Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Nosso Futuro é Agro

Nosso Futuro é Agro

04/10/2018 J. A. Puppio

O Brasil ficou muito atrás de vários países em tecnologia: Coreia, Japão, Alemanha, frança e USA.

Não temos capital para acompanhar estes países. Mas sabemos bem que qualquer destes países muito adiantados em tecnologia não possui algo que o Brasil tem que é a extensão de terras agriculturáveis.

O nosso mundo vem ano a ano crescendo em população e para isto existe a necessidade de alimentá-los. Dentro dessa premissa, incluímos não só alimentos para seres humanos, bem como produtos para as necessidades básicas de todos.

Vamos colocar alguns exemplos aqui para podermos entender: enquanto qualquer país que já tenha adquirido excelente grau tecnológico necessita de papel e esse item é derivado de madeira, temos que estabelecer uma comparação: enquanto que uma madeira na região norte do planeta onde estão Alemanha, USA, França, Japão, Coreia para ser colhida precisa de 20 anos, em nosso país a madeira para celulose somente precisa de 8 anos e imaginem nossa extensão territorial comparada a estes países.

Hoje o Brasil já é referência mundial em celulose, mas poderíamos ser 10 vezes mais competitivos se tivéssemos um governo preocupada com a sua indútria. Poderíamos abastecer o mundo não só com celulose, mas também com papel, assim criaríamos mais ou menos 10 milhões de empregos com um planejamento de 5 a 6 anos.

Hoje o Brasil produz 180 milhões de toneladas de soja, isto sem estradas, sem ferrovias e sem rodovias, se houvesse um bom governo, onde ao invés de roubar o dinheiro publico tivesse uma administração de planejamento, sem propinas, sem roubalheiras, temos a certeza de que poderíamos chegar em poucos anos a 400 milhões de toneladas de soja e teríamos 40% do comércio mundial de grãos usando o mesmo caminho.

Podemos exemplificar ainda mais quando verificamos a carência de países que não apresentam uma independência em combustíveis e estão a procura de combustíveis não poluentes. Nosso país é o único do planeta terra que pode suprir grande parte desta necessidade, pois temos terra e tecnologia para plantar e produzir etanol, sendo este para atender o nosso consumo e para exportação. Precisamos somente de planejamento e seriedade para estarmos num sistema de pleno emprego em poucos anos.

Isso tudo mostra como para o Brasil nada é tão difícil de melhorar, uma vez que temos recursos naturais e terras agricultáveis, além de tecnologia de ponta. O que nos falta no momento é um plano de governo que priorize os brasileiros e a indústria instalada capaz de gerar empregos e que conduza o País apenas com coragem e seriedade.

* J.A.Puppio é engenheiro, empresário e autor do livro “Impossível é o que não se tentou”.

Fonte: Vervi Assessoria



Tecnologia e inovação no agro: as tendências para o setor em 2024

Utilização de inteligência artificial, e principalmente, a maior redução do impacto de emissões de carbono ao meio ambiente tornam-se aliados ao mercado agrícola.

Autor: Divulgação

Tecnologia e inovação no agro: as tendências para o setor em 2024

Estratégias de marketing na internacionalização de empresas agrícolas

O Brasil é um dos maiores produtores e exportadores de soja, café, açúcar, carne bovina, e uma série de outros produtos agrícolas essenciais.

Autor: Ricardo Martins

Estratégias de marketing na internacionalização de empresas agrícolas

Transformação digital no agro brasileiro: inovações em 2024

As tendências de inovação no agro brasileiro e as tecnologias que impulsionam a eficiência e promovem práticas agrícolas sustentáveis.

Autor: Divulgação

Transformação digital no agro brasileiro: inovações em 2024

Agronegócio: a importância de mais investimentos e crédito para o setor em 2024

Não há dúvidas que a agricultura evoluiu muito, afinal, em 40 anos.

Autor: Henrique Galvani

Agronegócio: a importância de mais investimentos e crédito para o setor em 2024

O agronegócio precisa se preparar para os impactos da mudança climática

A mudança climática está afetando o mundo e a forma como vivemos. Basta acompanharmos as notícias, que podemos ver esses impactos de forma clara e nítida.

Autor: James Hodge

O agronegócio precisa se preparar para os impactos da mudança climática

Reforma tributária e o agronegócio

No panorama econômico brasileiro, o agronegócio ocupa espaço de alta relevância.

Autor: Angelo Ambrizzi

Reforma tributária e o agronegócio

Energia solar é aposta do agronegócio para garantir produtividade e economia

O agronegócio tem sido um forte impulsionador da energia solar no Brasil, visto que encontrou nesta fonte a solução para superar os desafios no suprimento de energia.

Autor: Rodrigo  Marcolino

Energia solar é aposta do agronegócio para garantir produtividade e economia

As biossoluções e as transformações possíveis na agricultura brasileira

A crescente demanda por alimentos coloca pressão sobre a agricultura para aumentar a produção.

Autor: William Yassumoto

As biossoluções e as transformações possíveis na agricultura brasileira

Conectividade no campo e o futuro da indústria de máquinas agrícolas no Brasil

O Brasil é uma nação de vastas terras férteis e um setor agrícola que desempenha um papel crucial em sua economia.

Autor: José Velloso

Conectividade no campo e o futuro da indústria de máquinas agrícolas no Brasil

O inabalável crescimento do agronegócio brasileiro

Num cenário nacional em constante mudança e sob a iminência de um novo governo, as previsões tornam-se complexas e estão repletas de nuances.

Autor: Diogo Luchiari Fructuoso

O inabalável crescimento do agronegócio brasileiro

Como a variação do dólar impacta o produtor brasileiro?

A projeção para a moeda americana ao final de 2023 é R$5, R$5,05 para 2024 e R$5,10 em 2025.

Autor: Enrico Manzi

Como a variação do dólar impacta o produtor brasileiro?

Conflito entre Israel e Hamas pode gerar impactos no agronegócio

Especialista em investimentos para o segmento agro cita pontos que merecem atenção no cenário atual.

Autor: Rafaela Debiasi