum software sozinho irá solucionar todos os desafios da gestão da distribuição de medicamentos.

Autor: Paulo Pompêo

Como a tecnologia pode favorecer a distribuição de medicamentos?

Na contramão da inovação: como o Brasil acelera rumo ao passado automotivo

O aumento tarifário de importação em até 35% nos próximos anos foi declarado como tendo por objetivo o estímulo à produção doméstica de veículos elétricos.

Autor: Rafael Levy

Na contramão da inovação: como o Brasil acelera rumo ao passado automotivo

Brasileiro cria bafômetro veicular para prevenir condução alcoolizada

A Volvo do Brasil foi a primeira fabricante a lançar o bafômetro que impede a partida de caminhões e ônibus, chamado por de Alcolock.

Autor: Frota News

Brasileiro cria bafômetro veicular para prevenir condução alcoolizada

Visão de futuro: a automação de processos como estratégia de eficiência

A automação de processos no contexto empresarial representa uma revolução tecnológica que redefine a forma como as organizações operam.

Autor: Raphael Bordini Corrêa

Visão de futuro: a automação de processos como estratégia de eficiência