Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Conheça o Volksbus híbrido desenvolvido no Brasil

Conheça o Volksbus híbrido desenvolvido no Brasil

22/09/2018 Marcos Villela (Transporte Mundial)

Para auxiliar na recarga das baterias, o modelo conta também com sistema de recuperação de energia nas frenagens e desacelerações.

Conheça o Volksbus híbrido desenvolvido no Brasil

Depois de apresentar o caminhão leve VW e-Delivery no ano passado, agora foi a vez do ônibus Volksbus e-Flex que a Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO) apresentou no Salão de Hannover, na Alemanha.

A ideia do ônibus é que ele não seja totalmente dependente de estações de recarregamento de baterias. Para isso, o protótipo do e-Flex foi desenvolvido para utilizar um motor elétrico para tração e outro a combustão (etanol/gasolina) para gerar a energia para as baterias.

Quando a carga das baterias baixar a 20%, o motor a combustão é acionado automaticamente até a carga subir a 80%, quando é desligado. Este tipo de híbrido (elétrico para tração e combustão para gerar energia) é chamado de serial.

Para auxiliar na recarga das baterias, o modelo conta também com sistema de recuperação de energia nas frenagens e desacelerações. E quando ele está parado a noite, as baterias são ligadas na rede de energia para recarga de 100% em até três horas.

A vantagem desse sistema com motor gerador de energia é a garantia de uma autonomia maior e o uso de um conjunto menor, mais leve e mais barato de baterias de lítios (100 kWh), importado da China.

Engenharia brasileira

Totalmente desenvolvido no Brasil, o Volksbus e-Flex utiliza um motor elétrico de 650 V de 260 kW (equivalente a 354 cv) e 2.150 Nm (219,2 mkgf) disponível desde a mais baixa rotação. Este propulsor é fabricado no Brasil pela WEG, mas mesma que produziu o motor para o VW e-Delivery.

A autonomia, antes de acionar o motor gerador, pode ficar em torno de 100 km, o que ainda será comprovado, quando o modelo começar a ser testado em uma rota.

Já o motor gerador é o VW 1.4 TSI bicombustível já amplamente utilizado nos automóveis da Volkswagen e da Audi. Nesse tipo de aplicação, as emissões são bastante baixas, principalmente quando abastecido com etanol.

O protótipo foi desenvolvido a partir de um chassi de 17,5 t de PBT com carroceria Marcopolo de 10,1 m de comprimento e capacidade para 65 passageiros (26 sentados).

Caminhão VW híbrido

A VWCO trabalha em um projeto similar de híbrido também para caminhões, pois a solução híbrida mostra ser mais adequada, econômica e operacionalmente, na fase transitória entre veículos convencionais e 100% elétricos.

* Marcos Villela - Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002.

Fonte: Transporte Mundial 



Alta dos combustíveis? Conheça outras opções para aliviar o bolso

Apostar nos recursos tecnológicos é também uma alternativa para garantir praticidade durante o trajeto até o destino.

Alta dos combustíveis? Conheça outras opções para aliviar o bolso

Volkswagen antecipa novos NFTs após primeira coleção esgotar em poucas horas

Projeto desenvolvido pela startup brasileira OnePercent vende primeira coleção logo após o lançamento e anuncia novas coleções e funcionalidades.

Volkswagen antecipa novos NFTs após primeira coleção esgotar em poucas horas

Somente metade dos brasileiros usam cinto de segurança no banco de trás do carro

O uso do cinto impede que o passageiro seja arremessado, diz especialista.

Somente metade dos brasileiros usam cinto de segurança no banco de trás do carro

Produção de veículos aumenta 11,4% em março, diz Anfavea

Na comparação com março do ano passado, produção foi 7,8% inferior.

Produção de veículos aumenta 11,4% em março, diz Anfavea

Governo Federal cria programa para renovação de frota de caminhões

Entre os objetivos do programa está a retirada de circulação da frota com mais de 30 anos de fabricação.

Governo Federal cria programa para renovação de frota de caminhões

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte inaugura Passarela Mineira

Espaço de convivência faz parte do projeto de modernização do Terminal de Passageiros 1.

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte inaugura Passarela Mineira

Projeto de mobilidade elétrica é lançado em Fernando de Noronha

Serão inseridos 14 carros elétricos e uma rede de eletropostos com 12 pontos de recarga interligados na ilha.

Projeto de mobilidade elétrica é lançado em Fernando de Noronha

Reciclagem de baterias de veículos elétricos pode ser realidade no país em poucos anos

Ação visa o desenvolvimento de processo de reciclagem de células de baterias de íon-lítio dos veículos da BMW.

Reciclagem de baterias de veículos elétricos pode ser realidade no país em poucos anos

Mesmo caminhando a passos lentos, carros elétricos dominarão o transporte público

O setor de mobilidade urbana ainda precisa cumprir algumas tarefas para ser um exemplo de eficiência no Brasil.

Mesmo caminhando a passos lentos, carros elétricos dominarão o transporte público

Mercedes-Benz reduz dependência da Cemig na fábrica de Juiz de Fora (MG)

A área dispõe de placas de energia fotovoltaica capazes de produzir uma potência de 10.000 kwh/mês.

Mercedes-Benz reduz dependência da Cemig na fábrica de Juiz de Fora (MG)

Será que ainda vale a pena ter carro?

Essa é uma pergunta que toda pessoa que quer ou tem um carro se faz, ainda mais nos dias de hoje em que temos facilidades adicionais com os aplicativos.

Será que ainda vale a pena ter carro?

Aeroportos da Infraero são destaques no Programa “Aeroportos Sustentáveis” da Anac 

Programa busca incentivar a adoção de boas práticas de gestão ambiental nos aeroportos do Brasil. 

Aeroportos da Infraero são destaques no Programa “Aeroportos Sustentáveis” da Anac