Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O anywhere office veio pra ficar?

O anywhere office veio pra ficar?

30/04/2021 Tiago Alves

Adaptar, transformar e ressignificar.

O anywhere office veio pra ficar?

Essas foram as três palavras que guiaram e continuam pautando os processos profissionais e interpessoais com a chegada e estabelecimento da quarentena. O distanciamento social foi responsável por acelerar processos que já estavam em evolução. O trabalho à distância foi colocado em prática mostrando que é, sim, uma opção possível na maioria dos casos, podendo transformar até mesmo as salas de estar em salas de reunião.

Essa movimentação era uma tendência de mercado antes mesmo do atual cenário, como mostra uma pesquisa realizada pelo IWG (International Workspace Group) – líder global no setor de espaços de trabalho flexíveis. Na mostra, cerca de 50% dos funcionários do mundo todo já trabalhavam fora da sede principal dos escritórios por pelo menos 2,5 dias por semana, sendo em business lounges, escritórios remotos ou em casa.

Apesar da comodidade fornecida pelo home office, muitos funcionários, passados os primeiros meses de quarentena, reportaram diversas situações desagradáveis – como distração, problemas relacionados à tecnologia ou mesmo o isolamento social em relação a seus colegas de trabalho. O tão conhecido home office foi a estratégia adotada por 46% das empresas brasileiras durante a pandemia, segundo a Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise covid-19 elaborada pela Fundação Instituto de Administração (FIA). No cenário empresarial, trabalhar de casa é cada vez mais comum, mas a produtividade pode ser prejudicada por um ambiente pouco profissional e pela falta de equipamentos.

Portanto, permitir que a equipe possa atuar em espaços de trabalho flexíveis é crucial tanto para a empresa, que passa a usufruir de um contrato igualmente flexível, quanto para o funcionário. Muitas empresas têm diminuído drasticamente grandes escritórios centrais e os transformado em células de trabalho regionais, no conceito de squad office. Dessa forma, os colaboradores podem trabalhar mais próximos de casa em ambientes de trabalho profissionais e ao mesmo tempo que se sintam seguros. Nunca fez tanto sentido pensar que o metro quadrado mais caro que uma empresa pode ter é aquele que é pago, mas não é utilizado.

Essa movimentação é uma tendência no mercado. Segundo estudo realizado pela FIA, 34% das empresas têm a intenção de continuar com o trabalho flexível para até 25% do quadro dos colaboradores. Para as grandes empresas que conseguem ter uma política de trabalho flexível mais avançada, o conceito de anywhere office (escritório na nuvem) passa a ser o principal ponto a ser implementado. Sendo assim, trabalhar deixa de ser sobre onde e passa a ser sobre quando.

Dentro deste cenário, empresas estão firmando parcerias com esses escritórios flexíveis para que o serviço seja oferecido ao funcionário como um benefício. Os colaboradores têm suas necessidades atendidas, pois podem ter acesso a um ambiente profissional devidamente equipado com salas de reunião, salas privadas, coworking e business lounges. No caso das empresas, a vantagem está relacionada principalmente aos custos, uma vez que é possível contratar um plano personalizado que mais se encaixe no orçamento. Assim, as pessoas complementarão o home-office com escritórios flexíveis e outros pontos de trabalho para uma jornada alternada entre um ambiente profissional e uma experiência de teletrabalho.

O mundo corporativo está mudando e o anywhere office veio para ficar. A nova geração de trabalhadores talentosos e sedentos por tecnologia busca trabalhar em horários e, o mais importante, em locais que sejam ideais, propícios e inspiradores para eles. Portanto, é cada vez mais necessário oferecer soluções que conciliem o que esses profissionais pós-pandemia tanto buscam: produtividade e conveniência aliadas ao equilíbrio entre a vida e o trabalho.

* Tiago Alves é CEO do IWG, grupo detentor das marcas Regus e Spaces no Brasil.

Para mais informações sobre Home Office clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Máquina Cohn & Wolfe



Mercado de carbono abre oportunidade na área ambiental

Com a emissão de cerca de 2 bilhões de toneladas de gás carbônico por ano na atmosfera, o Brasil é considerado um dos maiores emissores de gases de efeito estufa.

Autor: Divulgação


Feirão promove reinserção de trabalhadores no mercado

Além de encaminhamento para entrevistas, primeira edição do evento vai oferecer outros serviços no Centro de Referência das Juventudes, em Belo Horizonte.

Autor: Divulgação


Empresa anuncia 1000 vagas de emprego em Betim (MG)

Oportunidades serão para seleção de Auxiliar Logístico, disponíveis para impulsionar o e-commerce regional.

Autor: Divulgação


Rede Mater Dei de Saúde abre vagas para unidade Nova Lima

As oportunidades são para Enfermeiros e Técnicos de Enfermagem em diversos setores.

Autor: Divulgação


Profissões que estão em alta e devem permanecer existindo

Nos últimos anos, temos visto o mundo do trabalho mudar e ser impulsionada pela aceleração da digitalização, automação e inteligência artificial.

Autor: João Roncati


Ser feliz no trabalho é essencial

O tema da felicidade está sempre permeando nossa rotina e no trabalho não é diferente.

Autor: David Braga


Unimed-BH contrata mais 50 profissionais para atuar na assistência

Cerca de 150 vagas já foram preenchidas e ainda restam 50 posições em aberto para contratação imediata.

Autor: Divulgação


Fundação CDL-BH oferece 500 vagas para jovens aprendizes

Serão disponibilizadas 500 vagas para jovens de 17 a 22 anos por meio do Programa Educação e Trabalho (PET).

Autor: Divulgação

Fundação CDL-BH oferece 500 vagas para jovens aprendizes

AeC oferece 550 vagas em Belo Horizonte

Todos os postos são para operador de atendimento ao cliente e a contratação é imediata.

Autor: Divulgação


Divino Fogão abre mais de 600 postos de trabalho em todo o Brasil

Vagas são para diferentes cargos, desde gerente a ajudante de cozinha.

Autor: Divulgação


Faltam profissionais no mercado

As manchetes avisam que faltam profissionais no mercado. Então, por que a taxa de desemprego aumenta? Porque sobram amadores.

Autor: Cesar Eduardo da Silva

Faltam profissionais no mercado

Descubra a melhor maneira de dizer “não” ao chefe

Muitos profissionais já se viram diante do dilema de discordar ou recusar uma solicitação do chefe, uma situação que pode ser delicada e desafiadora.

Autor: Hosana Azevedo