Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Worms: conhecê-la é mergulhar na história da Alemanha

Worms: conhecê-la é mergulhar na história da Alemanha

02/12/2008 Divulgação

 Nenhuma outra cidade alemã reúne um pouco de tudo como Worms: história milenar, berço de lendas, arquitetura de tirar o fôlego e rota obrigatória para quem se interessa pelo judaísmo.

De longe ela já pode ser avistada. E, com a proximidade, vem o questionamento da capacidade humana de construir monumentos. É com esta sensação de que somos muito pequenos que a Catedral de São Pedro surge na parte mais alta do centro da cidade de Worms. O prédio é um dos mais belos exemplos de arquitetura românica na Alemanha. Impossível não contemplá-la da rua. Mais surpresas aguardam o visitante do lado de dentro. Ao longo da história da humanidade, a catedral de Worms presenciou grandes acontecimentos, como a eleição do papa Leão 9 (que foi posteriormente confirmado por Roma) e a Dieta real, assembléia que mudou os rumos do Cristianismo.

Os trabalhos de construção ocorreram entre 1130 e 1181, ao mesmo tempo em que a basílica românica do século 11 no mesmo local era derrubada. Mas o primeiro registro data de 614. Catedrais alemãs construídas em homenagem a imperadores são usualmente denominadas catedrais imperiais. A de Worms forma, junto com as de Mainz e de Speyer, uma tríade de igrejas que são exemplo único do românico no mundo.

Worms judaica

Dificilmente outra cidade européia tem tantos elementos arquitetônicos que lembram a cultura e fixação judaica como Worms. Devido à convivência entre cristãos e judeus, a cidade recebeu o nome de "pequena Jerusalém". Apesar do período negro do Terceiro Reich, uma comunidade de fé judaica se manteve ativa em Worms. A destruição com a Segunda Guerra Mundial não conseguiu apagar as evidências do significado do judaísmo na região. O destaque em Worms é o cemitério judaico (Heiliger Sand, areia sagrada, em alemão).

Situado na parte sudoeste e em frente aos muros da cidade - de acordo com regras religiosas, os cemitérios tinham que ficar do lado de fora do povoado -, é o mais antigo do gênero na Europa. As lápides mais velhas datam do ano de 1076. Quem pisa no Heiliger Sand, além de entender a necessidade de respeitar as tradições judaicas, precisa compreender que o tempo passa de maneira diferente entre seus muros. Na entrada do cemitério fica uma fonte utilizada para o ritual de lavar as mãos após a visita.

A Dieta de Worms

Worms também teve papel importante durante a Reforma Protestante. O alemão Martinho Lutero foi chamado à cidade para a renunciar ou confirmar suas idéias, durante a Dieta real de 1521. Em 16 de abril, Lutero apresentou-se diante da Dieta, em Worms. Ao alemão, foi mostrada uma mesa cheia de cópias de seus escritos. Perguntado se os textos eram seus e se acreditava no conteúdo das obras, Martinho Lutero pediu um tempo para pensar em sua resposta. Lutero, então, isolou-se em oração e depois consultou seus aliados e amigos, apresentando-se à Dieta no dia seguinte.

Quando o colegiado tratou do assunto novamente, o religioso disse: "Não posso fazer outra coisa, esta é a minha posição. Que Deus me ajude!". Nos dias seguintes, seguiram-se muitas conferências privadas para determinar qual o destino de Lutero. Antes que a decisão fosse tomada, Lutero abandonou Worms. Durante seu regresso a Wittenberg, desapareceu. O imperador redigiu, então, o Édito de Worms a 25 de maio de 1521, declarando Martinho Lutero fugitivo e herege, e proscrevendo suas obras. Assim, Worms entrava definitivamente na história da Alemanha.

Casa dos Nibelungos 

Não há como não associar os Nibelungos a Worms. Não é à toa que o principal museu dedicado à epopéia histórica de ascensão e queda do reino da Burgúndia fica na cidade.  A história habita o imaginário alemão, que conta com uma rota de cidades que fariam parte da lenda. Além de Worms, integram a lista Königswinter, Xanten, Lorsch e Passau. Em Worms residiam os reis da Burgúndia, além de Kriemhild, que seria a esposa de Siegfried, herói da mitológica história. Os principais acontecimentos ocorreram na região de Worms e são retratados no museu multimídia, inaugurado em 2001. Outro elemento que deu notoriedade à lenda foi o ciclo de óperas O Anel do Nibelungo, do alemão Richard Wagner. A tetralogia é dividida em O Ouro do Reno, A Valquíria, Siegfried e O Crepúsculo dos Deuses.

Mais informações sobre a Alemanha e a Europa no site www.DW-WORLD.DE/brasil



Galleria Borghese: um dos museus mais fascinantes da Itália

Desde os seus primórdios, a Villa Borghese foi concebida como um lugar de florescimento cultural.

Galleria Borghese: um dos museus mais fascinantes da Itália

Suíça é o destino perfeito para curtir a temporada de inverno na Europa

Destino conta com opções para os amantes dos esportes radicais e também passeios mais tranquilos.

Suíça é o destino perfeito para curtir a temporada de inverno na Europa

Mais 19 mil pessoas visitaram o Parque Nacional do Iguaçu no feriadão

Visitantes de 31 nacionalidades passaram pelo parque.

Mais 19 mil pessoas visitaram o Parque Nacional do Iguaçu no feriadão

Minas Gerais é destaque em importante evento de Turismo de Negócios da América Latina

Secult-MG participa da 48ª Abav Expo & Collab, em Fortaleza.

Minas Gerais é destaque em importante evento de Turismo de Negócios da América Latina

Palácio da Liberdade em BH é reaberto para visitação

A principio, as visitações ao Palácio poderão ser feitas apenas nos fins de semana.

Palácio da Liberdade em BH é reaberto para visitação

Turismo de experiência: nova tendência pós-pandemia

Quando poderemos viajar novamente? Essa é uma pergunta que muitas pessoas estão fazendo já pensando nas férias e nos feriados de final do ano.

Turismo de experiência: nova tendência pós-pandemia

Turista brasileiro não repete destinos, mostra pesquisa

Dados do Booking.com avalia comportamento e novos hábitos de viajantes de diversas regiões do Brasil.

Turista brasileiro não repete destinos, mostra pesquisa

Conheça a cidade de Gênova

Gênova, a capital da animada região da Ligúria, é "magnífica por seu povo e suas muralhas", como Petrarca a caracterizou.

Conheça a cidade de Gênova

Sebrae Minas e parceiros lançam marca da Rota Caminhos Franciscanos

Projeto pretende atrair turistas do Brasil e do exterior para a região do Vale do Mucuri, que interliga Teófilo Otoni a Itambacuri.

Sebrae Minas e parceiros lançam marca da Rota Caminhos Franciscanos

Motorhome de 6,90 m2 tem banheiro, sala de jantar, cozinha e quarto!

Engana-se quem pensa nos veículos como casas improvisadas sobre rodas.

Motorhome de 6,90 m2 tem banheiro, sala de jantar, cozinha e quarto!

Governo anuncia mais R$ 25 mi para retomada de atividades turísticas em MG

Valores do programa Reviva Turismo são destinados a iniciativas para promoção e capacitação do setor no estado.

Governo anuncia mais R$ 25 mi para retomada de atividades turísticas em MG

Turismo é história

Foi em meados do século XIX que o inglês Thomas Cook promoveu a primeira viagem organizada de que se tem registro na história.

Turismo é história