Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Do offset para o online

Do offset para o online

27/06/2019 Diego Luz

A transformação digital chegou para o setor gráfico.

Junho é o mês que celebra as empresas gráficas, mas neste ano o dia 24 é ainda mais significativo para o setor.

Mais do que nunca, ficou claro que a tecnologia se tornou uma importante aliada deste mercado e, graças a ela, prazos foram reduzidos, a qualidade chegou a um novo patamar e cada vez mais itens passaram a compor o portfólio destes players.

De acordo com um estudo recente elaborado pela Associação Brasileira da Indústria Gráfica (ABIGRAF), a produção industrial do setor movimentou R$ 46,7 bilhões em 2018.

Ainda segundo o levantamento, as embalagens já representam 48,6% de participação no volume de impressões, seguidas pelo mercado editorial – livros, revistas, publicações e manuais – com (21,6%).

Mas o que a transformação digital tem a ver com isso? É simples. Antigamente, para receber, produzir e entregar um pedido, as gráficas precisavam receber os clientes em suas lojas, dependiam de ligações telefônicas e quase não tinham flexibilidade para atender a determinadas demandas, principalmente as menores, assim como oferecer diferentes tipos de materiais.

Graças à tecnologia, uma democratização aproximou não só empresas e empreendedores que começaram a contar com a indústria gráfica como um parceiro estratégico para seus negócios, mas também pessoas físicas que precisavam encomendar produtos personalizados, de flyers e embalagens até itens eletrônicos, tudo por meio de alguns cliques na internet.

No entanto, o papel da tecnologia vai muito além da etapa dos pedidos. A ABIGRAF estima que mais de 80% do segmento é composto por microempresas.

A outra parte que busca expansão, diversificação de portfólio ou o atendimento a outras praças tende a se beneficiar com essa variedade de canais, já que as conexões vêm ficando mais simplificadas.

Neste contexto, a indústria gráfica consegue impactar uma série de públicos, de designers a lojas de bairro, de empreendedores a grandes redes do País.

Uma marca que atua com franquias, por exemplo, pode acionar parceiros para criar um canal próprio na web em que o franqueado tem acesso às especificações técnicas de uma marca mãe que quer padronizar seus pontos de venda e encomendar os materiais sem passar pela matriz.

Olhando para os benefícios, é possível notar ganhos inimagináveis até alguns anos atrás. Primeiro que a participação da internet no segmento permite que as empresas atinjam uma nova audiência e ampliem seu potencial de negócios.

Além disso, as vendas passam a ser feitas nas mais diversas tiragens, com preços competitivos e alta qualidade. Sem falar no avanço tecnológico dos equipamentos essenciais para o andamento de toda essa cadeia.

O mais empolgante neste cenário é ver que a transformação digital não se limitou ao mundo dos eletrônicos, ao varejo ou aos setores mais óbvios.

Ela chegou também a um segmento que não tinha grandes esperanças no campo da inovação. Se antes a primeira impressão era a que marcava, agora é o primeiro clique, a primeira personalização, a primeira experiência.

* Diego Luz é CEO da Printi.

Fonte: Printi



Empresa brasileira lança serviço para criação de avatares

Com o lançamento, empresa espera aproximar artistas, setor corporativo e metaverso.

Empresa brasileira lança serviço para criação de avatares

TV por assinatura perde quase 80 mil assinantes em apenas um mês

Nos últimos 8 anos a mídia perdeu cerca de 7 milhões de clientes.

TV por assinatura perde quase 80 mil assinantes em apenas um mês

Como evitar o desperdício de energia durante o inverno?

É necessário levar em consideração o atual momento socioeconômico do país, que enfrenta uma inflação desenfreada.

Como evitar o desperdício de energia durante o inverno?

App brasileiro de mensagens instantâneas chega ao mercado com novas funcionalidades

Entre os diferenciais, SayMe Messenger permite escolher quem pode ou não compartilhar mensagens.

App brasileiro de mensagens instantâneas chega ao mercado com novas funcionalidades

Facebook renova feed principal para atrair usuários mais jovens

Concorrência com rival TikTok motivou mudança.

Facebook renova feed principal para atrair usuários mais jovens

Brasil tem 10,5 milhões de influenciadores no Instagram e lidera ranking mundial

Dados são do Relatório Anual de Marketing da Nielsen.

Brasil tem 10,5 milhões de influenciadores no Instagram e lidera ranking mundial

Startup lança software que facilita a implementação da LGPD

Com o nome de Octo, ferramenta descomplica a proteção de dados para empresas de todos os segmentos.

Startup lança software que facilita a implementação da LGPD

Aplicativo mobile é a principal porta de entrada para empresas no ambiente digital

Companhias que estão estagnadas em procedimentos de comunicação tradicionais devem apostar na tecnologia em busca de inovação e proximidade com clientes.

Aplicativo mobile é a principal porta de entrada para empresas no ambiente digital

Google lança novo design para o Gmail

Novo layout do Gmail será disponibilizado de maneira gradual.

Google lança novo design para o Gmail

Xsolla expande ofertas de soluções de distribuição móvel e digital

A Xsolla está comprometida em fornecer os melhores serviços e suporte para desenvolvedores em todo o mundo.

Xsolla expande ofertas de soluções de distribuição móvel e digital

No-code e low-code como propulsores na transformação digital

O low-code está em alta e deve permanecer.

No-code e low-code como propulsores na transformação digital

Em 2021, 82% dos domicílios brasileiros tinham acesso à internet

País ainda contabiliza 35,5 milhões de pessoas sem acesso à rede.

Em 2021, 82% dos domicílios brasileiros tinham acesso à internet