Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Governo arrecada 2,4 bilhões de reais em leilão de aeroportos

Governo arrecada 2,4 bilhões de reais em leilão de aeroportos

16/03/2019 Deutsche Welle

Privatização de 12 terminais tem ágio médio de quase 1.000% ao somar valores que ficam 2,158 bilhões de reais acima do lance mínimo estipulado no edital.

Governo arrecada 2,4 bilhões de reais em leilão de aeroportos

Foto: Aeroporto de Vitória (ES)

O governo arrecadou 2,377 bilhões de reais no leilão para a privatização de 12 aeroportos nesta sexta-feira (15/03). Com um valor 2,158 bilhões de reais acima do mínimo estipulado no edital, o ágio médio (diferença entre o mínimo e a soma dos lances vitoriosos) foi de 986%.

Com uma movimentação anual total de 19,6 milhões de passageiros, os 12 aeroportos foram leiloadas em três blocos: Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste. Os vencedores irão administrar os terminais pelos próximos 30 anos.

O bloco Nordeste, que inclui os terminais de Recife, Maceió, João Pessoa, Aracaju, Juazeiro do Norte e Campina Grande, foi o mais disputado. A gestora espanhola de aeroportos Aena levou a concessão ao se impor sobre o grupo suíço Zurich Airport depois de uma intensa disputa.

A Aena teve que aumentar sua oferta na última hora depois que a empresa suíça subiu o preço na reta final. A espanhola ofereceu 1,9 bilhão de reais pelo bloco, um valor 1.010% superior à outorga mínima do leilão, que era de 171 milhões de reais.

Além desse montante, está previsto que a Aena faça investimentos de 2,153 bilhões de reais para a modernização e melhorias nos seis terminais, sendo 788 milhões de reais nos cinco primeiros anos dos 30 anos de contrato.

O bloco Centro-Oeste, que engloba os terminais de Cuiabá, Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta, ficou com o consórcio Aeroeste, formado pela empresa Socicam, que administra a rodoviária do Tietê, em São Paulo, e pela Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico (Sinart). A oferta vencedora foi de 40 milhões de reais, com ágio de 4.739% sobre o valor mínimo de 800 mil reais. O investimento previsto é de 771 milhões de reais.

Já a Zurich Airport levou o bloco Sudeste, que compreende os terminais de Vitória e Macaé. O grupo ofereceu 437 milhões de reais, com ágio de 830% em relação ao lance mínimo de 46,9 milhões de reais. O investimento previsto é de 592 milhões de reais.

Pelas regras do edital, os grupos deverão fazer melhorias nos locais e, além da outorga mínima depositada na assinatura, terão que repassar uma outorga variada ao longo da concessão, que dependerá da receita bruta da concessionária. Esse pagamento, porém, começará após cinco anos. Com a outorga variada, o governo compartilha o risco de perdas que as concessionárias podem ter dependendo da economia.

Este foi o quinto leilão de privatização de aeroportos do país e o primeiro do governo do presidente Jair Bolsonaro. "É uma grande demonstração de confiança no país", afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, no fim da disputa.

Com os 12 aeroportos leiloados nesta sexta-feira, sobe para 22 o número de terminais privatizados. O governo pretende conceder à iniciativa privada todos os aeroportos do país até 2022.



Produção de motocicletas aumenta 8,4% no primeiro semestre

Dados do primeiro semestre deste ano mostram que foram emplacadas 530.034 motocicletas no país

Produção de motocicletas aumenta 8,4% no primeiro semestre

Brasileiro cria sistema eletrônico de comunicação entre motoristas para evitar acidentes

Produto tem usabilidade muito mais simples do que smartphones, mais acessível ao grande público e de baixo custo.

Brasileiro cria sistema eletrônico de comunicação entre motoristas para evitar acidentes

BRT da Colômbia renova frota com ônibus brasileiro

Já são mais de 5.000 ônibus articulados e biarticulados operando em BRTs em toda região

BRT da Colômbia renova frota com ônibus brasileiro

Iveco apresenta novo pesado com conectividade desenvolvida com a Microsoft

Novo Iveco S-Way é apresentado na Europa. Trata-se de um caminhão pesado totalmente para substituir o Hi-Way.

Iveco apresenta novo pesado com conectividade desenvolvida com a Microsoft

Venda de veículos tem alta de 13,45% no semestre

As vendas levam em conta automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus e motocicletas.

Venda de veículos tem alta de 13,45% no semestre

Radar: um mal necessário

O limite de velocidade de uma rodovia não é escolhido por acaso.

Radar: um mal necessário

Apple compra startup de veículos autônomos Drive.ai

A Apple comprou todo o portfólio da Drive.ai de tecnologia em veículos autônomos; startup estava prestes a fechar.

Apple compra startup de veículos autônomos Drive.ai

Tecnologias de segurança vão ajudar mais o motorista brasileiro

Estudos técnicos já são realizados com foco na regulamentação de várias soluções tecnológicas desde dezembro de 2017.

Tecnologias de segurança vão ajudar mais o motorista brasileiro

Placa do Mercosul é adiada para janeiro de 2020

Esta é a sexta vez que o novo processo de emplacamentos é adiado

Placa do Mercosul é adiada para janeiro de 2020

Tecnologias de segurança vão ajudar mais o motorista brasileiro

Novos recursos de assistência ao motorista irão equipar os veículos nacionais em atendimento à demanda do mercado e à força da legislação.

Tecnologias de segurança vão ajudar mais o motorista brasileiro

Startup Voltz lançará scooter elétrica, em agosto, a R$ 9 mil

Startup de Recife traz scooters elétricas que chegam a 60 km/h e possuem autonomia de 60 km; bateria é portátil e recarregável.

Startup Voltz lançará scooter elétrica, em agosto, a R$ 9 mil

Uso de simulador para obtenção de CNH será facultativo

Governo estima uma redução de até 15% no valor cobrado nos centros de formação de condutores

Uso de simulador para obtenção de CNH será facultativo