Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como evitar fraudes ao comprar pela internet

Como evitar fraudes ao comprar pela internet

09/11/2020 Fátima Bana

Com a Black Friday se aproximando toda cautela é pouco, pesquisar em sites como o Procon e Reclame aqui, ajuda bastante.

Como evitar fraudes ao comprar pela internet

Por conta da pandemia, a quantidade de compras pela internet aumentou de forma significativa, só no primeiro semestre desse ano as compras online tiveram um aumento de 47%, maior alta em 20 anos, segundo a InfoMoney. Mas com isso vieram as avalanches de fraudes, e principalmente agora com a chegada da Black Friday todo cuidado é pouco.

A especialista em planejamento, implantação de e-commerce, gestão empresarial e negócios digitais, Fátima Bana, afirma que observar se o site é confiável é um dos primeiros passos para ter uma compra segura, um dos principais diferenciais entre uma loja real e uma fraudulenta é a existência de um CNPJ. Muitas dessas fraudas são feitas por clonagem de cartões de crédito e até por utilizarem senhas e emails dos titulares desses. Fátima deixa claro que “ o melhor a ser feito é nunca deixar salvo em portais de compras, emails e senhas, só se o site for bem criptografado, que é o caso do Rappi e do Ifood”.

Muitas das vezes o consumidor até recebe o produto mas esse é totalmente diferente do que foi oferecido a ele ( como por exemplo uma miniatura), é importante observar com cuidado as medidas e descrições do produto. A compra pelas redes sociais aumentou em grande escala também, na maioria das vezes essas lojas não são conhecidas e isso é mais uma coisa para se observar quando o assunto é fraude, sempre verificar comentários nas publicações dos produtos, saber se essa pessoa/ empresa possui CNPJ. Mas o consumidor também pode usar esse meio como um aliado atualmente a grande maioria dos vendedores, estão imersos  no mundo online, por isso é sempre bom interagir com os consumidores/ vendedores.

Com a Black Friday se aproximando toda cautela é pouco, pesquisar em sites como o Procon e Reclame aqui, ajuda bastante, já que estes contam com muitos comentários sobre produtos e lojas. Fazer um Double check e procurar saber onde a empresa fica, se tem contato, são coisas indispensáveis, cita a especialista. 

Os vendedores precisam ficar espertos também, as fraudes não vem só por parte deles. No caso dos pequenos varejistas, por exemplo, é comum não receber o pagamento da compra, em outros casos, a pessoa compra o produto mas depois de um certo tempo devolve, deixando assim o vendedor no prejuízo.

E por fim, a especialista faz uma ressalva para que os consumidores possam comprar tranquilamente nessa Black Friday, que ocorrerá no próximo dia 27 de novembro, é ficar atento a falsos descontos, produtos em que o preço é baixo mas o frete tem valores exorbitantes, descontos muito bons mas em sites falsos. E ainda faz um alerta, “ Comprar na Black Friday estando endividado é um grande perigo, precisa- se verificar se há essa necessidade de compra para que não haja problemas futuros”, conclui Fátima.

Fatima Bana, mestre em comportamento de consumo digital e especialista em liderança de equipes, planejamento, implantação de e-commerce, gestão empresarial e negócios digitais. 

Fonte: Assessoria de Imprensa Publikaí



Como proteger o infoproduto e o conteúdo digital e ficar seguro na Internet

A opção clássica é fazer o registro na Biblioteca Nacional garantindo uma proteção mais efetiva.

Como proteger o infoproduto e o conteúdo digital e ficar seguro na Internet

Plataformas digitais faturam equivalente a 48,8% do PIB brasileiro

FENAJ apresenta proposta de taxar parte para financiar jornalismo.

Plataformas digitais faturam equivalente a 48,8% do PIB brasileiro

WhatsApp testa no Brasil funcionalidade de indicação de negócios

Recurso é, por enquanto, exclusivo para usuários de São Paulo.

WhatsApp testa no Brasil funcionalidade de indicação de negócios

Brasília e Uberlândia são as ganhadoras do Prêmio Cidades Amigas da Internet

Divulgado no Painel Telebrasil 2021, prêmio reconhece as ações dos municípios para incentivar a implantação de infraestrutura de telecomunicações e a expansão da conectividade.

Brasília e Uberlândia são as ganhadoras do Prêmio Cidades Amigas da Internet

WhatsApp vai parar de funcionar em mais de 40 modelos de smartphones. Veja a lista

Se o seu celular estiver na lista, a solução é utilizar outro serviço para mensagens ou trocar de aparelho.

WhatsApp vai parar de funcionar em mais de 40 modelos de smartphones. Veja a lista

Conheça algumas fraudes que utilizam o PIX e como prevenir

Após mais de seis meses de início do uso do PIX, já surgiram diversas estratégias de golpes registradas utilizando essa ferramenta.

Conheça algumas fraudes que utilizam o PIX e como prevenir

Qual será o futuro do mobile marketing?

O celular se tornou uma extensão dos nossos corpos. No Brasil, o número de pessoas que usam tal aparelho principalmente para acessar a internet, vem crescendo cada vez mais – tendo chegado a 99% em 2019, segundo dados do TIC Domicílios.

Qual será o futuro do mobile marketing?

SMS pirata: como essa prática pode prejudicar o seu negócio?

O SMS é um canal de comunicação muito versátil, sendo altamente eficaz no envio de mensagens rápidas, curtas e de forma praticamente instantânea.

SMS pirata: como essa prática pode prejudicar o seu negócio?

Nova certificação digital gera economia de 73% a Minas Gerais

Assinatura on-line de documentos contribui para eficiência na prestação de serviços e facilita acesso pelo cidadão.

Nova certificação digital gera economia de 73% a Minas Gerais

Os novos golpes virtuais: saiba como se prevenir

Boletos bancários, venda de veículos, atualização de dados, vacinas e outras iscas utilizadas pelos bandidos.

Os novos golpes virtuais: saiba como se prevenir

Brasileiro gastou mais na internet no primeiro semestre de 2021

Com a necessidade de isolamento social, as pessoas passaram a comprar mais pela internet.

Brasileiro gastou mais na internet no primeiro semestre de 2021

Anúncios no YouTube: cinco segundos que tem tirado muita gente do sério

Numa sociedade ansiosa a nível de desequilíbrio, os anúncios no YouTube tornam-se um tormento e os anunciantes perdem ao invés de ganharem, revela neurocientista.

Anúncios no YouTube: cinco segundos que tem tirado muita gente do sério