Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Setor Hospitalar foi responsável por 48 mil empregos gerados em 2019

Setor Hospitalar foi responsável por 48 mil empregos gerados em 2019

06/02/2020 Divulgação

Hospitais têm expectativas positivas para 2020, mas temem impactos da Reforma Tributária.

Setor Hospitalar foi responsável por 48 mil empregos gerados em 2019

Na contramão do desemprego ao longo dos últimos anos, o setor hospitalar fecha 2019 com saldo positivo. Responsável por mais da metade dos postos de trabalho formais criados no setor da saúde durante o ano, 48.082 pessoas foram empregadas dentro da atividade entre janeiro e dezembro, número 30% maior do que em 2018. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgados no último dia 24, pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Os hospitais membros da Anahp foram responsáveis por 5.306 contratações, no acumulado de 12 meses até novembro de 2019 (dado mais recente disponível), segundo levantamento do Sistema de Indicadores Hospitalares Anahp (SINHA).

“Em relação à 2017, o número de empregos gerados pelos hospitais em 2019 foi 140% maior. A melhora deste índice é progressiva graças aos investimentos feitos pelas instituições, principalmente, em expansão, qualidade e segurança para o paciente”, avalia Marco Aurélio Ferreira, diretor executivo da Anahp.

Ainda segundo Ferreira, apesar da expectativa de que esse número continue crescendo em 2020, há um sinal de alerta no setor decorrente dos possíveis impactos que a Reforma Tributária poderá causar caso não haja uma análise aprofundada do cenário da saúde no país.  “A principal despesa de um hospital, que representa cerca de 50% do total, está relacionada ao custo de pessoal. O aumento de tributo pode afetar diretamente a geração de empregos, em um momento no qual o Brasil começa a se recuperar da maior recessão econômica de sua história”, finalizou o executivo.

Fonte: Anahp



Seis tendências para profissões do futuro

Pesquisa aponta que mercado de trabalho exigirá pessoas com alto grau de formação.

Seis tendências para profissões do futuro

Sebraetec lança editais para contratação de prestadores de serviços em tecnologia

Atualmente o Sistema Sebrae conta com cerca de 2.100 empresas especializadas em atuação, mas o objetivo é ampliar esse número nos próximos meses.


Fonte solar já gerou mais de 37 mil empregos no Brasil em 2020

De janeiro a maio, o setor adicionou 1236,6 megawatts (MW) em capacidade instalada, um crescimento de 27,3% frente ao consolidado até 2019.

Fonte solar já gerou mais de 37 mil empregos no Brasil em 2020

Construtoras oferecem vagas de emprego em Belo Horizonte e Nova Lima

Há vagas disponíveis para analista de projetos e encarregado de obras.

Construtoras oferecem vagas de emprego em Belo Horizonte e Nova Lima

Caixa seleciona propostas voltadas a microempreendedores informais

Serão avaliadas ideias que promovam a independência financeira desses trabalhadores, os mais afetados pelo coronavírus.


Sobram vagas, faltam profissionais. Será?

Existem mesmo poucos profissionais capacitados para atender a demanda do novo mundo empresarial digital?

Sobram vagas, faltam profissionais. Será?

Sustentabilidade nas empresas demanda profissionais com atuação em meio ambiente

Conscientização da sociedade pressiona organizações a investirem na preservação ambiental.


Brasil ocupa o 7º lugar no ranking do salário médio mensal da América Latina

País aparece ocupando o  81º lugar no ranking mundial com 101 nações analisadas.

Brasil ocupa o 7º lugar no ranking do salário médio mensal da América Latina

Energia solar: mais empregos na recuperação econômica do Brasil

O sistema fotovoltaico é hoje um dos melhores investimentos para empresas e cidadãos.

Energia solar: mais empregos na recuperação econômica do Brasil

Minas abre inscrições para cursos de capacitação gratuitos

As capacitações atendem às demandas do mercado de trabalho e estão com inscrições abertas para moradores de todas as regiões do estado.


Pedidos de seguro-desemprego sobem 76,2% na primeira quinzena de maio

Foram requeridos 504.313 benefícios de seguro-desemprego no período.

Pedidos de seguro-desemprego sobem 76,2% na primeira quinzena de maio

Cargos que cresceram diante da pandemia do coronavírus

Levantamento realizado pela Catho mapeou que as profissões de maior crescimento aparecem nas áreas de saúde, supermercadista, farmácia e logística.

Cargos que cresceram diante da pandemia do coronavírus