Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Como proteger o seu celular smartphone de ameaças?

Como proteger o seu celular smartphone de ameaças?

18/06/2018 Edson Pedro Ferlin

O uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) é fundamental para a interação social, o entretenimento, a educação e até para os negócios.

Como proteger o seu celular smartphone de ameaças?

E é a popularização da internet, principalmente por meio dos smartphones, que torna esse acesso a recursos e a informações mais rápido e globalizado.

Com os smartphones, o acesso aos mais variados produtos, serviços e conhecimentos veio para a ponta dos dedos. Basta um único clique para abrir esse mundo virtual da internet. A disseminação dessa tecnologia, no entanto, traz uma série de cuidados e de responsabilidades para os usuários.

É importante destacar que os smartphones, sob o ponto de vista técnico, são computadores com recursos por vezes até mais potentes do que de PCs enotebooks que utilizamos em casa ou no trabalho.

Portanto, os mesmos cuidados ao se acessar a internet em computadores devem ser repetidos nos smartphones, também suscetíveis às ameaças cibernéticas e aos roubos de informações.

Por isso é importante seguir algumas orientações para minimizar os problemas relativos à segurança da informação e proteger o aparelho das ameaças cibernéticas.

Confira algumas dicas úteis para manter seu Smartphone mais seguro:

- Manter sempre o Sistema Operacional do aparelho atualizado, pois é assim que são feitas as correções de problemas já detectados (fragilidades) do software e que normalmente envolvem questões de segurança do aparelho;

- Não instalar APPs (aplicativos) sem necessidade, ou mesmo de fornecedores desconhecidos ou não confiáveis, pois podem ocasionar problemas de segurança;

- Instalar somente APPs oficiais e, de preferência, das lojas de aplicativos, APP Store para aparelhos IOS, como o Iphone, ou Play Store para aparelhos Android, pois APPs não confiáveis podem apresentar problemas com vulnerabilidades ou permitir acesso indevido ao aparelho;

- Utilizar sempre senhas para permitir o acesso aos recursos do aparelho, pois isso evita que pessoas estranhas tenham acesso ao aparelho;

- Não deixar o Bluetooth ativo sem necessidade, pois pode ser a porta de acesso de cibercriminosos ao telefone;

- Acessar somente redes wireless confiáveis e evitar de utilizar redes wifi públicas, pois não se sabe quem mais está tendo acesso à mesma rede;

- Manter sempre o aparelho à vista, não o deixando em qualquer lugar, pois ele pode ser acessado por pessoas não autorizadas;

- Fazer o backup (cópia de segurança) dos dados regularmente, utilizando os drivers virtuais como Google Drive, Dropbox, Onedrive e outros;

- Não deixar informações críticas armazenadas no aparelho, como senhas, dados bancários ou fotos comprometedoras, pois esses dados podem ser acessados por cibercriminosos;

- Não acessar páginas/sites não confiáveis, pois podem conter código maliciosos que podem instalar alguns softwares ou mesmo “roubar” informações do aparelho;

- Não aceitar a instalação de softwares que aparecem em mensagens, pois eles podem causar problemas ou gerar vulnerabilidades na segurança.

No caso de furto ou roubo do aparelho, além de registrar o Boletim de Ocorrência, o usuário pode recorrer à operadora de celular para bloquear e inutilizar o celular, e para isso, basta ter o código IMEI do aparelho.

Por último, é necessário ter em mente o seu comportamento na utilização do smartphone nas redes sociais (Facebook, Instagram etc) ou mesmo no acesso à internet, pois o smartphone é muito útil, mas nos deixa expostos às ameaças praticamente 24h por dia.

*Edson Pedro Ferlin é professor de Engenharia da Computação e Gestão de TI do Centro Universitário Internacional Uninter. 



4 coisas que seu filho nunca deve fazer na internet e como protegê-lo

As crianças e adolescentes passam muito tempo na internet, mas a navegação pode ser segura e útil.

4 coisas que seu filho nunca deve fazer na internet e como protegê-lo

Um futuro cada vez mais orientado às Nuvens

Vamos direto ao ponto: o mundo está cada vez mais digital e nada sugere que estamos perto de frear esse movimento.


Smartphones e eletrônicos lideram compra de produtos usados pela internet

70% dos entrevistados destacam economia de gastos como principal razão para adquirir itens de segunda-mão na web, aponta estudo CNDL/SPC Brasil.

Smartphones e eletrônicos lideram compra de produtos usados pela internet

Brasileiro terá que trabalhar mais de 800 horas para comprar novo iPhone

Brasileiros terão que desembolsar até R$5.306,81 para comprar modelo 11 Pro Max do iPhone.

Brasileiro terá que trabalhar mais de 800 horas para comprar novo iPhone

Qual a diferença na cobertura das rede 3G, 4G e 5G?

Cada avanço no desempenho ou na capacidade da rede é chamado de “nova geração”.

Qual a diferença na cobertura das rede 3G, 4G e 5G?

Ciberataque: empresas solicitam ajuda somente depois de se tornarem vítimas

De acordo com o Relatório de Incident Response da Kaspersky, mais de 50% das solicitações de IR ocorrem depois que as organizações sofreram um ataque com consequências visíveis.

Ciberataque: empresas solicitam ajuda somente depois de se tornarem vítimas

Mais de 5 bilhões de pessoas usam aparelho celular no mundo

O número equivale a cerca de 67% da população mundial.

Mais de 5 bilhões de pessoas usam aparelho celular no mundo

“Tinder do Facebook” ganha integração com o Instagram

Facebook Dating agora permite o "match" também com os contatos do usuário no Instagram.

“Tinder do Facebook” ganha integração com o Instagram

Ser estratégico é cumprir a lei

Segurança da informação e privacidade de dados são questões estratégicas.


400 milhões de contas do Facebook são expostas

Segundo o Facebook, muitos dos contatos eram cópias e os dados eram antigos.

400 milhões de contas do Facebook são expostas

Twitter: você sabe proteger sua conta?

Segundo dados da Kaspersky, 21% dos brasileiros já tiveram alguma de suas contas hackeadas.

Twitter: você sabe proteger sua conta?

Experiências digitais que você pode oferecer aos seus clientes

Como os consumidores possuem infinitas oportunidades de fazer compras online, eles têm o luxo de ser extremamente exigentes.