Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Cemitério do futuro aposta em árvores no lugar de túmulos

Cemitério do futuro aposta em árvores no lugar de túmulos

02/10/2020 Divulgação

Investimentos em BioParques visam revolucionar o mercado póstumo.

Cemitério do futuro aposta em árvores no lugar de túmulos

De um lado, a dor, a tristeza e a saudade, de outro, a exuberância do ciclo da vida que se renova com a germinação de uma semente, trazendo de volta todas as lembranças felizes do ente querido que se foi. Foi pensando em unir esses dois pólos que afetam a existência de todos nós, que as empresas Primaveras, de São Paulo; Grupo Parque, de Alagoas, e a Prevenir, de Minas Gerais, se uniram à Seven Capital para criar o BioParque. Empreendimento que une a ressignificação da morte à consciência ecológica, ao transformar cemitérios em bosques, em que as lembranças são cultivadas em sintonia com a preservação do meio ambiente.

Oferecendo aos seus clientes a possibilidade de vivenciar uma experiência singular e exclusiva, o BioParque propõe transformar as cinzas do ente querido em parte de um substrato preparado para o plantio de árvores a serem escolhidas por quem presta a homenagem. O resultado, além de oferecer a chance para milhares de famílias mudarem a percepção sobre a morte, permite que estas contribuam para a construção de um parque que, no lugar de túmulos, esteja repleto de árvores que colaboram para a sustentabilidade da flora e da fauna locais.

Após escolher uma entre várias espécies típicas regionais, em cerimônias especiais, as famílias realizam o plantio de sementes em BioUrnas, isto é, em urnas ecológicas patenteadas pelo BioParque e desenvolvidas na Espanha por designers catalães. Essas urnas são monitoradas de 12 a 24 meses por uma equipe de especialistas no IncubCenter, uma espécie de viveiro ultra tecnológico. Após esse período, uma nova cerimônia é agendada para o plantio definitivo da árvore no solo do parque.

Fonte: Hipertexto Comunicação Empresarial



Sérgio Bringel: “preservar a Amazônia é cuidar do futuro de todos”

Sérgio Bringel, CEO do Grupo Norte de Comunicação, lançou, neste mês, uma campanha para promover ações de sustentabilidade em homenagem à Amazônia. Intitulada de #BemVerde.

Sérgio Bringel: “preservar a Amazônia é cuidar do futuro de todos”

Projeto prevê revitalização na bacia do Rio Urucuia em Minas Gerais

Governo Federal lança projeto que prevê plantio de 4,5 milhões de mudas de espécies do Cerrado

Projeto prevê revitalização na bacia do Rio Urucuia em Minas Gerais

Verão na Europa foi um dos mais quentes já registrados

Temperatura entre junho e agosto foi 1º Celsius acima da média.

Verão na Europa foi um dos mais quentes já registrados

Estudo constata redução de 15% da superfície de água no Brasil em 36 anos

Para evitar queimadas, é preciso investir em conscientização ambiental

Os números são alarmantes e indicam que as condições de fogo em todos os cantos do Brasil serão catastróficas.

Para evitar queimadas, é preciso investir em  conscientização ambiental

Ambev transforma suas geladeiras em ecológicas

Além da redução das emissões de gás carbônico, operação desses refrigeradores geraram economia de até 50% de energia elétrica.

Ambev transforma suas geladeiras em ecológicas

A importância da economia circular

Economia circular é todo o processo de produção e descarte sustentável.

A importância da economia circular

Como frear o aquecimento global: a parte que cabe a cada um

Nesta semana, li uma anedota muito interessante. Uma conversa entre duas pessoas.

Como frear o aquecimento global: a parte que cabe a cada um

Pandemia e sustentabilidade

O Brasil já ultrapassou a marca de 570 mil mortos pela Covid-19, o que representa mais de 10% dos óbitos pela doença no mundo (que soma 4,39 milhões de pessoas).

Pandemia e sustentabilidade

Os impactos proporcionados pelos resíduos da construção civil

Segundo a Semad, os detritos gerados pela construção civil podem estar próximos de 70% da massa total de resíduos gerados nos municípios.

Os impactos proporcionados pelos resíduos da construção civil

O frisson pela exploração mineral

Não existe país em todo o mundo com uma política regulatória da extração mineral com tantos avanços, em tão pouco tempo, quanto a do Brasil.

O frisson pela exploração mineral

BNDES cria Fundo Socioambiental para apoiar educação, ambiente e emprego

Banco disponibilizará R$ 100 milhões em recursos não-reembolsáveis para incentivar projetos.