Portal O Debate
Grupo WhatsApp


3 dicas para o bem-estar físico e mental para os pets

3 dicas para o bem-estar físico e mental para os pets

04/10/2016 Ana Paula Morais

Brinquedo + porta alimentos que atiça o instinto de caça dos pets e permite o comportamento exploratório de morder.

3 dicas para o bem-estar físico e mental para os pets

A rotina dos animais domésticos em um ambiente humano pouco enriquecido pode gerar problemas físicos e mentais aos cães. Isso acontece porque ficam limitados para expressar seus comportamentos naturais.

Para identificar se o animal está passando por situações de stress crônico, basta observar sua rotina. Atitudes como agressividade, destruição de objetos, latidos excessivos e automutilação são sintomas claros de que o pet não possui pleno bem-estar físico e mental. Esses sinais comprovam como uma convivência sem estímulos adequados resultam em cães obesos, estressados e sedentários.

Quando esses sinais são detectados, mudanças no ambiente e na rotina do animal são indispensáveis. Por isso, a Pet Games, empresa brasileira que desenvolve e fabrica produtos inovadores para melhorar a qualidade de vida dos animais de estimação, apresenta cinco dicas de brinquedos que irão trazer qualidade de vida para o animal:

1 – Incentivar o pet a encontrar maneiras diferentes para encontrar o seu alimento. Dessa forma, ele diminui a sua ociosidade e níveis de stress. “É um recurso simples, prático e saudável para proporcionar bem-estar físico e mental, minimizando vários problemas de saúde”, explica Dalton Ishikawa, veterinário da Pet Games.

Os mordedores recheáveis são ideais para essa atividade, o principal atrativo é seu compartimento oco para alimentos.Desenvolvido em borracha termoplástica de alta resistência mecânica que garante segurança e durabilidade. Os modelos Pet Games estão disponíveis nos tamanhos P/M/G, possui proteção antimicrobiana e conceito toy art de esculturas colecionáveis.


2 – Atiçar o instinto de caça do animal, oferecendo brinquedos em que ele precisa se movimentar para conseguir seu alimento. Dessa forma, evita um animal sedentário e obeso, permitindo que ele gaste energia atrás de seus alimentos.

A Pet Ball foi criada com esse propósito, um comedouro ocupacional, em que o pet exercita o instinto de caçar alimentos. A ração deve ser depositada no interior da bola e o animal se diverte descobrindo como tirar o alimento para consumi-lo. O brinquedo possui pequenos furos que dissipam o odor dos alimentos e estimula o faro dos pets. Quando a bola rola, um som característico atiça a audição do animal e por tratar-se de um produto translúcido estimula-se também a visão.

3 - Satisfazer o instinto de roer. Sim, os cães têm prazer em roer e para evitar o stress e móveis estragados pela casa é necessário um produto que auxilie e não provoque danos na saúde do animal.

A Pet Escova é ideal para a roedura dos cães, ela atua como um recurso anti-stress, pois permite que o cão satisfaça seu desejo de roer, com um produto seguro. Fabricado em nylon atóxico, o material confere ao produto grande resistência aos impactos do uso, com ranhuras funcionais que proporcionam maior estabilidade na hora de agarrar o brinquedo. A superfície áspera que se forma com as mordidas propicia a remoção mecânica da placa bacteriana e do cálculo sem prejudicar a gengiva, o esmalte dos dentes e reduzindo o mau hálito. Dessa forma eles “escovam” os dentes sozinhos brincando, sem o auxílio dos donos. 



Como proteger meu pet do calor?

O verão está chegando e algumas cidades brasileiras já registram temperaturas acima dos 28 graus.

Como proteger meu pet do calor?

Cães podem comer açúcar?

Veterinário diz que tipo de alimentos adocicado os cães podem consumir.

Cães podem comer açúcar?

Pesquisa revela que permitir pets nos escritórios ajuda a reter e atrair talentos

Dos empregadores ouvidos, 87% dizem conseguir reter e atrair mais talentos por serem “pet friendly”.

Pesquisa revela que permitir pets nos escritórios ajuda a reter e atrair talentos

Pets na empresa? Eles podem ajudar na produtividade e reduzir o estresse

De olho no aumento da produtividade de seus colaboradores, empresas permitem visitas de pets em dias preestabelecidos.

Pets na empresa? Eles podem ajudar na produtividade e reduzir o estresse

“Cães obesos vivem menos”

Quase 60% dos cachorros sofrem com o sobrepeso e, consequentemente, com as doenças decorrentes da obesidade.

“Cães obesos vivem menos”

Os mitos sobre gatos e gestantes

Gestantes podem continuar dividindo as emoções com seus gatinhos sem medo.

Os mitos sobre gatos e gestantes

Você sabia que seu pet pode doar sangue?

Especialista explica a importância do procedimento e alerta para a necessidade de promover essa atitude que salva vidas.

Você sabia que seu pet pode doar sangue?

“Os cachorros realmente amam seus donos”, diz especialista

Os animais percebem seus tutores como membros da família, mesmo sabendo diferenciar humanos de outros cães.

“Os cachorros realmente amam seus donos”, diz especialista

Confira 6 dicas para proteger os pets durante o inverno

Para amenizar o desconforto dos animais de estimação na época mais gelada do ano, veterinário lista quais são os pontos que demandam mais atenção.

Confira 6 dicas para proteger os pets durante o inverno

Mitos e verdades sobre pulgas e carrapatos

Estes parasitas representam uma preocupação constante e são uma dor de cabeça para donos de cães e gatos.

Mitos e verdades sobre pulgas e carrapatos

Pets: Você sabia que seu cãozinho pode doar sangue?

Especialista explica a importância do procedimento e alerta para a escassez de doadores e a necessidade urgente de promover essa atitude que salva vidas.

Pets: Você sabia que seu cãozinho pode doar sangue?

Cães auxiliam crianças e adultos com deficiências

Além dos alunos da APAE, a terapia com animais também é utilizada para tratamento contra o câncer, doenças cardíacas, estresse, depressão e paralisias.

Cães auxiliam crianças e adultos com deficiências