Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Você está pronto para mais uma revolução industrial?

Você está pronto para mais uma revolução industrial?

12/05/2021 Paulo Lira

Passados mais de 20 anos, a 4ª Revolução Industrial e as soluções evoluíram e se mostraram cada vez mais indispensáveis para as empresas.

Você está pronto para mais uma revolução industrial?

2020 impôs de uma vez por todas a importância do uso das tecnologias nos negócios, mas, principalmente, trouxe impactos irreversíveis para as pessoas. Digo isso, porque já era muito claro para as empresas que, em algum momento, seria preciso se apoiarem nas tecnologias para conseguirem se desenvolver e manter suas operações. E, o ano passado, só reforçou esse posicionamento. Mas, e para as pessoas como essa revolução digital tem transformado os postos de trabalho e feito os colaboradores repensarem seus espaços dentro das corporações?

Não é de hoje que se aponta as mudanças contínuas nas posições empresárias. Ainda se especula muito como o ser humano irá competir com as máquinas e cargos que devem desaparecer ou aparecer nos próximos anos. Mas, será que a tecnologia é mesmo a vilã?

Desde 2000, falamos da chamada Indústria 4.0 ou a 4ª Revolução Industrial, para quem ainda tem dúvidas sobre este termo, ele permite a integração das principais tecnologias como Inteligência Artificial, Machine Learning, Big Data, IoT e Computação em Nuvem, a fim de promover impactos disruptivos nas empresas como, por exemplo, maior autonomia para as operações, aumento de produtividade e redução de custos e desperdícios.

Passados mais de 20 anos, a 4ª Revolução Industrial e as soluções evoluíram e se mostraram cada vez mais indispensáveis para as empresas. Além de abrir novas oportunidades para as companhias não só no âmbito corporativo, mas também para a cultura empresarial. Já sabemos que não é possível ter uma empresa digital com midset analógica. Ou seja, a Indústria 4.0 trouxe a possibilidade de trabalhos colaborativos com times mais integrados, adaptabilidade e flexibilidade organizacional, lideranças mais humanas e compartilhadas, além de uma melhor análise e gestão de dados.

Esse cenário que citei, talvez não seja mais novidade, e por que ainda temos profissionais e empresas que insistem em continuar nos modelos tradicionais? Arrisco dizer que muitos ainda vivem o negacionismo e que não entenderam a importância da tecnologia para os negócios e relações.

Por isso, a importância dessa transformação vir de forma hierárquica, e com líderes cada vez mais alinhados a cultura digital e ao RH. Desenvolver o engajamento das equipes, reforçar o papel de cada um, criar futuro, conectar os times, identificar novas oportunidades, construir um propósito transformador massivo e assumir riscos, são algumas das habilidades que os líderes precisam ter. Mas, e os colaboradores? Qual é o papel deles nesta nova era? Como a 4ª Revolução industrial impactou essas pessoas? E, principalmente, como eles devem estar se preparando?

Se você ainda não está nesta transformação, aconselho a começar agora. Mas, deixo aqui alguns pontos para que leve em conta nesta jornada. Começo a dizer que aprender, aprender e aprender, continua como regra para os profissionais que querem sobreviver a essa revolução. Nunca o lifelong learning foi tão significativo quanto agora. As softs skills também continuam em alta nos próximos anos, cada vez mais será exigido dos profissionais o pensamento crítico, visão estratégia e de negócio e inteligência emocional, características que nunca poderão ser substituídas pelas máquinas. Desenvolver e aprimorar capacidades cognitivas, aprender mais sobre as novas tecnologias e como funcionam e acompanhar seu mercado e novas tendências, também nunca é demais.

A Industria 4.0 já é uma realidade e está trazendo rupturas importantes para o mercado de trabalho, para as empresas e sociedade. Novas oportunidades estão surgindo e o papel do colaborador está ficando cada vez mais em evidencia e ganhando novos desafios e significados. Enfim, uma infinidade de novas possibilidade estão se abrindo e o que você está esperando para desbravar esses novos caminhos?

* Paulo Lira, gerente de produtos da HSM University

Para mais informações sobre Indústria 4.0 clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Máquina Cohn&Wolfe



Sem carros voadores, moradias do futuro estão cada vez mais próximas aos Jetsons

Os avanços tecnológicos trouxeram novo conceito e redesenho do meio urbano.

Sem carros voadores, moradias do futuro estão cada vez mais próximas aos Jetsons

Webb lançado no Ariane 5 para desvendar os segredos do Universo

O Telescópio Espacial James Webb foi lançado num foguetão Ariane 5 do porto espacial europeu na Guiana Francesa, às 13:20 CET do dia 25 de dezembro, partindo para a sua emocionante missão de desvendar os segredos do Universo.

Webb lançado no Ariane 5 para desvendar os segredos do Universo

Primeiro satélite brasileiro produzido por startup será lançado pela SpaceX

Projeto foi desenvolvido pela PION Labs e entrará em órbita a partir de 10 de janeiro de 2022.

Primeiro satélite brasileiro produzido por startup será lançado pela SpaceX

Robô entende gírias, interjeições e os mais diversos sotaques brasileiros

Assistente virtual, com NLU própria, é considerado inovação pioneira e recebe aporte de fundo de investimento.

Robô entende gírias, interjeições e os mais diversos sotaques brasileiros

Exército de robôs? Ficção ou realidade?

O professor e escritor Tiago Augusto Figueiredo traz profundas reflexões e críticas sobre o ser humano, em um cenário futurista dominado por robôs.


Qual é o lugar da mulher na tecnologia?

Você sabia que as mulheres representam apenas 20% do total de profissionais na área de TI no Brasil?

Qual é o lugar da mulher na tecnologia?

Pesquisadores criam proteção que amortece impacto de batidas em postes

Equipamento diminui gravidade de acidentes e ocupantes dos veículos.

Pesquisadores criam proteção que amortece impacto de batidas em postes

Mapeamento digital deve representar um mercado de 50 bilhões de dólares até 2030

Presente de celulares a carros, os scanners 3D, com tecnologia LiDAR, se destacaram ao automatizar processos e viabilizar a transformação digital em diversos setores da economia.

Mapeamento digital deve representar um mercado de 50 bilhões de dólares até 2030

O reúso de água no setor automotivo

O reúso de água – prática atualmente indispensável nos setores industriais e até dentro do cenário urbano, tem cada vez mais ganhado força por meio dos benefícios técnicos, financeiros e socioambientais que ele proporciona.

O reúso de água no setor automotivo

Twitter expande acesso a dados para desenvolvedores de aplicativos

Medida visa promover conversas online mais seguras.

Twitter expande acesso a dados para desenvolvedores de aplicativos

Ramo de serviços em TI cresce três vezes mais que o setor de serviços

Levantamento apresenta panorama das receitas das empresas de serviços em tecnologia da informação no Brasil.

Ramo de serviços em TI cresce três vezes mais que o setor de serviços

Claro, Vivo e TIM arrematam faixa de 3,5 GHz do leilão do 5G

O 5G é uma nova tecnologia que amplia a velocidade da conexão móvel e reduz a latência.

Claro, Vivo e TIM arrematam faixa de 3,5 GHz do leilão do 5G