Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Pescadores usam smartphones para monitorar cardumes

Pescadores usam smartphones para monitorar cardumes

29/06/2015 Divulgação

WWF criou um aplicativo para coletar dados sobre espécies de peixes e tipos de embarcações visando pesca sustentável.

No município de Feijó, no Acre, quando os pescadores saem dos lagos com o barco repleto de peixes, param por alguns instantes e conversam com voluntários com celulares nas mãos. Eles passam informações sobre o tamanho, peso e quais espécies de peixes conseguiram.

Há também homens percorrendo os lagos em busca de informações sobre os barcos e tipo de redes usadas.

Os dados são inseridos em três aplicativos especiais, instalados nos celulares dos voluntários.

Desde fevereiro, o município faz parte do Projeto Pesca Sustentável, do WWF junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que está monitorando a atividade pesqueira e a situação dos lagos e espécies.

Feijó é considerado um dos municípios pioneiros no desenvolvimento de um plano municipal de pesca e que, por isso, tem autorização para pescar o pirarucu.

Essa espécie é ameaçada de extinção e só pode ser comercializada se o peixe for pescado em área de manejo autorizada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

E por ser uma espécie no topo da cadeia alimentar, que se alimenta de outros animais, entender como está a diversidade de um rio, é entender todo o ecossistema que envolve o pirarucu e sua vulnerabilidade.

Segundo Antonio Oviedo, especialista em pesca do WWF e idealizador do projeto, os smartphones estão facilitando o entendimento de como é a pesca em Feijó, tanto do pirarucu como de outras espécies.

Monitorar a atividade é importante para a preservação ambiental e para os pescadores, mas desde 2009, o governo federal está sem estatísticas pesqueiras na região Norte.

“Não temos informação sobre as populações de peixes, a diversidade dos lagos e sobre como atuam os pescadores. E isso é vital quando se quer uma atividade controlada”, diz.

Por enquanto, seis voluntários ficam navegando pelos lagos e três estão nos portos, onde chegam as embarcações cheias de peixes.

O WWF ofereceu os celulares com um acordo de uso e um treinamento sobre os aparelhos e os aplicativos, já que alguns dos pescadores nunca tinham usado um.

Os aplicativos não precisam estar conectados com a internet, mas uma vez por mês, Antonio se reúne com o grupo de voluntários e eles fazem um levantamento e análise de dados que, aí sim, são inseridas em um sistema online.

Um dos dados importantes que o levantamento mostra é a quantidade de peixe obtido no período do defeso.

Durante a época de reprodução desses animais, cada pescador tem o direito de trazer dos lagos no máximo 10 quilos por dia considerado o suficiente para uma pesca de subsistência.

Se o pescador está dentro da norma, tem o direito de ganhar o seguro-defeso do governo federal, que equivale a um salário mínimo. E os aplicativos agora os ajudam a provar isso. Ou, no caso de pesca além do limite, de adverti-los.

Todos esses dados conseguidos pelos aplicativos têm ainda um objetivo maior: com a cadeia da pesca monitorada, em breve o município de Feijó poderá obter uma certificação que prova a sustentabilidade e a conformidade da cadeia pesqueira.

“O rio é a grande fonte de sobrevivência das comunidades ribeirinhas.

O pescador é o guardião desses rios e agora são também guardiões do conhecimento e das informações”, diz Oviedo. 



Metaverso na construção civil: o futuro é virtual

O metaverso que constrói o mundo virtual de Snow Crash, livro de Neal Stephenson de 1992, é daqueles shows de ficção que enredam o leitor do começo ao fim.

Metaverso na construção civil: o futuro é virtual

Pode Mushe (XMU) vencer Decentraland e The Sandbox?

O token Mushe (XMU) criará forte competição para o Decentraland (MANA) e The Sandbox (SAND).

Pode Mushe (XMU) vencer Decentraland e The Sandbox?

Mercado de soluções 5G no Brasil deve chegar a R$ 101 bilhões

Estudo foi apresentado pelo Ministério da Economia.

Mercado de soluções 5G no Brasil deve chegar a R$ 101 bilhões

Quatro principais dúvidas sobre TVs QLED

Tecnologia segue evoluindo e garante imagens mais nítidas e reais.

Quatro principais dúvidas sobre TVs QLED

GOL anuncia integração com Alexa, inteligência artificial da Amazon

Disponível para download na Skill Store da Amazon, novidade permite que os Clientes da Companhia possam consultar o status de voo via comando de voz.

GOL anuncia integração com Alexa, inteligência artificial da Amazon

Publicidade customizada é o futuro da TV aberta

O novo recurso, já em desenvolvimento para a TV 3.0, permitirá que anunciantes e emissoras criem conteúdos mais direcionados à localização e às preferências do telespectador.

Publicidade customizada é o futuro da TV aberta

SpaceX inicia nova missão e coloca nanossatélite da UnB em órbita

Projeto pretende trazer novas soluções de enlaces nas faixas de frequências de rádio amador.

SpaceX inicia nova missão e coloca nanossatélite da UnB em órbita

Mais de 4 milhões de metros de cabos de telecomunicações foram roubados em 2021

Pelo terceiro ano seguido o volume de cabos roubados passa de 4 milhões de metros. Ações criminosas deixaram mais de 6 milhões de clientes sem serviço no ano passado.

Mais de 4 milhões de metros de cabos de telecomunicações foram roubados em 2021

Conselho Federal de Medicina regulamenta a cirurgia robótica

Regras para o procedimento foram publicadas no Diário Oficial da União.

Conselho Federal de Medicina regulamenta a cirurgia robótica

Brasília sedia a maior feira de tecnologia do mundo

Campus Party também será realizada em São Paulo, em julho.

Brasília sedia a maior feira de tecnologia do mundo

Tecnologia auxilia na gestão de instituições privadas

Softwares têm o desafio de conciliar administrativo e pedagógico; necessidade do ensino remoto intensificou o processo.

Tecnologia auxilia na gestão de instituições privadas

Como empresas de tecnologia podem aproveitar a estratégia para ampliar sua atuação

Em um cenário em que as empresas estão implantando políticas de ESG para enfrentar os desafios das mudanças climáticas e das novas demandas sociais, como a tecnologia pode contribuir para esse objetivo?

Como empresas de tecnologia podem aproveitar a estratégia para ampliar sua atuação