Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O que esperar do setor de robótica para 2023?

O que esperar do setor de robótica para 2023?

23/12/2022 Bruno Zabeu

Vários segmentos da indústria estão conhecendo as vantagens da automatização e da robótica para processos do dia a dia.

O que esperar do setor de robótica para 2023?

De acordo com estudo da International Federation of Robotics, no segundo ano de pandemia de coronavírus as instalações de robôs dispararam para um nível recorde de 517.385 unidades, o que representou uma taxa de crescimento de 31% em relação à 2020. Desde 2016, o estoque operacional de robôs industriais aumenta uma média de 14% a cada ano. Sendo o universo tecnológico cada vez mais importante para o mercado, a tendência neste cenário, não pode ser outra, a não ser o crescimento do uso de robôs no mercado industrial, inclusive os colaborativos.

Redução de custos, mais produtividade e flexibilidade e segurança para os colaboradores são algumas das vantagens que empresas têm quando aderem aos cobots. Dessa forma é natural que os negócios queiram obtê-los a partir do momento que entendem como as atividades industriais podem ser otimizadas. Esta compreensão também está crescendo a medida em que as companhias percebem que estão perdendo mercado para os concorrentes que já possuem mais maturidade de automação industrial.

Historicamente, o segmento que sempre mais utilizou a automação foi o automotivo, mas isso está mudando, o que comprova que outros setores estão percebendo como é possível atuar de forma mais inovadora. Segundo estudo da International Federation of Robotics, a indústria eletrônica ultrapassou a automotiva em relação às instalações anuais de robôs em 2020, mantendo essa posição em 2021, instalando 26% de todos os robôs inseridos naquele ano. Desde 2016, a demanda por robôs pela indústria eletrônica tem crescido em média 8% ao ano. E é por isso que hoje é possível ver robôs na produção de eletrodomésticos, máquinas elétricas, painéis solares e computadores, isso sem contar outros setores como saúde, varejo, construção, logística, e muito mais.

Para 2023 é possível apostar que no Brasil haja um crescimento do uso de robôs por indústrias como a de alimentos e bebidas, metalmecânica e claro, a eletrônica. São áreas que fora do País já estão mais avançadas em relação à robótica e o Brasil deve seguir o mesmo caminho. É importante ressaltar que independentemente da indústria, os robôs estarão cada vez mais presentes do começo ao final das linhas de produção e apresentarão avanços em programação.

A Ásia também deve continuar sendo o maior mercado de robôs industriais do mundo no próximo ano. De acordo com estudo da International Federation of Robotics, em 2021 foram instalados 380.911 unidades, o que representa um aumento de 38% em relação à 2020. Atualmente, os cinco principais mercados para robôs industriais são: China, Japão, Estados Unidos, República da Coréia e Alemanha.

Dessa forma, concluo que os robôs terão uma presença maior em diversas indústrias em 2023 no cenário mundial, possibilitando a otimização de vários processos, o que trará maior lucratividade e destaque nos segmentos. Os países e os mercados devem, portanto, ficar de olho neste movimento para que sigam os mesmos passos daqueles que já estão na frente em relação à robótica.

* Bruno Zabeu é Gerente de Desenvolvimento de Negócios da Universal Robots na América do Sul, empresa dinamarquesa líder na produção de braços robóticos industriais colaborativos.

Para mais informações sobre robótica clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Piar Comunicação



Evolução tecnológica e a robótica ao alcance de mais empresas

Os avanços tecnológicos não estão somente aprimorando a automação industrial, mas também tornando a robótica cada vez mais acessível.

Autor: Rodrigo Bueno

Evolução tecnológica e a robótica ao alcance de mais empresas

Robôs humanóides irão construir as próximas BMWs

Hitty-Ko explica benefícios e malefícios do uso dessa tecnologia nas fábricas.

Autor: Divulgação

Robôs humanóides irão construir as próximas BMWs

Inovação: abrace a mudança antes que ela abrace o seu negócio

O conceito ambidestria organizacional foi apresentado pela primeira vez em 1976 pelo pesquisador norte-americano Robert B. Duncan.

Autor: Eduardo Zugaib

Inovação: abrace a mudança antes que ela abrace o seu negócio

Como a tecnologia impacta o atendimento ao aluno na volta às aulas

Especialista destaca práticas para aprimorar a experiência proporcionada pelas instituições de ensino em 2024.

Autor: Divulgação

Como a tecnologia impacta o atendimento ao aluno na volta às aulas

Como a tecnologia pode favorecer a distribuição de medicamentos?

Nenhum software sozinho irá solucionar todos os desafios da gestão da distribuição de medicamentos.

Autor: Paulo Pompêo

Como a tecnologia pode favorecer a distribuição de medicamentos?

Na contramão da inovação: como o Brasil acelera rumo ao passado automotivo

O aumento tarifário de importação em até 35% nos próximos anos foi declarado como tendo por objetivo o estímulo à produção doméstica de veículos elétricos.

Autor: Rafael Levy

Na contramão da inovação: como o Brasil acelera rumo ao passado automotivo

Brasileiro cria bafômetro veicular para prevenir condução alcoolizada

A Volvo do Brasil foi a primeira fabricante a lançar o bafômetro que impede a partida de caminhões e ônibus, chamado por de Alcolock.

Autor: Frota News

Brasileiro cria bafômetro veicular para prevenir condução alcoolizada

Visão de futuro: a automação de processos como estratégia de eficiência

A automação de processos no contexto empresarial representa uma revolução tecnológica que redefine a forma como as organizações operam.

Autor: Raphael Bordini Corrêa

Visão de futuro: a automação de processos como estratégia de eficiência

Primeiro ponto de parada de caminhões autônomos em estrada foi aberto nos EUA

A Kodiak Robotics, empresa de tecnologia de caminhões autônomos, uniu forças com a Pilot Company para inaugurar um marco revolucionário no setor de transporte.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

Primeiro ponto de parada de caminhões autônomos em estrada foi aberto nos EUA

Quatro tendências em tecnologia para 2024

Depois de um ano agitado e vivendo na pele transformações em modelos de negócios com aplicação de tecnologias emergentes, o que será que nos aguarda em 2024?

Autor: Rodolfo Rezende

Quatro tendências em tecnologia para 2024

Programa MOVER pode impulsionar a inovação na indústria brasileira

O desenvolvimento das indústrias brasileiras de autopeças aumenta a independência na importação de tecnologias.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

Programa MOVER pode impulsionar a inovação na indústria brasileira

Obras, transporte e logística noturna já podem ser silenciosas

Com a crescente pressão para tornar as cidades mais limpas e menos ruidosas é que as empresas estão adotando metas mais ambiciosas de sustentabilidade.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

Obras, transporte e logística noturna já podem ser silenciosas