Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Quais são as situações que garantem a estabilidade no emprego

Quais são as situações que garantem a estabilidade no emprego

22/10/2020 Divulgação

Um dos casos mais comuns é a estabilidade da gestante, que se estende até o quinto mês após o parto.

Quais são as situações que garantem a estabilidade no emprego

Muitos trabalhadores e empregadores têm dúvidas sobre em quais circunstâncias é garantida a estabilidade temporária do emprego

O advogado trabalhista André Leonardo Couto, gestor da ALC Advogados, explica algumas situações que impedem a rescisão do contrato de trabalho por parte das empresas.

O advogado explica que, durante o período de estabilidade, o empregado não pode ser demitido pelo empregador, exceto nos casos de justa causa. Um dos casos mais comuns é a estabilidade da gestante, que se estende até o quinto mês após o parto, mas  André Leonardo Couto explica outra possibilidade. “No caso dos acidentes de trabalho, o empregado tem a garantia de continuar no cargo pelos próximos 12 meses após o último recebimento do auxílio doença acidentário. Isso está previsto no artigo 118 da Lei nº 8.213/91 e o empresário que não cumprir esta legislação pode sofrer sanções”, ressalta.

O profissional do Direito destaca que a estabilidade no emprego é prevista para quem ficou afastado por mais de 15 dias por acidente do trabalho ou por doença adquirida no trabalho. “Este ponto gera muitas dúvidas. Geralmente empregados e trabalhadores acreditam que o direito à estabilidade é apenas ao trabalhador que sofreu um acidente de trabalho, mas é válido deixar claro que esse direito é válido também para o empregado que teve alguma doença adquirida no trabalho” afirma.

A pandemia de Covid-19 impactou diretamente no Direito do Trabalho, conforme explica o advogado.  “As mudanças jurídicas em face do coronavírus são uma realidade. Tem-se visto reduções de cláusulas penais em acordos trabalhistas, suspensão de cumprimento de obrigações, dentre outras medidas. A longo prazo, o que vislumbro, será uma flexibilização do Direito do Trabalho quando ocorrer motivos de força maior e calamidade pública, como está ocorrendo atualmente”, explica.

O advogado destaca que existe também a garantia provisória no emprego ao empregado que receber o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda em decorrência da redução da jornada de trabalho e de salário ou da suspensão temporária do contrato de trabalho.  “Se o afastamento ou redução for por 60 dias, é garantido ao empregado a manutenção de seu contrato por mais 60 dias, salvo em caso de demissão por justa causa e por pedido de rescisão do empregado. Mas, se por algum motivo, o empregador optar pela rescisão, mesmo nas situações onde o trabalhador esteja no período de garantia provisória do emprego, o empregador se sujeitará ao pagamento, além das parcelas rescisórias previstas na legislação, o pagamento de uma indenização ao empregado”, finaliza.

Fonte: ALC Advogados e Grupo Balo



Mercado de carbono abre oportunidade na área ambiental

Com a emissão de cerca de 2 bilhões de toneladas de gás carbônico por ano na atmosfera, o Brasil é considerado um dos maiores emissores de gases de efeito estufa.

Autor: Divulgação


Feirão promove reinserção de trabalhadores no mercado

Além de encaminhamento para entrevistas, primeira edição do evento vai oferecer outros serviços no Centro de Referência das Juventudes, em Belo Horizonte.

Autor: Divulgação


Empresa anuncia 1000 vagas de emprego em Betim (MG)

Oportunidades serão para seleção de Auxiliar Logístico, disponíveis para impulsionar o e-commerce regional.

Autor: Divulgação


Rede Mater Dei de Saúde abre vagas para unidade Nova Lima

As oportunidades são para Enfermeiros e Técnicos de Enfermagem em diversos setores.

Autor: Divulgação


Profissões que estão em alta e devem permanecer existindo

Nos últimos anos, temos visto o mundo do trabalho mudar e ser impulsionada pela aceleração da digitalização, automação e inteligência artificial.

Autor: João Roncati


Ser feliz no trabalho é essencial

O tema da felicidade está sempre permeando nossa rotina e no trabalho não é diferente.

Autor: David Braga


Unimed-BH contrata mais 50 profissionais para atuar na assistência

Cerca de 150 vagas já foram preenchidas e ainda restam 50 posições em aberto para contratação imediata.

Autor: Divulgação


Fundação CDL-BH oferece 500 vagas para jovens aprendizes

Serão disponibilizadas 500 vagas para jovens de 17 a 22 anos por meio do Programa Educação e Trabalho (PET).

Autor: Divulgação

Fundação CDL-BH oferece 500 vagas para jovens aprendizes

AeC oferece 550 vagas em Belo Horizonte

Todos os postos são para operador de atendimento ao cliente e a contratação é imediata.

Autor: Divulgação


Divino Fogão abre mais de 600 postos de trabalho em todo o Brasil

Vagas são para diferentes cargos, desde gerente a ajudante de cozinha.

Autor: Divulgação


Faltam profissionais no mercado

As manchetes avisam que faltam profissionais no mercado. Então, por que a taxa de desemprego aumenta? Porque sobram amadores.

Autor: Cesar Eduardo da Silva

Faltam profissionais no mercado

Descubra a melhor maneira de dizer “não” ao chefe

Muitos profissionais já se viram diante do dilema de discordar ou recusar uma solicitação do chefe, uma situação que pode ser delicada e desafiadora.

Autor: Hosana Azevedo