Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Planos de saúde para pets, vale a pena ter um?

Planos de saúde para pets, vale a pena ter um?

05/02/2020 Divulgação

O gasto dos brasileiros com a saúde de seus animais de estimação ultrapassa 2 mil reais por ano.

Planos de saúde para pets, vale a pena ter um?

São 132 milhões de animais de estimação no Brasil, segundo dados do IBGE. Sabendo que os pets são figuras cada vez mais presentes nas casas brasileiras, e o interessante potencial  desse mercado, empresas oferecem planos de saúde para pets com preços a partir de 27 reais. 

Muitos tutores desejam contratar esses planos, mas não sabem ao certo se vale a pena ou como escolher o mais adequado. Para ajudar nesse processo, a especialista Luana Sartori, veterinária responsável pela Monello Select, da Nutrire, separou algumas dicas importantes para esclarecer essas dúvidas.

“O primeiro passo é entender como esses planos funcionam e, claro, fazer a comparação entre eles levando em conta o custo e o benefício de cada um. Alguns oferecem atendimento rápido e eficaz por um valor mais em conta, por isso é tão importante a pesquisa”, diz. 

Os planos de saúde para animais possuem a mesma lógica daqueles usados pelos humanos, ou seja, há uma taxa mensal para que haja atendimento, a qualquer hora do dia, com direito a exames, internação, entre outros benefícios. Os preços podem variar dependendo da raça, porte ou idade do pet.

Para a veterinária, os planos podem valer a pena para quem tem pets idosos ou com a saúde fragilizada. “A pessoa precisa avaliar a condição do cão ou gato, se ele precisa frequentemente realizar procedimentos, exames ou intervenções cirúrgicas”, explica. Vale lembrar que animais idosos devem ir com mais frequência ao médico veterinário. 

“Algumas empresas vão além disso e oferecem vacinas, acupuntura, homeopatia, atendimento emergencial, cobertura de parto, implante de microchip e auxílio-funeral, tudo depende do tipo de plano que você deseja”, acrescenta Luana. Geralmente, com raras exceções, as empresas oferecem planos básicos, intermediários e de maior abrangência.

Antes de contratar um plano de saúde para seu animalzinho, converse com um veterinário e compreenda as necessidades do pet. Como os preços não são exorbitantes, em alguns casos vale a pena o investimento. Uma recente pesquisa, realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), divulgou que os gatos com a saúde de animais de estimação ultrapassam 2 mil reais por ano.

Porém, para Luana, os valores devem ser ainda maiores. “Animais mais velhos com doença renal podem necessitar de exames de imagem a cada seis meses para avaliação dos rins, por exemplo. Fora isso, há todas as necessidades que são emergenciais e surgem sem aviso”, alerta.

Avaliar a situação é o primeiro passo. “Seu pet tem mais de 7 anos? Apresenta algum problema crônico? Quanto você gasta com a saúde dele em um ano? Responda e essas perguntas e ficará mais fácil decidir pelo plano ou não”, indica a especialista.

Fonte: Nutrire



Saiba como trabalhar com os animais sem precisar abrir um negócio

Com a alta procura por serviços de bem-estar animal, área pet gera oportunidades de trabalho autônomo com baixo investimento.

Saiba como trabalhar com os animais sem precisar abrir um negócio

A tecnologia a serviço do mercado pet

Não é novidade que a tecnologia já é uma grande aliada no nosso dia a dia, seja na vida pessoal ou profissional.

A tecnologia a serviço do mercado pet

Terminação dos bovinos em confinamento pode aumentar a produção das fazendas de forma rentável

Planejamento é essencial para os pecuaristas que buscam adesão a esse sistema.

Terminação dos bovinos em confinamento pode aumentar a produção das fazendas de forma rentável

Gasto anual com gatos chega a ser 178% menor que com cachorros

Atualmente, os pets fazem parte da vida de mais de 80 milhões de lares brasileiros.

Gasto anual com gatos chega a ser 178% menor que com cachorros

Páscoa: Chocolates são altamente prejudiciais à saúde dos pets

Além do símbolo da data, veterinária alerta para que tutores evitem oferecer outros alimentos típicos das celebrações familiares.

Páscoa: Chocolates são altamente prejudiciais à saúde dos pets

Uso de farelos contribui para corrigir a nutrição de bovinos

Suplementação é necessária em casos de déficit protéico e energético na dieta dos animais.

Uso de farelos contribui para corrigir a nutrição de bovinos

Dores em gatos: saiba como identificar

O hábito dos felinos esconderem sinais clínicos pode atrasar a detecção de doenças e comprometer o tratamento.

Dores em gatos: saiba como identificar

MEI representa 78% dos negócios ligados ao mercado pet

Levantamento realizado pelo Sebrae detectou que crescimento do setor tem ocorrido desde 2012.

MEI representa 78% dos negócios ligados ao mercado pet

Morte de pets reforça urgência de rever normas para transporte aéreo

No último mês dois cães morreram durante voos nacionais; transporte requer cuidados e preparação prévia.

Morte de pets reforça urgência de rever normas para transporte aéreo

Abandono de animais cresce 61%, e plataforma busca aumentar adoções

Crises financeira, econômica e sanitária após a pandemia do novo coronavírus deram luz à falta de responsabilidade das pessoas com animais de estimação.

Abandono de animais cresce 61%, e plataforma busca aumentar adoções

Saiba quais são os Direitos dos pets em caso de separação do casal

Como fica o animal numa situação de separação ou de falecimento do dono?

Saiba quais são os Direitos dos pets em caso de separação do casal

Pet Society investe R$ 35 milhões em nova fábrica e gera 200 empregos

Indústria de produtos e cosméticos para higiene e bem estar Pet constrói a fábrica mais moderna do segmento em toda América Latina.

Pet Society investe R$ 35 milhões em nova fábrica e gera 200 empregos