Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como prolongar a vida dos pneus para caminhão

Como prolongar a vida dos pneus para caminhão

12/12/2017 Divulgação

Para garantir que não haja sustos, é muito importante que a manutenção dos pneus esteja em dia.

Como prolongar a vida dos pneus para caminhão

Pensando nisso, a Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (ANIP) sugere 10 dicas para tornar o transporte sobre pneus para caminhão ainda mais seguro.

1. Carga

Os pneus têm a informação sobre a carga máxima na lateral. Ela é indicada por números que representam o limite de peso do pneu (ex: 152 = 3550 kg pneus para dimensão 295/80R22.5). É importante garantir que o caminhão não esteja sobrecarregado para evitar desequilíbrios nos eixos e para poder circular em segurança. O excesso de carga exige mais dos pneus e reduz a sua vida útil.

2. Condução defensiva é economia

Freadas bruscas e alta velocidade gastam mais o pneu. Por isso, é importante adotar uma condução defensiva. Além de ser mais seguro, também reduz o desgaste dos pneus, o que atrasa a troca.

3. Atenção ao desgaste

O TWI (ou Tread Wear Indicator) é o nome técnico da saliência com 1,6 mm que está nos sulcos do pneu. Ele representa o limite de segurança e, caso o desgaste do pneu esteja próximo ou atinja esse indicador, significa que já está na hora de trocá-lo. Abaixo dessa medida, o pneu já passa a ser considerado "careca". A resolução do Contran 558/80 estabelece que trafegar com pneus abaixo do limite é ilegal. O veículo pode ser multado e apreendido.

4. A influência de fatores externos

O TWI não é o único sinal de desgaste a ser observado. Os caminhões circulam por vários tipos de estrada (trajeto, piso e topografia) e encaram os mais diversos climas. Os pneus são afetados por esses fatores e por isso é importante ficar atento às rachaduras e cortes mais profundos tanto na lateral quanto na banda de rodagem.

5. Calibragem

A calibragem adequada é essencial para a segurança. Quando a pressão está abaixo do nível recomendado pelo fabricante, o pneu fica mais quente, desgasta mais rápido, pode causar rachaduras nos flancos da carcaça e leva à perda de estabilidade em curvas. Já quando a pressão está acima do adequado, o desgaste é mais visível na área central da banda de rodagem, pode resultar em rachaduras na base dos sulcos e o pneu se torna mais suscetível a rompimento da banda, podendo causar acidentes.

6. Não esqueça do estepe

Apesar de não estar em uso, o estepe também deve ter a manutenção em dia caso seja necessário. Verifique sempre a pressão e o desgaste antes de pegar a estrada.

7. Pneus de carga podem ser reformados?

Sim. A construção dos pneus de carga permite que sejam recapados até três ou quatro vezes, mediante a qualidade e o estado da carcaça. A recapagem substitui somente a borracha desgastada da banda de rodagem em contato com o solo. No entanto, vale lembrar que qualquer reforma de pneus deve ser feita em locais com o selo do Inmetro para que haja garantias de que o serviço seja realizado de forma adequada. Essa também é uma forma aumentar a segurança tanto do motorista quanto nas estradas.

8. Alinhamento / Balanceamento

Um alinhamento e balanceamento corretos garantem mais segurança durante o transporte em função da maior estabilidade do veículo, maior vida útil dos pneus e redução do consumo de combustível.

9. Rodízio

A má distribuição de carga e o tipo de direção do motorista podem levar ao desgaste irregular dos pneus. Uma das maneiras de prolongar a sua vida útil e de tornar a viagem mais segura é o rodízio, que consiste em trocá-los de posição para igualar o desgaste. Ele deve ser feito mediante o nível de desgaste da banda de rodagem, sempre com supervisão de um especialista. O desgaste irregular também exige mais dos pneus, o que resulta em um aumento do consumo de combustível.

O rodízio varia de acordo com o tipo de caminhão e por isso é sempre necessário verificar as orientações do manual do veículo. Caso o desgaste esteja próximo ou atingido o TWI, troque o pneu.

10. Cuidado com derivados de petróleo e solventes

O contato com derivados de petróleo e solventes não é benéfico para os pneus, já que atacam a borracha. Esteja atento para não estacionar sobre poças de óleo e verifique se os produtos usados nas rodas possuem alguns destes elementos.

Fonte: A ANIP - Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos 



Aeroporto Regional do Vale do Aço retoma operações de voos comerciais

A volta das operações foi autorizada pela Anac após a conclusão das obras na pista de pouso e decolagem.

Aeroporto Regional do Vale do Aço retoma operações de voos comerciais

Lei que incentiva combustível sustentável na aviação é publicada

Objetivo é estimular pesquisa e produção de bioquerosene.

Lei que incentiva combustível sustentável na aviação é publicada

Fábrica de motos elétricas dobra número de postos de trabalho em Minas Gerais

A mobilidade elétrica não é mais o futuro das cidades. Ela já é o presente.

Fábrica de motos elétricas dobra número de postos de trabalho em Minas Gerais

Embarcadores apostam no caminhão a gás e Amazon compra 1.064 Iveco S-Way GNC

No Brasil há fabricantes de caminhões que não acreditam no gás como alternativa menos poluente em relação ao diesel.

Embarcadores apostam no caminhão a gás e Amazon compra 1.064 Iveco S-Way GNC

Setor automotivo tenta minimizar danos relacionados à escassez de matéria-prima

A indústria no Brasil está sofrendo com a falta de matérias-primas em diversos setores.

Setor automotivo tenta minimizar danos relacionados à escassez de matéria-prima

Engenheiro lança e-book sobre “Peças do Carro e Economia de Combustível”

Neste e-book, o motorista (iniciante ou não), vai encontrar informações valiosas.


O Programa BR do Mar

A infraestrutura, o transporte e a logística são imprescindíveis para o desenvolvimento de qualquer país e seu comércio exterior.

O Programa BR do Mar

Venda de veículos novos cai 17% em outubro, informa Fenabrave

Estoques estão baixos, e espera por alguns modelos pode demorar.

Venda de veículos novos cai 17% em outubro, informa Fenabrave

Derrapada irresponsável do Senado no marco das ferrovias

Foi um duro golpe para quem defende o resgate do sistema ferroviário nacional.

Derrapada irresponsável do Senado no marco das ferrovias

Infraestrutura de transporte pode receber R$23,5 bi de investimentos

Com o investimento privado, será possível reduzir em até 35% o valor do pedágio.

Infraestrutura de transporte pode receber R$23,5 bi de investimentos

Cinco mil quilômetros de ferrovias que dependem do Senado

A ferrovia foi grande indutora do desenvolvimento brasileiro que, na primeira metade do século passado, se deu nas regiões mais próximas ao litoral.

Cinco mil quilômetros de ferrovias que dependem do Senado

Infraero entrega Aeroporto de Uberlândia modernizado

Foram investidos R$ 29,75 milhões, com recursos oriundos do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac).

Infraero entrega Aeroporto de Uberlândia modernizado