Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O futuro é a biotecnologia

O futuro é a biotecnologia

23/06/2024 Leonardo Wedderhoff Herrmann

Vacinas, tratamento de áreas após derramamento de óleo, produção de medicamentos, modificação genética de vetores de doenças.

O futuro é a biotecnologia

Por trás de todas essas questões vitais para a sociedade contemporânea existe um denominador comum: a biotecnologia. Muito mais do que desafiar as leis da natureza, o bom uso de técnicas, procedimentos e métodos tecnológicos voltados aos seres vivos pode trazer imensos benefícios para a humanidade e o planeta.

Há, ainda, um desconhecimento generalizado sobre o que é a biotecnologia e suas muitas possibilidades de aplicação. Biotecnologia é utilizar quaisquer seres vivos para ajudar o ser humano. Sejam microrganismos, fungos, plantas, animais ou qualquer coisa derivada desses seres. Os produtos derivados de microrganismos já acompanham a civilização há mais de 12 mil anos, em forma de pão, vinho e cerveja, por exemplo. Esses três produtos são fruto da ação de leveduras, microrganismos que fazem com que a matéria fermente. Embora tenha sido apenas em 1665 que o primeiro microscópio foi desenvolvido, o homem já dominava a panificação e a produção de bebidas muitos milênios antes. Depois disso, temos a descoberta da vacina, por volta de 1750, a descoberta da pasteurização, por volta de 1850 e a descoberta dos antibióticos, por volta de 1930. Todos esses produtos e processos revolucionaram a vida humana.

Mas e no contexto atual, como a biotecnologia pode nos ajudar? Recentemente tivemos dois exemplos claros: a vacina e os kits de diagnóstico rápido para Covid-19, um enorme e rápido sucesso de pesquisa. No entanto, além da área da saúde, a biotecnologia pode atuar na área alimentar, com probióticos e alimentos fermentados, na agricultura, com biopesticidas e biofertilizantes, na área de energia, com etanol e biodiesel, no meio ambiente, com tratamento de efluentes e biorremediação, na estética, com aromas e corantes, enfim. As possibilidades são quase infinitas. Por muito tempo, os microrganismos foram somente associados a doenças e patógenos, levando a um preconceito muito grande contra bactérias e fungos. Mas existe uma grande porcentagem deles que é benéfica ao ser humano e até necessária para a vida na Terra. Se utilizados da maneira correta, os microrganismos são ferramentas fantásticas para atender a uma ampla gama de necessidades humanas.

Quando falamos sobre mudanças climáticas e todas as evidências de que o modo de vida contemporâneo não pode ser mantido se quisermos continuar vivendo com relativa tranquilidade neste planeta, a resposta é justamente a biotecnologia. Ela é uma alternativa muito mais sustentável e ecológica para problemas comuns ao cotidiano das pessoas do que os atualmente usados reagentes químicos e derivados do petróleo.

Se pensarmos em questões como o desenvolvimento de materiais de construção na engenharia civil ou o desenvolvimento de motores na engenharia mecânica, são tecnologias muito bem consolidadas que possuem consideravelmente poucas possibilidades de inovação. A biotecnologia, por sua vez, explorou até agora apenas de 30% a 40% do seu potencial. Isso porque a porcentagem de microrganismos que foram descobertos e cultivados em relação ao total existente ainda é muito pequena, e também porque ainda sabemos muito pouco sobre para que serve cada parte do material genético. Ou seja, ainda há muito para onde crescer.

Hoje em dia, graças à técnica de DNA recombinante, é possível inserir material de outros seres vivos em microrganismos para produzir algo, como aconteceu com a insulina, que passou a ser totalmente produzida por bactérias. Se ainda há uma grande porcentagem do material genético e de microrganismos que nós não conhecemos, existe a possibilidade de descobrirmos ou desenvolvermos uma bactéria capaz de curar o câncer, ou um fungo capaz de degradar plásticos, ou uma alga capaz de produzir combustíveis potentes, ou qualquer outro microrganismo capaz das mais diversas ações em prol do ser humano.

E tudo isso causando muito menos impacto para o ambiente, pois microrganismos são alternativas naturais menos agressivas e que geram muito menos poluentes que o petróleo, por exemplo, favorecendo a recuperação do ambiente. Com certeza esse futuro está mais próximo do que imaginamos, especialmente com o avanço tecnológico que tivemos nos últimos anos.

* Leonardo Wedderhoff Herrmann é coordenador do curso de Engenharia em Bioprocessos e Biotecnologia da Universidade Positivo (UP).

Para mais informações sobre mudanças climáticas clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Todos os nossos textos são publicados também no X

Quem somos

Fonte: Central Press



Governo de Minas anuncia R$1 bi para as áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação

O governador Romeu Zema anunciou o aporte durante a abertura do Minas Summit, um dos maiores eventos de inovação do estado.

Autor: Divulgação


O presente e o futuro da automação elétrica industrial

Explorando as inovações atuais e as tendências futuras na automação elétrica industrial.

Autor: Divulgação


Patentes e o retrato da inovação no país

Como estamos no cenário da inovação mundial? Essa é uma pergunta que deveria inquietar a todos.

Autor: Rogério Reis


Conheça como funciona o retrovisor digital da Volvo Trucks

A Volvo Trucks lançou um inovador Sistema de Monitoramento de Câmera, ou apenas retrovisor digital.

Autor: Frota News

Conheça como funciona o retrovisor digital da Volvo Trucks

Como robôs podem ajudar na triagem de reciclagem?

Temos ótimas e más notícias sobre a reciclagem no Brasil.

Autor: Jaime Minquini Perroti

Como robôs podem ajudar na triagem de reciclagem?

Scania abre encomendas de caminhões autônomos para o segmento de mineração

A Austrália será o primeiro mercado a receber as soluções autônomas da Scania; e a América Latina será o segundo mercado do segmento de mineração.

Autor: Frota News

Scania abre encomendas de caminhões autônomos para o segmento de mineração

Será que já estamos diante do fim das notas frias?

A lei pune o fraudador, mas não dá nenhum resguardo à administração pública e muito menos às empresas vítimas de notas frias.

Autor: Maria Cristina Diez

Será que já estamos diante do fim das notas frias?

Tecnologia em segurança avança para proteger vidas e patrimônio

Não há quem não preste atenção em qualquer informação ou notícia sobre esse assunto.

Autor: Hervem Hudson Bozello

Tecnologia em segurança avança para proteger vidas e patrimônio

Soluções inovadoras contribuem para segurança em diversos setores

Em um mundo onde a segurança é uma preocupação constante, diversos setores - desde logística até segurança pública - enfrentam desafios cada vez mais complexos.

Autor: Jacqueline Gagliano

Soluções inovadoras contribuem para segurança em diversos setores

A nova era da manufatura com a IA e robôs colaborativos

E quando esses robôs colaborativos forem alimentados por Inteligência Artificial?

Autor: Jaime Perroti

A nova era da manufatura com a IA e robôs colaborativos

Segurança pública do Brasil: o papel das inovações tecnológicas

Não é novidade que temos enfrentado desafios complexos quando o assunto é segurança pública no Brasil.

Autor: Camila Rissi

Segurança pública do Brasil: o papel das inovações tecnológicas

Tecnologia à serviço do crime: a vez do clone de voz

O risco é para todos e as medidas para reduzi-los e evitar prejuízos financeiros e, claro, emocionais, passa por alguns poucos, mas eficazes cuidados.

Autor: Gustavo Alonge

Tecnologia à serviço do crime: a vez do clone de voz