Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A crise no boicote ao Facebook

A crise no boicote ao Facebook

22/07/2020 Maria Carolina Avis

O problema disso é que a única forma de monetização do Facebook é com anúncios.

A crise no boicote ao Facebook

Há quem pense que os discursos de ódio racial são "potencializados" pelo Facebook, em suas redes sociais (Facebook, Instagram e WhatsApp), que não toma as devidas providências para que essa ação tenha fim. É o caso de grandes empresas, antes anunciantes do Facebook, que resolveram fazer um boicote ao império de Mark Zuckerberg.

Incentivadas pela organização não governamental Stop Hate for Profit, importantes marcas passaram a redirecionar suas verbas de anúncio para outras mídias digitais, como o Google.

O problema disso é que a única forma de monetização do Facebook é com anúncios. Funciona assim: os usuários podem usar a rede social gratuitamente, mas em troca disso permitem ter seus interesses analisados pela rede social. As empresas podem anunciar um produto para as pessoas de acordo com seus interesses, hábitos e preferências (por isso eu costumo dizer que na internet, o que é gratuito, a mercadoria é você). Isso não é negativo, pois os dados são usados apenas para o direcionamento de anúncios mais segmentados para o melhor público.

E é aí que o Facebook sai perdendo: se os grandes anunciantes saem, as possibilidades de monetização ficam menores. Por enquanto, marcas brasileiras seguem apenas analisando a situação, enquanto marcas globais suspenderam o direcionamento de verba publicitária para o Facebook, como: Coca-Cola, Heineken, Microsoft, Volkswagen, Nívea, Starbucks e outras mais de 400 marcas.

Este protesto fala muito sobre a sociedade, e sobre como o Facebook lida com os discursos de ódio racial disseminados na rede social, e também com as famosas fake news. 

Além de deixar de lucrar com estes anunciantes, a decisão ainda deixa a empresa com um gigante prejuízo: as ações caíram mais de 8%, o que resulta em mais de R$ 300 bilhões do seu valor de mercado.

O Facebook conta com a ajuda da inteligência artificial para banir a disseminação deste tipo de conteúdo falso e promovendo o ódio racial, o que, de acordo com a empresa, consegue filtrar 90% disso tudo. Algoritmos são programados para que nenhum conteúdo como estes, bem como os de nudez ou propagando informações de armas e drogas, sejam mostrados.

* Maria Carolina Avis é professora do curso de Marketing Digital do Centro Universitário Internacional Uninter

Fonte: Página 1 Comunicação



Como a revolução no-code está impactando as empresas

Como o desenvolvimento de ferramentas no-code não exige conhecimento técnico de seus criadores, elas se tornaram imprescindíveis para os negócios de milhões de empresas, principalmente no último ano.

Como a revolução no-code está impactando as empresas

Pandemia aumenta acesso da população a serviços bancários

Contas digitais já atendem 19% dos brasileiros.

Pandemia aumenta acesso da população a serviços bancários

‘Pode beber depois de vacinar’ foi a pergunta mais pesquisada no Brasil

De acordo com o Google a dúvida foi 36% mais pesquisada do que a segunda pergunta mais popular sobre o imunizante.

‘Pode beber depois de vacinar’ foi a pergunta mais pesquisada no Brasil

Oportunidades e desafios da regulação em telecomunicações

O blockchain ou tecnologia de cadeia de blocos é outro sistema que será impulsionado pelo 5G.

Oportunidades e desafios da regulação em telecomunicações

Twitter adiciona opção que permite denunciar fake news no Brasil

Rede social cita o fato de 2022 ser ano eleitoral.

Twitter adiciona opção que permite denunciar fake news no Brasil

Plataforma “Não Me Perturbe” fecha 2021 com 9,5 milhões de números cadastrados

Plataforma faz parte das medidas de autorregulação implantadas pelas operadoras de telecom e bloqueia números de celular e telefone fixo para não receber chamadas de telemarketing de telecom e bancos.

Plataforma “Não Me Perturbe” fecha 2021 com 9,5 milhões de números cadastrados

Qual será o futuro do mobile messaging?

Os celulares já se tornaram uma extensão dos nossos corpos.

Qual será o futuro do mobile messaging?

Transformação digital: os desafios de um novo modelo

Com a chegada da Quarta Revolução Industrial, organizações dos mais diferentes portes e setores estão encarando obstáculos de toda ordem para lidar com as novas demandas do consumidor.

Transformação digital: os desafios de um novo modelo

Brasileiros aprovam cartões de pagamento com biometria digital

Pesquisa revela que a maioria dos brasileiros adotaria o cartão de pagamento digital como forma de proteção contra fraudes.

Brasileiros aprovam cartões de pagamento com biometria digital

Os desafios e oportunidades da carreira de Cyber Security

Precisamos ter em mente que quanto mais tecnologias disponíveis, maiores serão as demandas por profissionais especializadas em cibersegurança.

Os desafios e oportunidades da carreira de Cyber Security

Quase 2022 e a importância do Machine Learning

Machine Learning (em português, o aprendizado da máquina) é uma tecnologia muito usada na atualidade e que tem sido aperfeiçoada nos últimos anos.

Quase 2022 e a importância do Machine Learning

Criptografia: entenda o segredo por trás do… segredo

Quem usa com muita frequência a internet certamente já navegou por algum site que traz uma mensagem parecida com esta: “esta página utiliza dados criptografados”.

Criptografia: entenda o segredo por trás do… segredo