Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Bons líderes usam óculos

Bons líderes usam óculos

14/01/2021 Juliana Valentim

Ah, meu caro Saramago, talvez você soubesse o que aconteceria à humanidade quando escreveu seu Ensaio Sobre a Cegueira.

Bons líderes usam óculos

Talvez o tenha feito com ares de premonição. Esperamos, respeitosamente, que não! Mas andamos todos míopes. Agora, mais do que nunca, precisamos de guias que nos conduzam com grandeza pela aridez dos dias.

Uma pergunta comum entre profissionais em ascensão de carreira é: serei um bom líder? Pergunta essa que permanece incandescente ao longo da vida dos que ousam fazê-la. Nem sempre é fácil encarar a resposta.

A pandemia expôs fragilidades. Fez com que gestores despreparados, até então pouco notados, despontassem em sua incapacidade. Ao mesmo tempo, os bons chefes se tornaram absolutamente indispensáveis.

Talvez o que separe os dois seja nada além de algo simples e fundamental para as organizações: humanidade. Ingrediente que não se encontra nos livros, nos títulos conquistados, tampouco nos cursos que tenham sido feitos. A humanidade é rara.

Quando as coisas ficam obscuras e ninguém consegue enxergar além, há aqueles que fecham os olhos, calçam as sandálias de Pilatos e preferem não ver o tamanho do caos. Mas não é para isso que os líderes foram feitos, não!

Os bons gestores, essenciais no mercado, colocam óculos! E, mesmo que a vista embace pela névoa da incerteza, usam as lentes de aumento que carregam no bolso da vida, para ver melhor. É possível que, ainda assim, não consigam resolver o problema, muitas vezes maior do que eles próprios. Mas, com óculos, enxergam. E enxergando, guiam.

Um artigo recentemente publicado na Harvard Business Review constatou que as gestoras mulheres se saíram melhor durante a pandemia do que os homens. Talvez porque as mulheres estejam mais acostumadas a buscar seus óculos no fundo da alma, talvez porque tenham menos medo de pedir ajuda quando não enxergam bem. Ser humano nas relações de trabalho, especialmente em momentos de crise, é abraçar a própria vulnerabilidade. E remar com ela.

Tem sido cada vez mais difícil olhar nos olhos quando a presença física falta. Mas aquele que consegue fazê-lo através da tela do computador, muitas vezes, salva: a si mesmo e aos outros.

Bertolt Brecht escreveu: “Há aqueles que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam por muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam por toda a vida, estes são os imprescindíveis.”.

Usem seus óculos, líderes!

* Juliana Valentim é jornalista e escritora.

Fonte: LC Agência de Comunicação



Desemprego registra queda em 22 unidades da federação

Maior recuo foi registrado em Tocantins.

Desemprego registra queda em 22 unidades da federação

Pequenos negócios mineiros geram o segundo melhor saldo de empregos do Brasil

O setor de serviços foi o que apresentou o maior saldo de empregos (52.959 vagas) nas MPE mineiras.

Pequenos negócios mineiros geram o segundo melhor saldo de empregos do Brasil

Nova onda mundial: tem muita gente abrindo mão do trabalho estável. Por quê?

Fenômeno "the great resignation" traz desafios ao recrutamento e seleção no Brasil.

Nova onda mundial: tem muita gente abrindo mão do trabalho estável. Por quê?

Brasil cria quase 278 mil empregos formais em junho

Número resulta de 1.898.876 de contratações e 1.620.932 desligamentos.

Brasil cria quase 278 mil empregos formais em junho

Mudança para o modelo híbrido: como fica o contrato de trabalho?

A CLT não contempla o modelo de trabalho híbrido, não há capítulo ou artigo específico da legislação que apresente normas para esse tipo de contrato.

Mudança para o modelo híbrido: como fica o contrato de trabalho?

Ouvir e humanizar são os caminhos da nova liderança, afirmam especialistas

O bom líder precisa inovar, aprender, abrir espaços e ampliar pontos de vistas.

Ouvir e humanizar são os caminhos da nova liderança, afirmam especialistas

Levantamento mostra que profissionais de tecnologia preferem home office

Revelo mostra que trabalho remoto ainda é o favorito no mercado tech.

Levantamento mostra que profissionais de tecnologia preferem home office

Golpes de emprego por SMS: como se proteger?

O número de usuários alvos de golpes de emprego por SMS está cada dia mais assustador.

Golpes de emprego por SMS: como se proteger?

O que Steve Jobs tem a ensinar para os estagiários?

A modalidade é precursora da inovação e, sobretudo, ajuda a economia e a educação no Brasil. Entenda como conquistar sua vaga.

O que Steve Jobs tem a ensinar para os estagiários?

Dicas para atrair, contratar e reter os melhores profissionais de tecnologia

Marketplace global para talentos técnicos remotos lista práticas a serem consideradas durante a procura pelos melhores profissionais.

Dicas para atrair, contratar e reter os melhores profissionais de tecnologia

Novos processos seletivos do IBGE ampliam vagas para o Censo 2022

Concurso terá 220 vagas em 159 municípios de 15 estados.


Os perigos (e as precauções) do trabalho híbrido

Poder cumprir pelo menos parte do horário de trabalho em casa, através do computador, tornou-se um privilégio para muitos colaboradores.

Os perigos (e as precauções) do trabalho híbrido