Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Turismo para população de baixa renda

Turismo para população de baixa renda

08/03/2006 Da Redação

O Data Popular, instituto de pesquisas e consultoria especializado nas classes C, D e E da população, apresenta estudo sobre turismo para a base da pirâmide. Os dados foram apurados com 1500 pessoas, residentes nas cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador e Goiânia, através de questionários, além de entrevistas em profundidade, formação de grupos de discussão e participação em viagens de observação, que marcaram características muito interessantes no comportamento dessas pessoas, quando o assunto é viajar.

Ao contrário do que se imagina, existe um mercado turístico de baixa renda e agências de viagem que trabalham para esse público. Claro, existe também o mercado informal. De acordo com os executivos do Data Popular, as famílias de baixa renda gastaram R$3,8 bilhões com viagens em 2003, corrigido, esse montante é de R$4,5 bilhões em 2005, com concentração desse consumo na classe C. 

O destino dessas pessoas tem focos variados. Praias e similares, destinos inusitados (como cidades onde existem presídios), excursões de imigrantes e religiosas são alguns dos focos. O interior dos estados são as rotas majoritárias, esses locais são escolhidos por cerca de 66% dos entrevistados. O litoral fica com 26% da preferência. "Essas pessoas viajam, normalmente, para visitar parentes e amigos que moram em cidades próximas. Assim, gastos com estadia e alimentação são menores, além de aliar um lugar de interesse com a possibilidade de realizar um desejo tendo em vista um orçamento restrito", revela a diretora. De acordo com a pesquisa, 62% dos entrevistados ficam hospedados na casa de parentes. 

Na informalidade, atuam alguns organizadores, moradores do bairro, que costumam colocar placas nos próprios carros e nos portões das casas como forma de chamar a atenção para as excursões. Porém, como não tem acesso a informação e possuem restrições orçamentárias, o negócio acaba não sendo expandido. Algumas agências também oferecem o serviço, mas as ofertas ainda são modestas e mais utilizadas por idosos, que procuram pacotes de curta duração. Outra modalidade é a das famosas viagens bate-volta, praticadas por jovens, que vão a shows em cidades próximas, jogos de futebol e fazem também, viagens religiosas. 

Para o transporte o veículo mais utilizado é o ônibus. Cerca de 64% das pessoas viajam dessa maneira para passeios que levam, em média, 8 horas. Apenas 3% das pessoas das classes C, D e E já viajaram de avião.

Fonte: Texto & Imagem Assessoria de Comunicação.



Portal mostra destinos de Minas que prometem um Carnaval inesquecível

De Norte a Sul do estado, há opções para quem quer curtir a festa ou relaxar no feriado.

Portal mostra destinos de Minas que prometem um Carnaval inesquecível

Aeroportos devem receber 1,36 milhão de passageiros durante o carnaval

Estimativa inclui os 42 terminais da rede Infraero.

Aeroportos devem receber 1,36 milhão de passageiros durante o carnaval

Experiência cinco-estrelas em castelo no sul da França

Château Hotel Grand Barrail é a união perfeita do charme de um castelo francês do século 19 com estrutura hoteleira moderna.

Experiência cinco-estrelas em castelo no sul da França

Parque Nacional da Tijuca recebe quase 3 milhões de turistas em 2019

Unidade de conservação é líder em número de visitantes há 10 anos.

Parque Nacional da Tijuca recebe quase 3 milhões de turistas em 2019

6 problemas de saúde comuns em uma viagem e como evitá-los

Você está planejando uma viagem e não pretende ter aborrecimentos enquanto se diverte? Neste artigo, conheça os 6 problemas de saúde comuns em uma viagem e como evitá-los.

6 problemas de saúde comuns em uma viagem e como evitá-los

Turismo deve movimentar R$ 8 bilhões no carnaval 2020

CNC estima que fluxo interno de turistas deve impulsionar o maior volume de receitas dos últimos cinco anos

Turismo deve movimentar R$ 8 bilhões no carnaval 2020

Destinos de viagem com experiências inusitadas para 2020

Já imaginou passear de buggy por um vulcão em atividade, vivenciar os bastidores da Broadway ou até mesmo caçar tesouros pela enigmática Berlim?

Destinos de viagem com experiências inusitadas para 2020

Gastos de brasileiros no exterior caem 5,4% em 2019, diz BC

Entre outros fatores, a cotação do dólar influencia as despesas.

Gastos de brasileiros no exterior caem 5,4% em 2019, diz BC

Parque do Ibitipoca oferece novidade para pessoas com mobilidade reduzida

Cadeiras adaptadas possibilitam a pessoas com dificuldade de locomoção acesso às atrações da reserva,

Parque do Ibitipoca oferece novidade para pessoas com mobilidade reduzida

Destinos de natureza são boa opção nas férias em Minas

Parques, monumentos naturais e outras reservas ambientais espalhadas pelo estado são roteiros turísticos com diversas atividades.

Destinos de natureza são boa opção nas férias em Minas

O que é ETIAS e como isso afetará as viagens à Europa?

O Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (ETIAS) é uma das estratégias para manter a segurança do Espaço Schengen para turistas e  residentes.

O que é ETIAS e como isso afetará as viagens à Europa?

Viagens de brasileiros para Lisboa crescem 6% no último ano

A capital portuguesa também foi o segundo destino mais procurado pelos viajantes para o Réveillon.

Viagens de brasileiros para Lisboa crescem 6% no último ano