Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Quais foram os imprevistos médicos mais recorrentes dos viajantes durante o último ano?

Quais foram os imprevistos médicos mais recorrentes dos viajantes durante o último ano?

03/10/2019 Da Redação

Problemas gastrointestinais encabeçam as assistências médicas no exterior. Qual é o custo das urgências no exterior?

Quais foram os imprevistos médicos mais recorrentes dos viajantes durante o último ano?

A ASSIST CARD, empresa do segmento de seguro viagem no Brasil, realizou um levantamento a nível global sobre as assistências mais oferecidas, assim como as nacionalidades que mais as solicitaram e os destinos onde houve mais consultas.

Além disso, o estudo aponta quão importante é entender sobre as diferentes coberturas dos países de destino. Por exemplo, os custos por uma fratura na perna com internação e uma cirurgia são muito diferentes se acontece nos Estados Unidos ou no Brasil. No primeiro caso, as cifras chegam a mais de 110 mil dólares enquanto que no segundo o montante é de 10 mil dólares.

De julho de 2018 a junho de 2019, foram processados um total de 180.868 casos dos quais 81,4% (147.163 casos) corresponderam a assistências médicas.

Quais são as doenças mais atendidas?

No ano analisado, a maior quantidade de assistências médicas solicitadas pelos viajantes à ASSIST CARD, em nível global, esteve vinculada a problemas gastrointestinais. Estas consultas representaram 24,2% (35.613 casos) e, como afirma a Liz Bichara, Gerente do Departamento Médico da ASSIST CARD Internacional, incluem problemas que vão desde a 'diarréia do viajante' até uma peritonite.

Em segundo lugar, estão as consultas de problemas dermatológicos, que estão relacionadas à pele. Estas representam 19,1% (28.108 casos) e incluem doenças como dermatite atópica, urticária, bolhas, infecções por fungos e/ou câncer de pele pela exposição solar sem proteção, entre outras.

As consultas por sintomas otorrinolaringológicos, como doenças que afetam as vias respiratórias, voz, audição, fala e os seios paranasais, ocupam o terceiro lugar. Nesta linha, as doenças de ouvido e seus estados mais severos, como perda da audição e perfuração do tímpano, entre outras manifestações, representam 13,5% (19.867 casos).

Fecham o Top 5 de problemas de saúde mais atendidos as traumatologias, com 10% (14.716 casos) e as odontológicas, com 6% (8.829 casos). No primeiro caso, figuram os entorses, luxações, fraturas e traumatismos; no segundo aparecem doenças como pulpite, catarro dentário e até perda de dentes.

Quais foram os locais que mais solicitaram assistência médica?

O estudo também identificou que o destino onde mais assistências médicas foram oferecidas durante o período analisado foram Estados Unidos, com 16,8% (24.681 casos). Logo em seguida estavam Espanha (10,9%), Brasil (8,1%), Argentina (7,1%), México (6%), Colômbia (4,6%), República Dominicana (4,4%), Austrália (4,2%), Cuba (2,8%) e Peru (2,6%), que encerraram o top 10.

É importante destacar que para entrar em alguns dos países mencionados anteriormente, é obrigatório contar com um seguro de viagem. No caso de Cuba que, desde maio de 2010, exige que os turistas contratem um plano de seguro com a finalidade de preservar seu bem-estar e garantir sua atenção diante de qualquer inconveniente. O mesmo acontece na Espanha, país que integra o Tratado Schengen, que exige que os viajantes precisam de um seguro com uma cobertura acima de 30 mil euros e que possa cobrir os gastos com eventuais repatriações.

Quem solicitou mais assistência médica nas viagens?

A pesquisa revelou também que, do total de seguros médicos processados, os turistas latino-americanos foram os que mais solicitaram. No Top 10 de consultas estão oito países da região, sendo os argentinos que mais fizeram consultas com 26%. Em seguida estão os viajantes de Colômbia (16%), Brasil (14,8%), Chile (13,1%), Peru (6,1%) e Uruguai (4,3%). No meio figuram os turistas da Coreia do Sul (4%) e por fim estão outros países da América Latina como México (2,7%), Equador (1,4%) e Bolívia (1,3%).

