Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O grande erro na discussão sobre inteligência artificial

O grande erro na discussão sobre inteligência artificial

13/07/2023 Henrique Medeiros

A tecnologia não pode ser, de forma alguma, ser objeto principal da discussão.

O grande erro na discussão sobre inteligência artificial

Os avanços tecnológicos, em especial o mais recente, a inteligência artificial, são temas de profundos debates sobre a vida em sociedade, o futuro do trabalho e a necessidade de acompanharmos a evolução das “máquinas”. Curiosamente, embora estejamos falando de inovações, vemos seres humanos cada vez mais inseguros em função da ameaça de substituição.

Diante dessa insegurança, eis que surge o grande erro na discussão sobre os efeitos que a inteligência artificial pode causar. Explico-me: não indo muito longe, passamos pela era da revolução industrial, depois entramos na era da revolução tecnológica (onde houve uma expansão significa dos computadores, surgimento da internet, redes sociais etc.), entramos na era da indústria 4.0 (onde máquinas se interligam com sistemas, internet) e, por fim, estamos experimentando a tão temida inteligência artificial.

Ok! Mas onde está mesmo o “bug”? ‘Elementar, meu caro Watson!’ A tecnologia, bem como todas as inovações que ela nos traz, é uma constante. Ela não é um fim em si. É meio. Ela sempre nos proporcionará novas e novas possibilidades de utilização. O que nos leva a concluir que a tecnologia não pode ser, de forma alguma, objeto principal da discussão, mas sim o que é variável, justamente, nós, seres humanos. Ou, em outras palavras, sendo a tecnologia algo em constante evolução, a responsabilidade de utilizá-la para gerar qualidade de vida para toda a humanidade é, e sempre será, uma prerrogativa da parte variável: nós. E ponto!

E como fazemos isso? Mudando o nosso local de busca por respostas. Ao invés de perguntarmos para a inteligência artificial, para as diversas tecnologias, como substituirmos postos de trabalho, devemos perguntar, a nós mesmos, de carne e osso, como utilizá-las. Imaginem, por exemplo, para despoluir rios, limpar os oceanos, recuperar biomas devastados, construir moradias dignas para todos, instalar saneamento básico para todos, produzir alimentos para todos, produzir energias limpas, instalar indústrias de reciclagem, construir ferrovias, centros de pesquisas, hospitais, escolas, transporte público de qualidade ou implementar qualquer solução que traga bem-estar às pessoas e ao planeta.

Imaginaram? Agora pensem em quantas qualificações precisaremos ter, formar, para construirmos um novo mundo melhor e sustentável. Vai faltar trabalho? A inteligência artificial vai nos substituir? Não, seres humanos, não vai, pois a falta de líderes no mundo e suas consequências, a ganância que vem dilacerando nossos valores, a concentração de renda que faz pessoas morrerem de fome, a soberba que tem escravizado parte da humanidade, o consumo exorbitante que vem saqueando nosso planeta, a inveja que vem alimentando a competição voraz, a preguiça que nos faz indiferentes e o ódio que torna pessoas em objetos inanimados, não são problemas tecnológicos. São nossos! Portanto, é hora de apertamos o nosso botão de reiniciar...

* Henrique Medeiros é formado em Tecnologia da Informação com MBA em Gestão Empresarial pela FGV e tem mais de 25 anos de experiência no mercado de tecnologia.

Para mais informações sobre inteligência artificial clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: LC Agência de Comunicação



Segurança de dados: não há tecnologia que sobreviva sem conscientização

Bastante citada no mercado de ciência de dados, a frase do matemático Clive Humby, “Data is the new oil” ou “Dados são o novo petróleo”, é autoexplicativa.

Autor: Cássio Ricardo de Araújo

Segurança de dados: não há tecnologia que sobreviva sem conscientização

Melhores técnicas para humanizar seu conteúdo GPT de bate-papo em 2024

Quer humanizar seu texto escrito GPT? Leia este guia e colete todas as dicas e truques importantes que podem ajudá-lo a simplificar o texto robótico e ignorar as detecções avançadas….

Autor: Divulgação

Melhores técnicas para humanizar seu conteúdo GPT de bate-papo em 2024

Ferramenta gratuita vai revolucionar o ensino da ciência geológica

Seequent lança um aplicativo na web para ajudar a combater a escassez global de geocientistas.

Autor: Divulgação

Ferramenta gratuita vai revolucionar o ensino da ciência geológica

Por que a integração do OCR é essencial para locais de trabalho modernos?

O local de trabalho moderno prospera com eficiência e acessibilidade.

Autor: Divulgação

Por que a integração do OCR é essencial para locais de trabalho modernos?

Brasil registra R$ 3,5 bilhões em tentativas de fraude em 2023

No período, ocorreram 3,7 milhões de tentativas de fraudes, redução de 28,3% em relação ao ano anterior.

Autor: Divulgação

Brasil registra R$ 3,5 bilhões em tentativas de fraude em 2023

Desafios da proteção de dados e a fraude na saúde

Segundo o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) R$34 bilhões dos gastos das operadoras médico-hospitalares com contas e exames, em 2022, foram consumidos indevidamente por fraudes,.

Autor: Claudia Machado


Como são as fraudes no Pix e o que os bancos precisam assegurar

Um dos métodos comuns envolve a criação de perfis falsos em aplicativos de mensagens ou redes sociais, além de outros.

Autor: Denis Furtado

Como são as fraudes no Pix e o que os bancos precisam assegurar

A importância da segurança cibernética na manufatura

Estimativas indicam que mais de 60% das empresas de manufatura esperam sofrer tentativas de ataques este ano.

Autor: Ricardo Macchiavelli

A importância da segurança cibernética na manufatura

Como evitar fraudes e vazamentos no WhatsApp

De acordo com dados do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente 2023, mais de 1 bilhão de interações pelo chat foram registradas no país.

Autor: Divulgação

Como evitar fraudes e vazamentos no WhatsApp

Como prevenir, detectar e combater eventuais ataques cibernéticos

O armazenamento de dados e informações em nuvem é uma solução rápida e eficaz para organizações de diferentes portes e ramos de atividade.

Autor: Wellington Monaco

Como prevenir, detectar e combater eventuais ataques cibernéticos

5 passos simples para se proteger na web em 2024

Em um relatório divulgado pela Kaspersky, o Brasil é o país mais afetado por golpes financeiros.

Autor: Paula Renata Nogueira de Souza,

5 passos simples para se proteger na web em 2024

Segurança digital e o tempo de reação

A crescente interconexão e dependência de tecnologia no mundo corporativo tornam organizações de todos os tamanhos suscetíveis a ataques cibernéticos.

Autor: Denis Furtado

Segurança digital e o tempo de reação