Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Prefeituras querem regulamentar patinetes elétricos

Prefeituras querem regulamentar patinetes elétricos

10/05/2019 Da Redação

Empresas dizem que disponibilizam informações de segurança a usuários

Prefeituras querem regulamentar patinetes elétricos

A recente oferta de aluguel de patinetes elétricos nas grandes cidades aliada ao aumento no número de usuários tem feito com que governos e prefeituras corram para tentar regulamentar a atividade.

Não há normas sobre o uso do novo modal o que tem transformado ruas em locais sem lei para os patinetes. A maior parte deles não usa capacete, apesar das recomendações das empresas que oferecem o serviço.

Na avaliação do especialista em mobilidade Ronaldo Balassiano, o estabelecimento de normas para uso do equipamento trará mais segurança para motoristas, pedestres e usuários do serviço. Segundo ele, os governos têm demorado para fazer a regulamentação.

No Distrito Federal, a Secretaria de Mobilidade informou que o governo está elaborando um projeto de lei para atualizar a política de mobilidade urbana cicloviária, que já prevê o uso das bicicletas compartilhadas e dos patinetes. Entretanto, ainda não há uma data prevista para apresentar a proposta.

As empresas que fornecem o serviço afirmam que disponibilizam as informações de segurança no momento em que o usuário se cadastra no aplicativo. Elas informam que têm como prioridade a prevenção de acidentes e que trabalham para intensificar as campanhas de conscientização em prol do uso correto dos patinetes, através do aplicativo e pelas redes sociais. A velocidade recomendada aos usuários é de 6 km/h nas calçadas e de 20 km/h nas ciclovias ou ciclofaixas.

Foto: Rovena Rosa
Fonte: Agência Brasil



Brasileiro cria sistema eletrônico de comunicação entre motoristas para evitar acidentes

Produto tem usabilidade muito mais simples do que smartphones, mais acessível ao grande público e de baixo custo.

Brasileiro cria sistema eletrônico de comunicação entre motoristas para evitar acidentes

BRT da Colômbia renova frota com ônibus brasileiro

Já são mais de 5.000 ônibus articulados e biarticulados operando em BRTs em toda região

BRT da Colômbia renova frota com ônibus brasileiro

Iveco apresenta novo pesado com conectividade desenvolvida com a Microsoft

Novo Iveco S-Way é apresentado na Europa. Trata-se de um caminhão pesado totalmente para substituir o Hi-Way.

Iveco apresenta novo pesado com conectividade desenvolvida com a Microsoft

Venda de veículos tem alta de 13,45% no semestre

As vendas levam em conta automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus e motocicletas.

Venda de veículos tem alta de 13,45% no semestre

Radar: um mal necessário

O limite de velocidade de uma rodovia não é escolhido por acaso.

Radar: um mal necessário

Apple compra startup de veículos autônomos Drive.ai

A Apple comprou todo o portfólio da Drive.ai de tecnologia em veículos autônomos; startup estava prestes a fechar.

Apple compra startup de veículos autônomos Drive.ai

Tecnologias de segurança vão ajudar mais o motorista brasileiro

Estudos técnicos já são realizados com foco na regulamentação de várias soluções tecnológicas desde dezembro de 2017.

Tecnologias de segurança vão ajudar mais o motorista brasileiro

Placa do Mercosul é adiada para janeiro de 2020

Esta é a sexta vez que o novo processo de emplacamentos é adiado

Placa do Mercosul é adiada para janeiro de 2020

Tecnologias de segurança vão ajudar mais o motorista brasileiro

Novos recursos de assistência ao motorista irão equipar os veículos nacionais em atendimento à demanda do mercado e à força da legislação.

Tecnologias de segurança vão ajudar mais o motorista brasileiro

Startup Voltz lançará scooter elétrica, em agosto, a R$ 9 mil

Startup de Recife traz scooters elétricas que chegam a 60 km/h e possuem autonomia de 60 km; bateria é portátil e recarregável.

Startup Voltz lançará scooter elétrica, em agosto, a R$ 9 mil

Uso de simulador para obtenção de CNH será facultativo

Governo estima uma redução de até 15% no valor cobrado nos centros de formação de condutores

Uso de simulador para obtenção de CNH será facultativo

Emissão de CNH para surdos cresce 38% em cinco anos

Crescimento foi de 38,5% em 5 anos, segundo o Detran de São Paulo

Emissão de CNH para surdos cresce 38% em cinco anos