Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Rede social indeniza por bloqueio de conta de usuária

Rede social indeniza por bloqueio de conta de usuária

14/05/2020 Divulgação

Para o relator, faltou justificativa plausível para desligamento

Rede social indeniza por bloqueio de conta de usuária

A Facebook Serviços Online do Brasil Ltda. vai indenizar uma usuária em R$ 10 mil por bloqueio de sua conta na rede social Instagram, por suposta violação de regras, mas sem apontar a suposta infração, a não ser durante a tramitação do processo judicial.

A usuária alegou que é uma influenciadora digital e utilizava a conta para divulgar e vender produtos. Ela disse ter sofrido inúmeros prejuízos financeiros, com o cancelamento de algumas parcerias. Disse ainda que teve perdas nas vendas de doces que fazia em outro perfil, divulgado na conta que foi desativada.

A influenciadora buscou dano moral porque declara ter convivido com boatos em sua cidade de que teria tido uma conduta irregular e "por isso teve sua conta retirada do ar".

A Facebook, proprietária do Instagram, declarou ter desativado a conta da usuária devido à suspeita de violação do uso abusivo de spams - mensagens enviadas em massa sem o prévio consentimento do destinatário.

Sem violação

Em grau de recurso, o valor de indenização fixado foi mantido. O desembargador Roberto Soares Vasconcellos Paes entendeu que não houve violação aos termos de serviço da rede social Instagram quando a usuária utilizava sua conta pessoal com perfil comercial.

Verificada alguma irregularidade no uso do aplicativo, quanto aos conteúdos divulgados, a empresa deveria enviar uma notificação prévia para devidas correções, o que não ocorreu, conforme registrou, em seu voto, o magistrado.

O desembargador Roberto Soares Vasconcelos Paes argumentou que, embora seja assegurado o direito de bloqueio de perfil dos usuários, deve haver justa causa para a prática deste ato.

No caso, de acordo com o magistrado, o bloqueio repercutiu negativamente sobre as atividades profissionais da usuária, bem como na imagem de influenciadora digital, o que justifica a fixação do dano moral.

Os desembargadores Amauri Pinto Ferreira, Luciano Pinto e Evandro Lopes da Costa Teixeira, que integram a 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, acompanharam o voto do desembargador Roberto Soares Vasconcelos Paes.

A decisão foi não foi unânime. A desembargadora Aparecida Grossi entendeu que, embora a desativação temporária da conta da usuária tenha lhe causado transtornos, não ficou configurada a ocorrência de um abalo tal que excedesse o mero dissabor normal a que todas as pessoas estão sujeitas nas diversas situações do cotidiano.

Fonte: Tribunal de Justiça de Minas Gerais - TJMG



Desafios da proteção de dados e a fraude na saúde

Segundo o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) R$ 34 bilhões dos gastos das operadoras médico-hospitalares com contas e exames, em 2022, foram consumidos indevidamente por fraudes, como, por exemplo, reembolso sem desembolso, além de desperdícios com procedimentos desnecessários no país.

Autor: Claudia Machado


Como são as fraudes no Pix e o que os bancos precisam assegurar

Um dos métodos comuns envolve a criação de perfis falsos em aplicativos de mensagens ou redes sociais, além de outros.

Autor: Denis Furtado

Como são as fraudes no Pix e o que os bancos precisam assegurar

A importância da segurança cibernética na manufatura

Estimativas indicam que mais de 60% das empresas de manufatura esperam sofrer tentativas de ataques este ano.

Autor: Ricardo Macchiavelli

A importância da segurança cibernética na manufatura

Como evitar fraudes e vazamentos no WhatsApp

De acordo com dados do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente 2023, mais de 1 bilhão de interações pelo chat foram registradas no país.

Autor: Divulgação

Como evitar fraudes e vazamentos no WhatsApp

Como prevenir, detectar e combater eventuais ataques cibernéticos

O armazenamento de dados e informações em nuvem é uma solução rápida e eficaz para organizações de diferentes portes e ramos de atividade.

Autor: Wellington Monaco

Como prevenir, detectar e combater eventuais ataques cibernéticos

5 passos simples para se proteger na web em 2024

Em um relatório divulgado pela Kaspersky, o Brasil é o país mais afetado por golpes financeiros.

Autor: Paula Renata Nogueira de Souza,

5 passos simples para se proteger na web em 2024

Segurança digital e o tempo de reação

A crescente interconexão e dependência de tecnologia no mundo corporativo tornam organizações de todos os tamanhos suscetíveis a ataques cibernéticos.

Autor: Denis Furtado

Segurança digital e o tempo de reação

Inteligência em gestão de redes e segurança de dados

Abrimos o ano de 2024 com cenários mais complexos e desafiadores para segurança de dados, iniciando um novo capítulo na corrida contra a indústria do cibercrime.

Autor: Alexandre Armellini

Inteligência em gestão de redes e segurança de dados

Golpes virtuais: como as empresas podem se proteger?

Especialista oferece dicas de boas práticas para organizações se protegerem contra golpes e invasões virtuais.

Autor: Divulgação

Golpes virtuais: como as empresas podem se proteger?

Criminosos lavaram mais de US$22 bilhões em criptomoedas em 2023

Volume representa queda de 30% ante 2022; a maior parte dos fundos (72%) foram enviados para apenas 5 serviços de off-ramping.

Autor: Divulgação

Criminosos lavaram mais de US$22 bilhões em criptomoedas em 2023

VPN móvel: como garantir segurança e privacidade no celular?

Ao utilizar redes wi-fi domésticas, pontos de acesso públicos ou redes móveis, qualquer pessoa está exposta a ameaças cibernéticas.

Autor: Marijus Briedis

VPN móvel: como garantir segurança e privacidade no celular?

Apple adota RCS: o que muda para as empresas?

A entrada da Apple deve aumentar em 900 milhões os usuários de RCS em todo mundo nos próximos dois anos, atingindo a marca de 2,1 bilhões de usuários globalmente.

Autor: Thiago Gomes

Apple adota RCS: o que muda para as empresas?