Cada problema tem seu custo

Os imprevistos, como enfermidades ou acidentes, não estão nos planos de nenhum viajante. Sem dúvidas, muitas vezes surgem e interrompem os planos de viagem tão sonhados. Mesmo que o viajante não possa prevê-los, é possível se preparar caso eles apareçam. Viajar com um seguro de viagem adequado garantirá que a única preocupação seja desfrutar.

Para isso, no momento de escolhê-lo, é fundamental conhecer o destino, pois os custos médicos podem variar muito de um país para o outro. Por exemplo, uma internação de dois a três dias na Espanha por um problema dermatológico pode custar quase 30 mil dólares. Além disso, uma hospitalização no Brasil por dois dias como consequência de uma gastroenterocolite teria o custo que se chega a 50 mil dólares.

Os números aumentam em caso de fratura durante as férias em um centro de esqui ou algum resort no Colorado, Estados Unidos. Uma internação de vários dias, e uma eventual cirurgia, podem chegar a custar mais de 110 mil dólares.

Fonte: ASSIST CARD e RPMA Comunicação



Gramado vira polo da patinação artística no gelo

Cidade gaúcha se torna um polo de desenvolvimento de atletas da patinação no gelo.

Gramado vira polo da patinação artística no gelo

Alter do Chão é opção de turismo baseado na economia familiar

Vilarejo de Alter do Chão (PA) recebeu 190 mil turistas, em 2018.

Alter do Chão é opção de turismo baseado na economia familiar

Brasileira transforma aventuras na Austrália em livro guia

"Uma Brasileira no País dos Cangurus" é livro guia para quem quer morar fora.

Brasileira transforma aventuras na Austrália em livro guia

JetSMART anuncia os primeiros destinos a serem operados no Brasil

País será o quarto destino internacional da companhia aérea ultra low cost e terá voos para as cidades de São Paulo, Foz do Iguaçu e Salvador

JetSMART anuncia os primeiros destinos a serem operados no Brasil

Rock in Rio eleva para 78% ocupação hoteleira do Rio

Shows ocorrerão de 27 a 29 de setembro e entre 3 e 6 de outubro.

Rock in Rio eleva para 78% ocupação hoteleira do Rio

Programa ‘Investe Turismo’ percorre 16 estados em três meses

Quase 3 mil pessoas participaram dos seminários de lançamento do projeto que fomenta a atividade no Brasil.

Programa ‘Investe Turismo’ percorre 16 estados em três meses

Balneário de Iriri recebe Festival de Frutos do Mar

Um grande numero de turistas são aguardados no balneario capixaba.

Balneário de Iriri recebe Festival de Frutos do Mar

Gastos de brasileiros em viagens internacionais caem 5,2%

Com o dólar em alta, as despesas de brasileiros em viagens ao exterior se reduziram em agosto.

Gastos de brasileiros em viagens internacionais caem 5,2%

MTur realiza diagnóstico para alteração em Registro de Hóspedes

Ficha Nacional de Registro de Hóspedes deve se tornar digital.

MTur realiza diagnóstico para alteração em Registro de Hóspedes

Cinco passeios de barco que só o Brasil tem

Conhecer as 365 ilhas de Angra, o city tour a bordo no Rio, o mar histórico de Salvador e as praias intocadas de Ubatuba e Guarujá

Cinco passeios de barco que só o Brasil tem

Parque Estadual de Nova Baden comemora 25 anos

Parque está localizado no município de Lambari, na região Sul de Minas Gerais.

Parque Estadual de Nova Baden comemora 25 anos

Minas Gerais tem 471 cidades no Mapa do Turismo Brasileiro

A categorização dos municípios é um instrumento para conferir desempenho das economias turísticas locais.

Minas Gerais tem 471 cidades no Mapa do Turismo Brasileiro