Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Dicas simples para adaptar seu gato ao ambiente doméstico

Dicas simples para adaptar seu gato ao ambiente doméstico

17/03/2020 Divulgação

Pouca gente conhece, mas existem técnicas eficientes para condicionar um gato.

Dicas simples para adaptar seu gato ao ambiente doméstico

Quando pensamos em um bichinho de estimação, é normal que a imagem de um cão seja a primeira que vem à nossa cabeça. Mas, de acordo com números do IBGE e atualizados pelo Instituto Pet Brasil, o número de casas que escolhe ter um gato como animal doméstico aumentou 8,1% desde 2013. Além disso, dados do IBGE apontam que já existem cerca de 22 milhões de gatos no Brasil e, até 2022, esse número tende a ultrapassar os 30 milhões.

Muitos tutores pensam que os gatos, por serem conhecidos como animais independentes, não podem ser adestrados. Mas a verdade é que há, sim, técnicas para adestrar um felino, que são muito eficientes. Por mais que os gatos sejam menos sociáveis que os cães, eles têm a mesma capacidade de serem treinados.

“A melhor forma de educar um gato é usar o reforço positivo. Se o comportamento tem consequências positivas, o animal vai começar a repetir aquela ação. E, por serem muito ágeis, a maioria dos gatos aprende truques com bastante facilidade”, explica o especialista em comportamento animal Cleber Santos.

Abaixo, o especialista ensina o que fazer para treinar o gato:

Compre arranhadores

Nós sabemos que gatos adoram arranhar as coisas, então é importante estar preparado para isso. Se o gato arranha o sofá, a cama ou até mesmo os móveis, e é algo que o tutor não gosta, o ideal é comprar um arranhador adequado, ou mostrar o local correto para ele fazer a afiação das garras.

“Hoje, existem arranhadores específicos, que podem ser inseridos no canto de móveis que os gatos são acostumados a arranhar. Além disso, o tutor pode comprar o arranhador e colocar no local em que o gato fica, estimulando-o a arranhar o local certo”, diz Cleber.

Deixe o ambiente interessante para o seu gato

Os gatos são animais bastante curiosos e inquietos, então é essencial que sempre tenha algo para distrair seu felino. Uma boca dica são locais elevados, em que o seu gato possa subir e ficar, além de brinquedos que contenham “catnip”, ou ervas que foram feitas especialmente para gatos, que estimulam os felinos através do cheiro.

“Como os gatos são animais caçadores, miniaturas de ratinhos podem ser usadas para que eles possam brincar; outra dica são as caixas de papelão que também são importantes para que eles possam se esconder e arranhar as unhas. Tudo isso são medidas para os gatos ficarem mais tranquilos, sociáveis, próximos, saudáveis e ativos, além de evitar doenças trazidas pelo estresse e pela ansiedade”, explica.

Tenha uma areia apropriada para seu gato

É sempre um problema quando o gato não faz xixi no lugar certo, e isso se deve a alguns fatores - pode existir outro gato na casa, fazendo com que ele marque território, ou o gato não se adaptou à marca de areia ou grão que estão sendo usados. 

“É importante lembrarmos que existem areias apropriadas para gatos de pêlos longos, curtos, entre outros. O tutor pode fazer alguns testes para ver a qual areia o seu gato irá se adaptar da melhor forma. Além disso, outra dica é que o responsável pode usar atrativo sanitário, facilitando que o animal encontre o local correto para fazer suas necessidades”.

Ensine seu gato aos poucos

É importante que o tutor não exija muito do seu pet logo de cara, pois isso pode acabar sobrecarregando o animal e deixando-o irritado. A dica é repetir os mesmos comandos e, sempre que ele acertar, elogiá-lo falando o nome dele. Dessa forma, ele saberá que é algo positivo.

“Como já citado, é importante que o gato tenha um retorno positivo do tutor. O ensinamento não deve ser feito na base de gritos e punições, isso apenas fará com que o animal fique estressado e com medo do dono. O tutor deve sim reforçar quando o pet faz alguma ação negativa, mas sempre com o cuidado necessário”, defende Cleber.

Fonte: Cleber Santos e Ortolani Comunicação



Saiba como trabalhar com os animais sem precisar abrir um negócio

Com a alta procura por serviços de bem-estar animal, área pet gera oportunidades de trabalho autônomo com baixo investimento.

Saiba como trabalhar com os animais sem precisar abrir um negócio

A tecnologia a serviço do mercado pet

Não é novidade que a tecnologia já é uma grande aliada no nosso dia a dia, seja na vida pessoal ou profissional.

A tecnologia a serviço do mercado pet

Terminação dos bovinos em confinamento pode aumentar a produção das fazendas de forma rentável

Planejamento é essencial para os pecuaristas que buscam adesão a esse sistema.

Terminação dos bovinos em confinamento pode aumentar a produção das fazendas de forma rentável

Gasto anual com gatos chega a ser 178% menor que com cachorros

Atualmente, os pets fazem parte da vida de mais de 80 milhões de lares brasileiros.

Gasto anual com gatos chega a ser 178% menor que com cachorros

Páscoa: Chocolates são altamente prejudiciais à saúde dos pets

Além do símbolo da data, veterinária alerta para que tutores evitem oferecer outros alimentos típicos das celebrações familiares.

Páscoa: Chocolates são altamente prejudiciais à saúde dos pets

Uso de farelos contribui para corrigir a nutrição de bovinos

Suplementação é necessária em casos de déficit protéico e energético na dieta dos animais.

Uso de farelos contribui para corrigir a nutrição de bovinos

Dores em gatos: saiba como identificar

O hábito dos felinos esconderem sinais clínicos pode atrasar a detecção de doenças e comprometer o tratamento.

Dores em gatos: saiba como identificar

MEI representa 78% dos negócios ligados ao mercado pet

Levantamento realizado pelo Sebrae detectou que crescimento do setor tem ocorrido desde 2012.

MEI representa 78% dos negócios ligados ao mercado pet

Morte de pets reforça urgência de rever normas para transporte aéreo

No último mês dois cães morreram durante voos nacionais; transporte requer cuidados e preparação prévia.

Morte de pets reforça urgência de rever normas para transporte aéreo

Abandono de animais cresce 61%, e plataforma busca aumentar adoções

Crises financeira, econômica e sanitária após a pandemia do novo coronavírus deram luz à falta de responsabilidade das pessoas com animais de estimação.

Abandono de animais cresce 61%, e plataforma busca aumentar adoções

Saiba quais são os Direitos dos pets em caso de separação do casal

Como fica o animal numa situação de separação ou de falecimento do dono?

Saiba quais são os Direitos dos pets em caso de separação do casal

Pet Society investe R$ 35 milhões em nova fábrica e gera 200 empregos

Indústria de produtos e cosméticos para higiene e bem estar Pet constrói a fábrica mais moderna do segmento em toda América Latina.

Pet Society investe R$ 35 milhões em nova fábrica e gera 200 empregos