Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Rádios offline são futuro do streaming de música

Rádios offline são futuro do streaming de música

15/07/2015 Da Redação

Em entrevista, sócio-diretor da Antena 1 Maurício Negrão destaca qualidade da programação e gratuidade como diferenciais.

Nem Spotify, nem iTunes Radio. O futuro do streaming de música está com as rádios tradicionais.

Quem comenta as vantagens da modalidade é Maurício Negrão, sócio-diretor da Antena 1, uma das primeiras a investir na transmissão via web.

Com voz de locutor, ele fala, em entrevista, sobre o potencial das rádios na internet:

Quando vocês começaram a perceber que o streaming estava ganhando espaço?

Maurício Negrão: Há 15 anos. Nós fomos os primeiros a investir no streaming no Brasil.

Hoje a audiência online da rádio corresponde a 40% do total e vem crescendo. No último mês, por exemplo, o aumento foi de 18%.

O público do streaming é o mesmo que das rádios offline?

MN: Sim e não. Temos ouvintes que sintonizam nas duas formas, mas buscamos novos mercados para o online.

Por exemplo, habitantes de cidades mais afastadas do interior de São Paulo, regiões nas quais, em geral, os serviços de streaming a pagamento têm pouca adesão.

Nesses municípios, chegamos para competir com as rádios locais.

O que as web rádios têm que falta nos serviços de streaming e vice-versa?

MN: Principalmente a qualidade e o calor humano.

A programação das rádios é única e feita por uma equipe especializada, que se dedica 24 horas para isso. A figura do locutor permite a interação com o público e humaniza a transmissão.

Há, ainda, o fator do custo zero de assinatura.

Nos serviços de streaming há versões gratuitas, mas a sessão do usuário é interrompida a todo instante por propagandas.

No caso da Antena 1, são 56 minutos de música direto, com o mínimo de publicidade.

Dessa forma, as propagandas não se sobrepõem às músicas.

Qual sua opinião sobre a possibilidade de personalização que os serviços de streaming oferecem, permitindo, por exemplo, que os usuários criem suas próprias playlists?

MN: A personalização tem seus limites.

As pessoas buscam sugestões do que ouvir e não querem perder tempo criando suas próprias playlists.

Fora que essas playlists podem se tornar repetitivas e desatualizadas em pouco tempo. Já o conteúdo das rádios está sempre se renovando.

Toda a programação é estudada por profissionais diariamente e isso nenhum algoritmo supera.

A Apple está desenvolvendo um novo serviço, o Apple Beats, e um DJ da BBC 1 foi chamado para trabalhar a semelhança com rádios tradicionais, pensando na oferta regional.

O que você pensa sobre isso?

MN: Acho que é mais uma tentativa de emplacar o streaming, não um real modelo de negócio.

Os desenvolvedores talvez tenham enxergado o grande negócio que são as rádios tradicionais, por isso chamaram o DJ da BBC.

As novidades em termos de escutar música vêm e vão, mas o rádio fica, seja online ou offline.

Qual o futuro da Antena 1?

MN: Continuaremos a produzir conteúdo de qualidade e a propor novas opções de ouvir música, investindo tanto no online quanto no offline.

Hoje, uma das principais exigências do público é a qualidade do áudio.

Por isso, planejamos oferecer um complemento em high quality para os ouvintes, em breve.



Internet 5G será a principal tecnologia a ser expandida em 2020

Consultoria OpenSignal aposta na tecnologia da frequência 5G como tendência para o próximo ano.

Internet 5G será a principal tecnologia a ser expandida em 2020

Google lança plataforma de games Stadia

Serviço traz jogos como Just Dance 2020, Red Dead Redemption 2, Destiny 2 e Mortal Kombat 11.

Google lança plataforma de games Stadia

Aplicativo chinês TikTok chega a 1,5 bilhão de downloads

App foi baixado mais de 600 milhões de vezes só neste ano.

Aplicativo chinês TikTok chega a 1,5 bilhão de downloads

Como ter sucesso na implantação de um chatbot

Segundo a consultoria Gartner, os chatbots no Brasil tiveram crescimento de 100% em 2018, com aumento de 60% de tráfego de mensagens no período.


Realidade aumentada como nova realidade prática

Acredite: reparos remotos são apenas o começo.

Realidade aumentada como nova realidade prática

Apoiado por um robô, médico reconstrói rim de criança de apenas 8 anos

Método evitou que o paciente entrasse para a lista de espera por um transplante de rim.

Apoiado por um robô, médico reconstrói rim de criança de apenas 8 anos

Escolha de capacete ideal é garantia de segurança

Nem todos os pilotos se atentam em escolher o capacete ideal, colocando assim, sua segurança em risco.

Escolha de capacete ideal é garantia de segurança

Google afirma ter alcançado “supremacia quântica”

Empresa afirma que solucionou em 200 segundos cálculo que supercomputador convencional levaria 10 mil anos para resolver.

Google afirma ter alcançado “supremacia quântica”

Fender visa mercado de streaming em novo aplicativo

Fender Songs analisa canções ouvidas pelo Apple Music e gera diagramas de acordes para elas

Fender visa mercado de streaming em novo aplicativo

Bioeconomia é tema da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Eventos em todo o país vão discutir uso sustentável da biodiversidade.

Bioeconomia é tema da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

O que a tecnologia 5G significa para o mundo dos games?

A indústria de jogos explodiu nos últimos anos, com vários deles se tornando uma verdadeira febre.


China cria moeda virtual para enfrentar a libra do Facebook

Moeda virtual chinesa deve ser lançada em 11 de novembro.

China cria moeda virtual para enfrentar a libra do Facebook