Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O agro e a balança comercial do Brasil

O agro e a balança comercial do Brasil

23/03/2023 José Otávio Menten

A balança comercial mede a relação entre as exportações e importações de um país e constitui em importante indicador econômico.

O agro e a balança comercial do Brasil

O agro brasileiro vem se destacando nos últimos 50 anos, colocando o Brasil como um dos maiores produtores e exportadores mundiais de alimentos, fibras naturais e bioenergia. A produção de grãos na safra 2022/23 deve ultrapassar os 310 milhões de toneladas. O VBP (Valor Bruto da Produção Agropecuária) em 2022 foi de R$1.189 bilhões; para 2023 a estimativa é que o VBP alcance R$1.263 bilhões. O PIB (Produto Interno Bruto) do agro brasileiro em 2022 foi de R$ 500 bilhões. São indicadores robustos e consistentes que demonstram a importância do agro para o desenvolvimento do Brasil.

A balança comercial mede a relação entre as exportações e importações de um país e constitui em importante indicador econômico. O saldo da balança comercial resulta da diferença entre as exportações e importações. Estes valores são produzidos pela SCEX/Secretaria de Comércio Exterior) do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços). Em 2022 o Agro Brasileiro exportou US$ 159 bilhões e importou US$ 58 bilhões. O superávit da balança comercial do setor foi de US$ 101 bilhões. As exportações do agro representaram 47,6% do total que o Brasil exportou. O superávit na balança comercial do Brasil em 2022 foi de US$ 61,8 bilhões.

As exportações do agro em 2022 superaram em 32% o obtido em 2021, graças ao aumento do volume (mais 8,1%) e os bons preços internacionais. Os setores exportadores que mais se destacaram em 2022 foram o complexo soja (US$ 60,95 bilhões/38,3%), carnes (US$ 25,67 bilhões/16%), produtos florestais (US$ 16,49 bilhões/10,4%), cereais, farinhas, preparações (US$ 14,46 bilhões/9,1%) e complexo sucro-alcooleiros (US$ 12,79 bilhões/8%).

 Os principais destinos das exportações do agro em 2022 foram China (32%), União Europeia (16,1%), Oriente Médio (15%), Estados Unidos (66%), Irã (2,7%) e Japão (2,7%). É importante, além da consolidação destes mercados, ampliar a exportação para outros países. Assim como ampliar os produtos exportados incluindo a agregação de valor através do processamento dos produtos “in natura”.

O Brasil deve ficar atento às variações no comércio internacional. Nenhum país é autossuficiente em todas suas necessidades, havendo espaço para trocas comerciais. Por exemplo, o Brasil deverá liderar as exportações mundiais de milho em 2023. As exportações de soja deverão ser 18% maiores em 2023.

É importante lembrar que o Brasil é líder mundial nas exportações de soja, café, açúcar, suco de laranja, carne bovina e carne de frango; e o 2º exportador de etanol, milho e algodão. No suco de laranja o Brasil é responsável por 79% das exportações globais e na soja por 54%. Entretanto, existe espaço para ampliação deste mercado internacional.

* José Otávio Menten, Engenheiro Agrônomo, Professor Sênior da USP/ ESALQ e Presidente do Conselho Científico Agro Sustentável.

Para mais informações sobre agronegócio clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Alfapress Comunicações



Celeiro do mundo, agro precisa debater mais pautas sobre o clima

Governos e instituições globais devem reconhecer a urgência de apoiar startups que endereçam soluções ao setor e produtores que querem realizar a transição para uma agricultura regenerativa.

Autor: Henrique Galvani

Celeiro do mundo, agro precisa debater mais pautas sobre o clima

Cemig lança programa que beneficia produtores rurais mineiros

Criação de canais de atendimento exclusivos e especializados e melhorias na rede elétrica no interior integram série de ações previstas no Cemig Agro.

Autor: Divulgação

Cemig lança programa que beneficia produtores rurais mineiros

Volkswagen lança campanha com Luan Santana para o agronegócio

A Volkswagen Caminhões e Ônibus acaba de lançar uma nova campanha focada no agronegócio com o cantor Luan Santana.

Autor: Frota News

Volkswagen lança campanha com Luan Santana para o agronegócio

Embrapa vai coordenar evento que reúne instituições dos cinco continentes

Especialistas do Brasil e exterior, incluindo um Nobel da Paz, vão discutir sustentabilidade do agro e segurança alimentar.

Autor: Divulgação

Embrapa vai coordenar evento que reúne instituições dos cinco continentes

Como a automação permite ao agronegócio superar desafios climáticos

O perfil de risco das alterações climáticas na indústria alimentar e no agronegócio é complexo.

Autor: Fernando Cesar Rocha

Como a automação permite ao agronegócio superar desafios climáticos

De olho no futuro do agro brasileiro

O Brasil passou de importador a um dos principais exportadores mundiais de alimentos em apenas quatro décadas.

Autor: Fábio Torquato

De olho no futuro do agro brasileiro

Tecnologia e inovação no agro: as tendências para o setor em 2024

Utilização de inteligência artificial, e principalmente, a maior redução do impacto de emissões de carbono ao meio ambiente tornam-se aliados ao mercado agrícola.

Autor: Divulgação

Tecnologia e inovação no agro: as tendências para o setor em 2024

Estratégias de marketing na internacionalização de empresas agrícolas

O Brasil é um dos maiores produtores e exportadores de soja, café, açúcar, carne bovina, e uma série de outros produtos agrícolas essenciais.

Autor: Ricardo Martins

Estratégias de marketing na internacionalização de empresas agrícolas

Transformação digital no agro brasileiro: inovações em 2024

As tendências de inovação no agro brasileiro e as tecnologias que impulsionam a eficiência e promovem práticas agrícolas sustentáveis.

Autor: Divulgação

Transformação digital no agro brasileiro: inovações em 2024

Agronegócio: a importância de mais investimentos e crédito para o setor em 2024

Não há dúvidas que a agricultura evoluiu muito, afinal, em 40 anos.

Autor: Henrique Galvani

Agronegócio: a importância de mais investimentos e crédito para o setor em 2024

O agronegócio precisa se preparar para os impactos da mudança climática

A mudança climática está afetando o mundo e a forma como vivemos. Basta acompanharmos as notícias, que podemos ver esses impactos de forma clara e nítida.

Autor: James Hodge

O agronegócio precisa se preparar para os impactos da mudança climática

Reforma tributária e o agronegócio

No panorama econômico brasileiro, o agronegócio ocupa espaço de alta relevância.

Autor: Angelo Ambrizzi

Reforma tributária e o agronegócio