Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como evitar que Inteligência Artificial roube seu emprego

Como evitar que Inteligência Artificial roube seu emprego

14/06/2023 Danilo Gato

A Inteligência Artificial, em sua forma mais simples, é como se déssemos um cérebro virtual a programas e máquinas.

Como evitar que Inteligência Artificial roube seu emprego

Em um mundo cada vez mais digital e tecnológico, as notícias de empresas substituindo funções humanas por inteligência artificial (IA) se tornam cada vez mais comuns.

Um exemplo recente é o da IBM, que anunciou que vai substituir cerca de 7.800 empregos por IA. Essa realidade pode parecer assustadora, mas ao mesmo tempo, ela abre um universo de possibilidades para aqueles dispostos a se adaptar e aprender.

A Inteligência Artificial, em sua forma mais simples, é como se déssemos um cérebro virtual a programas e máquinas. Eles conseguem "pensar", aprender com suas experiências e trazer resultados incríveis de forma muito fácil. Assim, a IA tem o potencial de realizar tarefas complexas de forma mais eficiente, o que pode levar à substituição de muitos empregos.

Um exemplo relevante de IA é o ChatGPT, uma tecnologia desenvolvida pela OpenAI. Esse programa, que é como um chat no qual você conversa com uma inteligência artificial, foi treinado para entender e responder perguntas, escrever artigos, criar conteúdo, traduzir idiomas e muito mais e representa uma inovação que impacta diversas profissões. Funções como redatores, assistentes virtuais, tradutores, atendentes de call center e até mesmo algumas áreas de ensino podem ser potencialmente substituídas por ferramentas como ele. Porém, é importante ressaltar que a substituição total ainda enfrenta limitações, já que a IA, por mais avançada que seja, ainda não consegue replicar a criatividade humana, a empatia e a capacidade de decisão baseada em juízos complexos.

No entanto, o surgimento dessas tecnologias não deve ser visto como um sinal de extinção para todas as profissões. Ao contrário, os profissionais do futuro serão aqueles que sabem usar as ferramentas de IA ao seu favor. Um redator, por exemplo, pode utilizar o ChatGPT como uma ferramenta de brainstorming ou para gerar ideias, aumentando significativamente sua produtividade e permitindo um foco maior em aspectos estratégicos e criativos do seu trabalho.

Além dos redatores, muitos outros profissionais podem se beneficiar do uso inteligente da IA. Um designer, por exemplo, pode usar a IA para gerar diferentes conceitos de design com base em parâmetros definidos, permitindo que ele se concentre em refiná-los e adaptá-los às necessidades do cliente. Um gerente de projetos pode usar a IA para monitorar o progresso do projeto, identificar gargalos e sugerir ajustes. Na medicina, a IA já está sendo usada para auxiliar em diagnósticos, liberando os profissionais de saúde para se concentrarem no tratamento e cuidado dos pacientes.

O domínio dessas tecnologias torna-se uma habilidade crucial para se manter relevante no mercado de trabalho. A era da IA não é uma era de substituição, mas de colaboração entre humanos e máquinas.

Portanto, a chave para evitar que a IA "roube" seu emprego é se preparar para o futuro. O profissional do futuro é aquele que se adapta, aprende e se prepara para utilizar as novas tecnologias ao seu favor. A revolução da IA não é uma ameaça, mas uma oportunidade para aqueles dispostos a se reinventar e se capacitar. O futuro pertence àqueles que se preparam para ele.

* Danilo Gato é um educador financeiro, autor do livro “Aprenda a Investir seu dinheiro”.

Para mais informações sobre Inteligência Artificial clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Case Comunicação



Divino Fogão abre mais de 600 postos de trabalho em todo o Brasil

Vagas são para diferentes cargos, desde gerente a ajudante de cozinha.

Autor: Divulgação


Faltam profissionais no mercado

As manchetes avisam que faltam profissionais no mercado. Então, por que a taxa de desemprego aumenta? Porque sobram amadores.

Autor: Cesar Eduardo da Silva

Faltam profissionais no mercado

Descubra a melhor maneira de dizer “não” ao chefe

Muitos profissionais já se viram diante do dilema de discordar ou recusar uma solicitação do chefe, uma situação que pode ser delicada e desafiadora.

Autor: Hosana Azevedo


Funed abre 51 vagas de emprego temporárias

Inscrições já podem ser feitas exclusivamente pela internet.

Autor: Divulgação


A paridade de gênero no mercado de trabalho

Embora o estudo revele uma recuperação para os níveis pré-COVID-19, o ritmo da mudança estagnou.

Autor: Marina Vaz

A paridade de gênero no mercado de trabalho

Como gerenciar múltiplas gerações no ambiente de trabalho?

Especialista aponta como minimizar conflitos em equipes multigeracionais.

Autor: Divulgação


Procura por vagas de Jovem Aprendiz cresce 65% em janeiro

As profissões de auxiliar administrativo e recepcionista também estão entre as mais buscadas pelos candidatos no início do ano.

Autor: Divulgação


O que as empresas procuram: 5 habilidades essenciais

Com o início do novo ano, é natural que os colaboradores reflitam sobre o que o mercado de trabalho espera no próximo ano.

Autor: Divulgação


Você sabe o que é empregabilidade e como obtê-la?

Especialista comenta por que a "employability" é tão importante na hora de conquistar uma nova posição.

Autor: Divulgação

Você sabe o que é empregabilidade e como obtê-la?

A semana de quatro dias e os impactos para empregadores e empregados

Jornada de trabalho reduzida é um modelo que tem despertado interesse e discussões no âmbito jurídico.

Autor: José D’Almeida Garrett Netto


Vagas de estágio são aliadas no início da carreira

Escolher a área de atuação ideal abrange um conjunto de fatores, como a identificação com as tarefas e as perspectivas de crescimento.

Autor: Divulgação


Qualidade de vida e bem-estar no trabalho muito além da exigência legal

A busca pela excelência nas organizações vai além do desempenho financeiro.

Autor: Raquel Roth

Qualidade de vida e bem-estar no trabalho muito além da exigência legal