Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Produção de motocicletas aumenta 18% no primeiro semestre de 2022

Produção de motocicletas aumenta 18% no primeiro semestre de 2022

12/07/2022 Henri Navesuh

Segundo a Abraciclo, a categoria mais vendida foi a de uso em cidades.

Produção de motocicletas aumenta 18% no primeiro semestre de 2022

A produção de motocicletas alcançou as 671.293 unidades no primeiro semestre do ano de 2022, 18% a mais do que as 568.863 produzidas no mesmo período do ano passado, de acordo com a balanço divulgado nesta terça-feira (12/7) pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

No mês de junho 101.695 motocicletas saíram das linhas de montagem, queda de 21,6% na comparação com maio, quando foram produzidas 129.781 e de 3,6% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando a produção foi de 105.450 motocicletas.

As vendas totalizaram 636.565 unidades no acumulado do ano, o que representa um aumento de 23,1% na comparação com o mesmo período de 2021, quando foram licenciadas 517.154 motocicletas. Em junho, houve queda de 9,4% nos emplacamentos com um total de 20.841 unidades ante as 133.344 unidades de maio. Com relação ao mesmo mês do ano passado (106.680 motocicletas) houve alta de 13,3%.

Segundo o balanço, a categoria mais vendida foi a street (conhecidas também como city, são desenhadas para uso nas cidades) com 59.364 unidades e 49,1% de participação no mercado, seguida pela trail (motos mais leves, com suspensão de curso longo e para-lamas altos) que teve 24.213 motocicletas vendidas e foi 20% do mercado. A Motoneta aparece em terceiro lugar com 18.169 unidades e 15% da participação nas vendas.

Para mais informações sobre motocicletas clique aqui.

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Agência Brasil



O atual cenário do setor de transportes na logística

Nos últimos anos, as empresas de transportes estão enfrentando turbulências provocadas por instabilidades econômicas, sociais ou até mesmo políticas.

O atual cenário do setor de transportes na logística

Home office alivia o peso do preço do combustível

As empresas e os trabalhadores aprenderam nos últimos anos como tornar o home office eficaz e funciona.

Home office alivia o peso do preço do combustível

Começou ruim, mas com boas perspectivas para melhorar

Esse primeiro semestre de 2022 foi de causar arrepios em toda cadeia automotiva.

Começou ruim, mas com boas perspectivas para melhorar

Vendas de veículos caem 4,8% em junho, diz Anfavea

Produção recua 1,1% e exportação cresce 2,7%.

Vendas de veículos caem 4,8% em junho, diz Anfavea

Comprar ou alugar carro: o que vale mais a pena?

Especialista ajuda a decidir qual a melhor opção no atual momento da economia brasileira.

Comprar ou alugar carro: o que vale mais a pena?

Frota própria, transportadora e/ou primarização logística?

Era uma vez, um fazendeiro que vivia no litoral e tinha dificuldades de encontrar empregados.

Frota própria, transportadora e/ou primarização logística?

Nova pesquisa: escassez de motoristas aumenta, devendo saltar até 40% em 2022

A escassez crônica de motoristas comerciais está piorando, com milhões de vagas ainda não preenchidas


Por que as baterias trabalham mais no inverno?

As baterias são mais exigidas em temperaturas baixas.

Por que as baterias trabalham mais no inverno?

BB reduz taxa para financiamento de carro híbrido e elétrico

Medida pretende incentivar a compra de carros sustentáveis.

BB reduz taxa para financiamento de carro híbrido e elétrico

Emplacamento de veículos sobe 25,09% em maio, diz Fenabrave

Automóveis e comerciais leves têm alta de 27,15% e são destaque.

Emplacamento de veículos sobe 25,09% em maio, diz Fenabrave

Cartilha dá dicas para turistas em viagens de carro

Publicação também aborda direitos do consumidor durante a viagem.

Cartilha dá dicas para turistas em viagens de carro

Saiba reconhecer os danos causados pelo uso de combustível adulterado

A mistura incorreta impede a queima correta do combustível e ocasiona perdas de rendimento, maior consumo, desgaste acelerado de componentes e danos no sistema de injeção do veículo.

Saiba reconhecer os danos causados pelo uso de combustível adulterado