Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Primeiro satélite brasileiro inicia operações

Primeiro satélite brasileiro inicia operações

06/07/2017 Da Redação

Satélite Geoestacionário fica sob responsabilidade da Força Aérea Brasileira (FAB).

Primeiro satélite brasileiro inicia operações

O Comando de Operações Aeroespaciais (Comae), em Brasília (DF), deu início nesta quarta-feira (5/07) às operações do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGCD).

A partir de agora, a operação e o monitoramento do satélite estão sob responsabilidade da Força Aérea Brasileira (FAB), que vai trabalhar em conjunto com o Exército e a Marinha. O início das operações foram classificados pela FAB como “um dia histórico para o campo da Defesa do país”.

O equipamento, colocado em órbita em maio de 2017 ao custo de R$ 2,8 bilhões, permitirá a segurança das comunicações do governo e das Forças Armadas e, a curto prazo, a ampliação da oferta do serviço de banda larga aos mais distantes rincões do país.

A ação, segundo a FAB, marcou o primeiro enlace da Operação Ostium – feito nas regiões Norte e Centro-Oeste e que irá reforçar a vigilância no espaço aéreo sobre a região de fronteira do Brasil com a Bolívia e o Paraguai. O evento de inauguração das transmissões do satélite, por videoconferência, foi feito em Vilhena (RO) e no centro de comando do SGDC, em Brasília, pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, pelo comandante da Aeronáutica, brigadeiro do ar Nivaldo Luiz Rossato, pelo comandante do Comae, brigadeiro Gerson Nogueira Machado de Oliveira, entre outras autoridades.

Lançado no dia 4 de maio, a partir do Centro Espacial de Kourou, na Guiana Francesa, o satélite passou por uma fase de ajustes e testes orbitais sob a coordenação de militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica e de engenheiros da fabricante do SGDC, a empresa francesa Thales Alenia Space.

“Os testes foram muito bem realizados e avaliados. Concluído o período de testes, com o satélite em plenas condições de uso, no dia 30 de junho, o SGDC recebeu a carga útil da Banda X, que vai garantir mais segurança nas comunicações militares e ampliar a capacidade operacional da Forças Armadas”, disse o vice-chefe do Centro de Operações Espaciais, coronel Sidney César Coelgo Alves.

O chefe do Estado-Maior Conjunto, brigadeiro Ricardo Cesar Mangrich, disse que a FAB assumir o controle do satélite é um orgulho para a Força Aérea. “Agora, efetivamente estamos operando no espaço. Então, com o satélite sob nosso controle, tanto a operação da carga útil como a operação do próprio satélite. Realmente demos um passo adiante. Saímos da era do ar e fomos para a era do espaço a partir da operação do SGDC”.

Fonte: Agência Brasil 



Carnaval e os avanços da tecnologia

A tecnologia nunca esteve tão presente em nossas vidas.


MEC abre processo para instituir cinco novos polos de inovação

Ação faz parte do programa Novos Caminhos.


Tecnologia e Educação – qual é a distância que as separa?

Os educadores precisam apropriar-se dos recursos digitais e explorar suas potencialidades.

Tecnologia e Educação – qual é a distância que as separa?

Nova geração de Wi-Fi ganha primeiro chip para dispositivos móveis

Wi-Fi 6E permite altíssimas velocidades a curta distância.

Nova geração de Wi-Fi ganha primeiro chip para dispositivos móveis

Fifa quer usar Inteligência Artificial para marcação de impedimentos

Sistema de monitoramento cria uma linha de impedimento virtual que pode acelerar a tomada de decisões do VAR.

Fifa quer usar Inteligência Artificial para marcação de impedimentos

Drones, um mercado com boas perspectivas

Os Vants (Veículos Aéreos Não Tripulados), também conhecidos como drones, vêm ganhando mercados e sua aplicação cresce a cada ano.


Japão testa “bartender” robô em “pub” em Tóquio

Robô japonês pode servir uma cerveja em 40 segundos e preparar um coquetel em um minuto.

Japão testa “bartender” robô em “pub” em Tóquio

Número de transações bancárias via celular ultrapassam as de internet banking

Ao menos 60% das operações bancárias acontecem via algum canal digital.

Número de transações bancárias via celular ultrapassam as de internet banking

Wyndham Gramado disponibiliza carregador para carros elétricos

O equipamento permite recarregar veículos 100% elétricos, com potência máxima de 22 kW.

Wyndham Gramado disponibiliza carregador para carros elétricos

Medicina é uma das áreas que mais se beneficia com os avanços tecnológicos

Confira cinco grandes momentos entre a tecnologia e a medicina no Brasil.

Medicina é uma das áreas que mais se beneficia com os avanços tecnológicos

48% das empresas de tecnologia financeira dobraram de tamanho em 2019

Pesquisa aponta que 15% das fintechs brasileiras receberam investimentos estrangeiros.

48% das empresas de tecnologia financeira dobraram de tamanho em 2019

Tecnologia mudará ainda mais a maneira como vivemos e trabalhamos em 2020, diz estudo

Estudo sobre tendências aponta que tecnologia de dados, automação e Internet das Coisas se unirão para criar cidades e sociedades amplamente conectadas.

Tecnologia mudará ainda mais a maneira como vivemos e trabalhamos em 2020, diz estudo