Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Tendências e desafios no mercado de segurança em 2024

Tendências e desafios no mercado de segurança em 2024

16/01/2024 Adalberto Bem Haja

O ano de 2024 promete ser marcado por uma evolução significativa no mercado de segurança.

Tendências e desafios no mercado de segurança em 2024

O ano de 2023 foi marcado por avanços significativos no mercado de segurança, especialmente no setor de reconhecimento facial, controle de acesso e profissionalização das empresas do segmento. Agora, ao olharmos para 2024, é possível vislumbrar uma série de tendências e desafios que moldarão o cenário da segurança no próximo ano.

Consolidação do reconhecimento facial:

A consolidação das soluções de reconhecimento facial foi notável em 2023, impulsionada pela necessidade crescente de projetos sem contato durante a pandemia. Equipamentos mais confiáveis e acessíveis proporcionaram aos clientes uma maior confiança na adoção dessas tecnologias. Em 2024, espera-se que essa consolidação se aprofunde, solidificando o reconhecimento facial como uma ferramenta essencial em projetos de controle de acesso.

Profissionalização das empresas do setor:

Observou-se uma busca crescente por melhorias na gestão e controle por parte das empresas do mercado de segurança em 2023. Empresas, integradores, distribuidores e fabricantes estão reconhecendo a importância de se tornarem mais profissionais, não apenas focando em vendas, mas também garantindo a sustentabilidade de seus negócios. No entanto, o desafio permanece para aqueles que negligenciam essa evolução, podendo reduzir suas atividades ou até mesmo encerrar suas operações.

Mercado condominial em ascensão:

O mercado condominial, especialmente o residencial, experimentou um aumento considerável em 2023. Tradicionalmente menos exigente, os consumidores condominiais estão se tornando mais críticos e exigentes em relação às soluções de segurança. Isso impulsionou as empresas fornecedoras a se profissionalizarem e oferecerem soluções mais eficientes para atender a essa nova demanda.

Inteligência artificial:

A presença da inteligência artificial (IA) se consolidou em 2023, principalmente em projetos de segurança. Em 2024, espera-se uma evolução significativa na busca por integrações entre sistemas, hardware e software. Os fabricantes precisarão garantir que suas soluções se comuniquem efetivamente, proporcionando soluções mais robustas aos projetos de segurança. A atenção à experiência do cliente continuará sendo crucial, destacando a importância de soluções que se alinhem diretamente às necessidades dos usuários finais.

Popularização de produtos em diferentes segmentos:

Produtos inicialmente desenvolvidos para nichos específicos, como geradores de neblina, podem se tornar mais populares em diversos setores em 2024. A busca por soluções eficazes impulsionará a descoberta de produtos em diferentes mercados, ampliando sua aplicabilidade.

Regulação da inteligência artificial:

Com a consolidação da inteligência artificial, surgirá a necessidade de discutir sua regulação em 2024. Questões sobre até onde a IA pode ir e quais limites devem ser estabelecidos para seu funcionamento se tornarão mais proeminentes.

Cibersegurança em foco:

O aumento dos crimes virtuais e invasões demandará uma atenção especial à cibersegurança em 2024. Pequenas e médias empresas, anteriormente menos preocupadas com essa questão, terão que considerar a implementação de medidas de cibersegurança para se protegerem contra ameaças digitais.

Em resumo, o ano de 2024 promete ser marcado por uma evolução significativa no mercado de segurança, com a consolidação de tecnologias emergentes e a necessidade crescente de adaptação às demandas do mercado e regulamentações emergentes.

* Adalberto Bem Haja é Engenheiro Eletrônico com MBA em Gestão Estratégica de Negócios pela FGV.

Para mais informações sobre mercado de segurança clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Tropico Comunicação



Golpes virtuais: como as empresas podem se proteger?

Especialista oferece dicas de boas práticas para organizações se protegerem contra golpes e invasões virtuais.

Autor: Divulgação

Golpes virtuais: como as empresas podem se proteger?

Criminosos lavaram mais de US$22 bilhões em criptomoedas em 2023

Volume representa queda de 30% ante 2022; a maior parte dos fundos (72%) foram enviados para apenas 5 serviços de off-ramping.

Autor: Divulgação

Criminosos lavaram mais de US$22 bilhões em criptomoedas em 2023

VPN móvel: como garantir segurança e privacidade no celular?

Ao utilizar redes wi-fi domésticas, pontos de acesso públicos ou redes móveis, qualquer pessoa está exposta a ameaças cibernéticas.

Autor: Marijus Briedis

VPN móvel: como garantir segurança e privacidade no celular?

Apple adota RCS: o que muda para as empresas?

A entrada da Apple deve aumentar em 900 milhões os usuários de RCS em todo mundo nos próximos dois anos, atingindo a marca de 2,1 bilhões de usuários globalmente.

Autor: Thiago Gomes

Apple adota RCS: o que muda para as empresas?

Como o fim dos cookies deve impactar o mercado varejista?

Visando melhorar a privacidade dos usuários, medida do Google faz empresas pensarem em novas estratégias para conseguirem clientes.

Autor: Divulgação

Como o fim dos cookies deve impactar o mercado varejista?

5 dicas para criar e-mail marketing com o uso da IA

Será que é possível otimizar uma prática tão criativa como o envio de e-mail marketing? Com a inteligência artificial em ação, a resposta é sim!

Autor: Lívia Barreto

5 dicas para criar e-mail marketing com o uso da IA

Dados em tempos chuvosos: um alerta aos líderes de TI

A resiliência tecnológica emerge como uma prioridade em tempos chuvosos.

Autor: Rennan Sanchez

Dados em tempos chuvosos: um alerta aos líderes de TI

4 problemas que o app Celular Seguro não resolve

Com menos de 30 dias do lançamento o app já tem uma adesão surpreendente: foram mais de um milhão de usuários cadastrados em menos de duas semanas!

Autor: Henrique Volpi

4 problemas que o app Celular Seguro não resolve

Influenciadores digitais, responsabilidades e os riscos do marketing

O investimento no marketing digital já é uma realidade para a maioria das empresas brasileiras, independentemente de seu porte.

Autor: Gustavo Alonge

Influenciadores digitais, responsabilidades e os riscos do marketing

PIX e IA: relatório revela ano de caos com ransomwares

Um dos fatores que contribuiu para o crescimento do cibercrime foi o interesse pelas ferramentas de Inteligência Artificial.

Autor: Sandro Süffert

PIX e IA: relatório revela ano de caos com ransomwares

Principais desafios de cibersegurança para empresas

A inovação tecnológica trouxe ao mercado novas soluções, regimes de trabalho e uma nova relação com os consumidores.

Autor: Jeferson Propheta

Principais desafios de cibersegurança para empresas

Pesquisa aponta que ferramentas digitais são vistas negativamente pela população

Brasileiros se mostram divididos quanto aos impactos do mundo digital em seus futuros.

Autor: Divulgação

Pesquisa aponta que ferramentas digitais são vistas negativamente pela população