Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Veículos elétricos geram economia de 84% nos gastos com combustível

Veículos elétricos geram economia de 84% nos gastos com combustível

18/07/2016 Divulgação

Redução das despesas é uma das conclusões obtidas pelo Programa de Mobilidade Elétrica da CPFL Energia.

O uso dos veículos elétricos pode gerar uma economia de até 84% nos custos com combustível na comparação com automóveis similares a combustão.

Essa é uma das principais conclusões obtidas pelo Emotive – Programa de Mobilidade Elétrica da CPFL Energia a partir de dados coletados com parceiros e colaboradores do Grupo que usaram, para fins comerciais e particulares, os carros elétricos da Renault participantes do projeto de P&D.

Um dos parceiros do projeto foi a 3M. Em linha com o espírito de inovação que tem marcado a trajetória da multinacional americana, a 3M utilizou, entre maio de 2014 e fevereiro de 2016, um Renault Kangoo em sua frota de transporte de cargas. Neste período, o veículo percorreu 6,130 mil quilômetros (km), uma média de 58 km/dia.

Para rodar os mais de 6 mil km, a 3M gastou R$ 930 para o reabastecimento dos carros com energia elétrica, considerando a tarifa industrial A4 da CPFL Paulista (R$ 0,31/kWh).

Para efeito de comparação, o custo equivalente do Kangoo a gasolina seria de R$ 5,95 mil. Ou seja, a empresa teve economia de 84% com combustível, sem levar em conta a redução das despesas não mensuradas com manutenção – os motores, por serem 100% elétricos, não precisam de troca de óleos, filtros e velas.

O uso do veículo elétrico para passeios, viagens e trabalho também gera economia significativa para os motoristas. Entre julho de 2015 e janeiro de 2016, o gerente de Gestão de Caixa da CPFL Energia, Rinaldo Adriano Ribeiro, utilizou o Renault Zoe para as suas atividades diárias, como deslocamento para o trabalho, transporte dos filhos para a escola e idas ao supermercado. No período, o colaborador rodou 6,214 mil km em Campinas, reabastecendo o veículo usando um eletroposto residencial em sua casa.

Na média, o veículo elétrico representou um acréscimo de 243,7 kWh no consumo mensal de energia da residência do Rinaldo. Ao longo do período, foram realizadas 85 cargas, com periodicidade de cada a dois dias, totalizando um consumo total de 1,515 mil kWh. A cada recarregamento, a carga restante da bateria era, em média, de 39%. A autonomia média do Renault Zoe foi calculada em 119 km.

Esse perfil de uso do veículo elétrico gerou um acréscimo de R$ 1.028,69 na conta de luz do colaborador, considerando a tarifa residencial da CPFL Paulista (R$ 0,6799 por kWh). A título de ilustração, caso o Rinaldo percorresse a mesma distância com um veículo similar movido a gasolina, o custo total com combustível seria de R$ 2,294 mil. Ou seja, isso significa que a economia obtida pelo Rinaldo foi de 55%, também não levando em consideração os gastos evitados com manutenção.

“A experiência de conduzir um veículo elétrico é única. Extremamente silencioso e suave, o carro tem emissão zero de gases poluentes, além de excelente custo-benefício em relação à gasolina. Embora a autonomia e o tempo de recarga ainda são pontos a serem aprimorados, o veículo elétrico atende completamente as necessidades urbanas”, avalia Rinaldo.



Webb lançado no Ariane 5 para desvendar os segredos do Universo

O Telescópio Espacial James Webb foi lançado num foguetão Ariane 5 do porto espacial europeu na Guiana Francesa, às 13:20 CET do dia 25 de dezembro, partindo para a sua emocionante missão de desvendar os segredos do Universo.

Webb lançado no Ariane 5 para desvendar os segredos do Universo

Primeiro satélite brasileiro produzido por startup será lançado pela SpaceX

Projeto foi desenvolvido pela PION Labs e entrará em órbita a partir de 10 de janeiro de 2022.

Primeiro satélite brasileiro produzido por startup será lançado pela SpaceX

Robô entende gírias, interjeições e os mais diversos sotaques brasileiros

Assistente virtual, com NLU própria, é considerado inovação pioneira e recebe aporte de fundo de investimento.

Robô entende gírias, interjeições e os mais diversos sotaques brasileiros

Exército de robôs? Ficção ou realidade?

O professor e escritor Tiago Augusto Figueiredo traz profundas reflexões e críticas sobre o ser humano, em um cenário futurista dominado por robôs.


Qual é o lugar da mulher na tecnologia?

Você sabia que as mulheres representam apenas 20% do total de profissionais na área de TI no Brasil?

Qual é o lugar da mulher na tecnologia?

Pesquisadores criam proteção que amortece impacto de batidas em postes

Equipamento diminui gravidade de acidentes e ocupantes dos veículos.

Pesquisadores criam proteção que amortece impacto de batidas em postes

Mapeamento digital deve representar um mercado de 50 bilhões de dólares até 2030

Presente de celulares a carros, os scanners 3D, com tecnologia LiDAR, se destacaram ao automatizar processos e viabilizar a transformação digital em diversos setores da economia.

Mapeamento digital deve representar um mercado de 50 bilhões de dólares até 2030

O reúso de água no setor automotivo

O reúso de água – prática atualmente indispensável nos setores industriais e até dentro do cenário urbano, tem cada vez mais ganhado força por meio dos benefícios técnicos, financeiros e socioambientais que ele proporciona.

O reúso de água no setor automotivo

Twitter expande acesso a dados para desenvolvedores de aplicativos

Medida visa promover conversas online mais seguras.

Twitter expande acesso a dados para desenvolvedores de aplicativos

Ramo de serviços em TI cresce três vezes mais que o setor de serviços

Levantamento apresenta panorama das receitas das empresas de serviços em tecnologia da informação no Brasil.

Ramo de serviços em TI cresce três vezes mais que o setor de serviços

Claro, Vivo e TIM arrematam faixa de 3,5 GHz do leilão do 5G

O 5G é uma nova tecnologia que amplia a velocidade da conexão móvel e reduz a latência.

Claro, Vivo e TIM arrematam faixa de 3,5 GHz do leilão do 5G

Pix é integrado a lojas virtuais e apps de delivery

Mudança, que deixa os pagamentos mais rápidos e seguros, começou a valer no dia 29 de outubro.

Pix é integrado a lojas virtuais e apps de delivery