Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como o uso de drones vem transformando a construção civil

Como o uso de drones vem transformando a construção civil

02/08/2019 Da Redação

Tecnologia é capaz de otimizar o tempo, reduzir custos e aceleração dos resultados.

Como o uso de drones vem transformando a construção civil

Imagine um futuro em que as equipes trabalhem em sincronia, os problemas são reparados com antecedência e projetos são entregues no prazo ou até antes. Acredite, não é utopia de um filme futurista. Essa tendência é realidade no setor de construção civil fora do Brasil e, gradualmente, começa a ser possível também por aqui. Isso só é possível devido ao número crescente de empresas que descobriram as aplicações e benefícios do uso de drones no seu cotidiano.

Algumas das vantagens da tecnologia são a otimização do tempo, redução dos custos e aceleração dos resultados. “As empresas fora do país estão deixando de terceirizar a contratação de drones para criar e preparar departamentos internos. Isso permite que as empresas da construção civil utilizem os drones para a otimização dos resultados e redução dos custos. A tecnologia é aliada das empresas para a abertura de novas oportunidades e caminhos em um dos principais setores da economia no Brasil”, comenta Chase Olson, CEO da Smart Sky Consulting, startup paranaense focada na consultoria e treinamento no uso de drones em empresas.

O CEO explica como funciona o desenvolvimento dentro das empresas. “Os drones se tornaram uma ferramenta essencial para todo o ciclo que engloba uma construção. Trabalhamos para encurtar a curva de aprendizado das empresas que queiram criar esse departamento no Brasil. O tempo estimado para essa estruturação em empresas fora do país é de 24 meses. Por aqui conseguimos fazer em um período de seis a nove meses”, acrescenta.

Esse crescimento é uma alternativa de retomada e crescimento de um setor que conta com mais de um milhão de empresas ativas e onde as 190 maiores movimentaram R$ 56 bilhões no último ano. Mas, e na prática, como uma tecnologia já utilizada para uma infinidade de atividades pode contribuir para impulsionar um dos setores que mais empregam no país?

Chase comenta que a precisão dos drones aliada à facilidade e mobilidade são capazes de gerar uma redução de até 40% nos custos operacionais de uma obra. “Os drones aceleram os processos, facilitam as inspeções, avaliam os problemas e ajudam na busca por alternativas, além da redução da carga de trabalho dos colaboradores e a alocação mais eficiente de pessoal. Para colocar isso em prática é preciso investir em tecnologia e aplicações utilizadas fora do país. Por exemplo, na Smart Sky investimentos na exclusividade de uso do Site Scan da 3DR no Brasil. A solução é aplicada em obras pelos países desenvolvidos e considerados referência quando o assunto é o uso de drones na construção civil”, destaca.

Construindo a nova sede do Uber com drones

Para construir a sua nova sede, a Uber contratou a Truebeck Construction, uma empreiteira de São Francisco, nos Estados Unidos. A empresa de construção, responsável também por projetos como o Steve Jobs Theatre no Apple Park, criou um departamento interno de drones que está em plena ascensão e é comandado pela equipe de construção virtual.

A estimativa é que 95% dos dados coletados por drone na obra da nova sede do Uber são utilizados para o levantamento de imagens externas das construções, cronograma, qualidade dos serviços e relatórios de progresso com uma série de imagens aéreas, além da comunicação com os seus clientes.

“A obra da nova sede do Uber utiliza o Site Scan da 3DR que trouxemos para o Brasil. O uso em todas essas frentes contribui para uma construção mais rápida, eficiente, segura e rentável”, completa.

A nova sede do Uber de 42 mil metros quadrados, que deverá ser inaugurada em 2020, terá dois prédios - um com 12 andares e o outro com 7. A construção será realizada com concreto pré-moldado e terá duas pontes de vidro e metal para pedestres conectando as edificações.

Fonte: Excom



Porsche lança seus primeiros carros elétricos

Montadora alemã aposta em um esportivo de luxo para competir com a Tesla.

Porsche lança seus primeiros carros elétricos

Apple projeta óculos de realidade aumentada

Não há uma palavra oficial sobre a data de lançamento do possível AR da Apple, mas é provável que seja até o final de 2020.

Apple projeta óculos de realidade aumentada

Rússia envia seu primeiro robô humanoide ao espaço

Em 2011, os Estados Unidos enviaram um robô humanoide ao espaço.

Rússia envia seu primeiro robô humanoide ao espaço

Internet 5G estará disponível em 60% do mundo até 2025

Estudo encomendado pela chinesa Huawei prevê que 6,2 bilhões de pessoas terão acesso à tecnologia.

Internet 5G estará disponível em 60% do mundo até 2025

Aplicativo facilita carregamento de dispositivos eletrônicos

Keep Charged permite localizar pontos de carregamento de celular, banheiros públicos e até sinal de Wi-fi.

Aplicativo facilita carregamento de dispositivos eletrônicos

Brasil sofreu 15 bilhões de ataques cibernéticos em 3 meses, diz estudo

Ameaças cibernéticas estão crescendo em ritmo alarmante, tanto em quantidade quanto em sofisticação.

Brasil sofreu 15 bilhões de ataques cibernéticos em 3 meses, diz estudo

Living Lab – como será o futuro das cidades?

“Além de uma vitrine para que prefeitos possam ver o funcionamento das tecnologias num ambiente real, o Living Lab é um grande local de testes”.

Living Lab – como será o futuro das cidades?

Brasil cai duas posições no principal ranking internacional de inovação

Desempenho no Índice Global de Inovação reforça necessidade de investir em inovação no país.

Brasil cai duas posições no principal ranking internacional de inovação

Hub de inovação em bionegócios lança nova oportunidade para startups

BiotechTown abre inscrições para a 2ª edição de Programa de Desenvolvimento de Negócios, com investimentos de R$ 150 mil por empresa.


Rumo e Senai lançam edital de inovação para o setor ferroviário

Processo irá selecionar projetos de inovação para o desenvolvimento de soluções tecnológicas em materiais e estruturas para a logística ferroviária.

Rumo e Senai lançam edital de inovação para o setor ferroviário

Cinco inovações que surgiram de um erro

Conheça os produtos que hoje são sucesso mas que nasceram de erros.

Cinco inovações que surgiram de um erro

Os desafios da integração homem-máquina

Um dos maiores medos da atualidade é a inteligência artificial.

Os desafios da integração homem-máquina