Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Empreendedores menos escolarizados têm mais dificuldade de digitalizar os negócios

Empreendedores menos escolarizados têm mais dificuldade de digitalizar os negócios

06/08/2020 Divulgação

Pesquisa mostra resistência ou desinformação desses empresários sobre vendas pela internet.

Empreendedores menos escolarizados têm mais dificuldade de digitalizar os negócios

A maior parte das micro e pequenas empresas já comercializava produtos e serviços pela internet, aplicativos ou redes sociais, mesmo antes da pandemia gerada pela Covid-19. Mas dentre os que não aderiram a esse modelo de negócio, estão os empreendedores com menor escolaridade, que ainda são resistentes ou desinformados sobre como fazê-lo. É o que revelou a 5ª edição da pesquisa “O Impacto da pandemia de coronavírus nos pequenos negócios”, realizada pelo Sebrae entre os dias 25 e 30 de junho.

O levantamento mostra também que os empresários do segmento, com menor nível de estudo, são os que mais fecharam as portas de seus estabelecimentos em definitivo ou temporariamente, além de serem os que possuem maiores restrições à circulação, dada a localização dos seus empreendimentos.

Nesse contexto, a amostragem revela que os empresários menos escolarizados são aqueles que encontram maiores dificuldades em entrar na digitalização de seus negócios. De acordo com a pesquisa, 20,4% não sabem como a internet pode ser aplicada em seu negócio e 7,9% não vendia e nem pretende vender seus produtos por esse meio. Porém, o levantamento aponta que as redes sociais, como Whatsapp e Facebook, são amplamente utilizadas por empreendedores de todos os níveis de instrução para fazer negócios. Apesar de o digital “ter vindo para todos”, 1/3 dos donos de pequenos negócios com menor instrução têm maiores dificuldades de estrutura e tecnologia.

Conforme o levantamento do Sebrae, que entrevistou 6.470 empreendedores de todo o país, muitas empresas continuam funcionando, apesar de não ser como antes da crise. A 5ª edição da pesquisa mostra que 6,6% dos empreendedores com nível médio incompleto decidiram acabar de vez com seu negócio e são os que mais (31,6%) tiveram que fechar provisoriamente o empreendimento a que se dedicavam. A amostragem apontou ainda que 59% dos empresários de nível superior apostaram em mudanças ou estão funcionando normalmente (9%).

Fonte: Sebrae



Por que a integração do OCR é essencial para locais de trabalho modernos?

O local de trabalho moderno prospera com eficiência e acessibilidade.

Autor: Divulgação

Por que a integração do OCR é essencial para locais de trabalho modernos?

Brasil registra R$ 3,5 bilhões em tentativas de fraude em 2023

No período, ocorreram 3,7 milhões de tentativas de fraudes, redução de 28,3% em relação ao ano anterior.

Autor: Divulgação

Brasil registra R$ 3,5 bilhões em tentativas de fraude em 2023

Desafios da proteção de dados e a fraude na saúde

Segundo o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) R$34 bilhões dos gastos das operadoras médico-hospitalares com contas e exames, em 2022, foram consumidos indevidamente por fraudes,.

Autor: Claudia Machado


Como são as fraudes no Pix e o que os bancos precisam assegurar

Um dos métodos comuns envolve a criação de perfis falsos em aplicativos de mensagens ou redes sociais, além de outros.

Autor: Denis Furtado

Como são as fraudes no Pix e o que os bancos precisam assegurar

A importância da segurança cibernética na manufatura

Estimativas indicam que mais de 60% das empresas de manufatura esperam sofrer tentativas de ataques este ano.

Autor: Ricardo Macchiavelli

A importância da segurança cibernética na manufatura

Como evitar fraudes e vazamentos no WhatsApp

De acordo com dados do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente 2023, mais de 1 bilhão de interações pelo chat foram registradas no país.

Autor: Divulgação

Como evitar fraudes e vazamentos no WhatsApp

Como prevenir, detectar e combater eventuais ataques cibernéticos

O armazenamento de dados e informações em nuvem é uma solução rápida e eficaz para organizações de diferentes portes e ramos de atividade.

Autor: Wellington Monaco

Como prevenir, detectar e combater eventuais ataques cibernéticos

5 passos simples para se proteger na web em 2024

Em um relatório divulgado pela Kaspersky, o Brasil é o país mais afetado por golpes financeiros.

Autor: Paula Renata Nogueira de Souza,

5 passos simples para se proteger na web em 2024

Segurança digital e o tempo de reação

A crescente interconexão e dependência de tecnologia no mundo corporativo tornam organizações de todos os tamanhos suscetíveis a ataques cibernéticos.

Autor: Denis Furtado

Segurança digital e o tempo de reação

Inteligência em gestão de redes e segurança de dados

Abrimos o ano de 2024 com cenários mais complexos e desafiadores para segurança de dados, iniciando um novo capítulo na corrida contra a indústria do cibercrime.

Autor: Alexandre Armellini

Inteligência em gestão de redes e segurança de dados

Golpes virtuais: como as empresas podem se proteger?

Especialista oferece dicas de boas práticas para organizações se protegerem contra golpes e invasões virtuais.

Autor: Divulgação

Golpes virtuais: como as empresas podem se proteger?

Criminosos lavaram mais de US$22 bilhões em criptomoedas em 2023

Volume representa queda de 30% ante 2022; a maior parte dos fundos (72%) foram enviados para apenas 5 serviços de off-ramping.

Autor: Divulgação

Criminosos lavaram mais de US$22 bilhões em criptomoedas em 2023