Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Asma em cachorros: como saber se o meu pet tem e como tratá-la

Asma em cachorros: como saber se o meu pet tem e como tratá-la

29/10/2018 Divulgação

Aliás, muitas das doenças que nós seres humanos podemos ter, os pets também estão sujeitos.

Se você achava que o seu cachorro amigo não poderia ter asma, saiba que infelizmente ele pode sim. Mas da mesma forma que nós podemos fazer um tratamento para a cura, os nossos bichinhos também podem.

A asma é um problema respiratório bem complicado, que pode ser desencadeado por situações diferentes! Cheiro forte de tinta, fumaça de cigarro, poeira e entre outros componentes podem desencadear essa crise asmática.

Mas é importante ressaltar que esse problema tem um tratamento efetivo, mas que é muito importante levar em consideração que imprevistos podem acontecer, então se o seu bichinho tiver uma crise é importante saber oferecer uma atenção maior para ajudá-los a ficarem melhor.

Aqui te explicaremos um pouco sobre as causas, como ajudar o seu pet e claro, falaremos um pouco sobre o tratamento. Confira!

O que causa a asma nos cães?

Como dissemos anteriormente, existem muitos componentes que podem contribuir para desencadear esse problema respiratório, quando os cães inalam a substância tóxica, as vias aéreas ficam parcialmente ou completamente bloqueadas com muco e a partir daí o cão pode começar a apresentar problemas de dificuldade para respirar.

Os principais sinais para você identificar que o seu amiguinho de patas está com dificuldades para respirar são tosses secas, que podem progredir para chiados e em casos mais graves, a respiração pode ficar mais acelerada e dificultada. Além disso, eles ficam com a boca mais aberta, na tentativa de conseguir respirar melhor.

Como ajudar o seu amiguinho em uma crise

Em momentos que o seu cachorro estiver tendo uma crise é importante levá-lo para um lugar mais arejado, lugares com boa ventilação são ótimos para ajudar o cão a voltar a respirar normalmente, já que assim eles não precisam forçar sua respiração e podem ficar mais calminhos.

Outro ponto muito importante para ajudar o bichinho a ficar mais tranquilo é colocando-o em um lugar mais calmo. Geralmente barulhos, mesmo que mínimos, podem deixar o cão mais desesperado, fazendo-o forçar ainda mais sua respiração. Então preocupe-se em deixá-lo calmo, em um lugar arejado e tranquilo, e claro sem deixá-lo sozinho.

Agora, se o quadro do seu pet estiver mais grave e ele não estiver consciente, é comum a gengiva e a língua ficarem roxas por falta de oxigenação. Então o que você pode fazer é pegar o focinho do bichinho e soprar duas vezes para ajudá-lo de forma imediata. Caso isso não funcione, repita o processo alternando de 15 a 20 minutos, enquanto isso, procure a ajuda de um médico veterinário, para evitar que o problema se agrave ainda mais.

Sobre o tratamento

Assim como para nós seres humanos, o tratamento para o seu cachorro também será a base de remédios, mas para isso é importante serem receitados por um médico veterinário, dessa forma o profissional poderá fazer uma avaliação melhor do caso do seu bichinho e receitar as doses corretas para o tratamento dele.

Além disso, é importante que o cãozinho tenha um acompanhamento periódico do médico veterinário, tendo um tratamento mais completo, sem esperar que o bichinho tenha outra crise para receber cuidados necessários.



Raiva Canina: vamos falar sobre essa doença fatal?

Agosto se aproxima e com ele a campanha de vacinação contra a raiva - vírus quase 100% letal.

Raiva Canina: vamos falar sobre essa doença fatal?

Pets exóticos precisam de cuidado redobrado no inverno

Baixas temperaturas podem causar desconforto e doenças.

Pets exóticos precisam de cuidado redobrado no inverno

10 dicas para receber um novo pet em casa

Veterinária orienta sobre cuidados que os tutores devem ter em mente ao receber um cão ou gato em casa.

10 dicas para receber um novo pet em casa

As raças de cães mais populares em 2019 no Brasil

Cães sem raça definida são a preferência do brasileiro.

As raças de cães mais populares em 2019 no Brasil

O inverno e os pets: combinação perigosa

Veterinária dá dicas de como proteger os animais de estimação nesses dias mais frios.

O inverno e os pets: combinação perigosa

Pets na quarentena: saiba como mantê-los ativos e saudáveis

Cuidados redobrados com a higiene do pet e dos brinquedos estão entre as recomendações.

Pets na quarentena: saiba como mantê-los ativos e saudáveis

Coronavírus em pets: o vírus reage da mesma forma que em humanos?

Aprenda os cuidados básicos com os pets em meio à pandemia.

Coronavírus em pets: o vírus reage da mesma forma que em humanos?

Dicas simples para adaptar seu gato ao ambiente doméstico

Pouca gente conhece, mas existem técnicas eficientes para condicionar um gato.

Dicas simples para adaptar seu gato ao ambiente doméstico

Check-up pode prolongar a vida dos pets e gerar economia para o seu bolso

Os bichinhos de estimação são parte da família e aumentar a expectativa de vida desses amigos de quatro patas é uma preocupação do dia a dia.

Check-up pode prolongar a vida dos pets e gerar economia para o seu bolso

Startup lança aplicativo de prestação de serviços para o mercado pet

My Pet My Life foi desenvolvido para intermediar a relação entre o consumidor e estabelecimentos do setor que oferecem produtos e serviços para os animais de estimação.

Startup lança aplicativo de prestação de serviços para o mercado pet

10 curiosidades que você provavelmente não sabe sobre os gatos

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação, o mercado pet brasileiro é o segundo maior do mundo em faturamento, atrás apenas da China.

10 curiosidades que você provavelmente não sabe sobre os gatos

Planos de saúde para pets, vale a pena ter um?

O gasto dos brasileiros com a saúde de seus animais de estimação ultrapassa 2 mil reais por ano.

Planos de saúde para pets, vale a pena ter um?