Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Seu cão pode ter problemas emocionais

Seu cão pode ter problemas emocionais

27/10/2016 Ana Paula Morais

Excesso de medo, dificuldade de se socializar ou agressividade são os primeiros passos para os donos ajudarem o cão.

Seu cão pode ter problemas emocionais

Que os animais domésticos têm sentimentos, isso todo mundo já sabe. Mas, assim como o animal tem sentimentos positivos, ele também está vulnerável a desenvolver problemas emocionais. Neste caso, o veterinário do Clube de Cãompo, Aldo Macellaro, explica, principalmente no caso dos cães, como os donos podem detectar e combater os sintomas de problemas comportamentais e quais os tratamentos indicados para essa doença.

Fatores contribuintes

“Vários fatores podem contribuir para que o cão seja mais suscetível aos problemas comportamentais e emocionais. Um deles é saber em qual ambiente os pais dele foram criados. Por exemplo, se a cadela foi maltratada durante a gravidez, seus filhotes serão mais suscetíveis a terem problemas durante seu desenvolvimento” comenta o Aldo Macellaro, veterinário do Clube de Cãompo.

De acordo com Macellaro, alguns fatores podem denunciar se o cão tem ou pode vir a ter problemas emocionais, como depressão, excesso de medo, dificuldade em se socializar em ambientes externos, ingestão de fezes, lambedura, micção involuntária, destruição de objetos, latido excessivo e agressividade que são alguns dos sintomas que merecem atenção dos donos.

“É da natureza do cão viver em matilha, em bando. Então, se o animal apresenta algum tipo de problema desta natureza, os donos precisam ajudá-lo a adotar uma nova rotina, como atividades físicas e programas de socialização com outros cães” comenta Macellaro, que complementa “existem vários períodos naturais que os cães atravessam durante seu desenvolvimento em que as oportunidades de apresentação de novas situações devem ser feitas, sempre de uma maneira positiva, para se adquirir o equilíbrio emocional na vida adulta”.

Para que o cão se sinta a vontade, ele precisa se familiarizar e estabelecer relações positivas com novos ambientes, se adaptando a tudo que está ao seu redor. Nesse caso, os donos desempenham um papel fundamental de não pressionar ou obrigar o cão a algo que naquele momento ele não está preparado ainda. “Esse é um tipo de atitude que pode aflorar no animal sensações negativas” explica o veterinário.

Nesse caso, procurar a ajuda de profissionais especializados em comportamento canino é uma boa saída, além de atividades educacionais e recreativas. Essa interação leva bem estar físico e emocional para o animal. Além das atividades, ter um local com bastante espaço é fundamental para o cão brincar e se socializar.



Como proteger meu pet do calor?

O verão está chegando e algumas cidades brasileiras já registram temperaturas acima dos 28 graus.

Como proteger meu pet do calor?

Cães podem comer açúcar?

Veterinário diz que tipo de alimentos adocicado os cães podem consumir.

Cães podem comer açúcar?

Pesquisa revela que permitir pets nos escritórios ajuda a reter e atrair talentos

Dos empregadores ouvidos, 87% dizem conseguir reter e atrair mais talentos por serem “pet friendly”.

Pesquisa revela que permitir pets nos escritórios ajuda a reter e atrair talentos

Pets na empresa? Eles podem ajudar na produtividade e reduzir o estresse

De olho no aumento da produtividade de seus colaboradores, empresas permitem visitas de pets em dias preestabelecidos.

Pets na empresa? Eles podem ajudar na produtividade e reduzir o estresse

“Cães obesos vivem menos”

Quase 60% dos cachorros sofrem com o sobrepeso e, consequentemente, com as doenças decorrentes da obesidade.

“Cães obesos vivem menos”

Os mitos sobre gatos e gestantes

Gestantes podem continuar dividindo as emoções com seus gatinhos sem medo.

Os mitos sobre gatos e gestantes

Você sabia que seu pet pode doar sangue?

Especialista explica a importância do procedimento e alerta para a necessidade de promover essa atitude que salva vidas.

Você sabia que seu pet pode doar sangue?

“Os cachorros realmente amam seus donos”, diz especialista

Os animais percebem seus tutores como membros da família, mesmo sabendo diferenciar humanos de outros cães.

“Os cachorros realmente amam seus donos”, diz especialista

Confira 6 dicas para proteger os pets durante o inverno

Para amenizar o desconforto dos animais de estimação na época mais gelada do ano, veterinário lista quais são os pontos que demandam mais atenção.

Confira 6 dicas para proteger os pets durante o inverno

Mitos e verdades sobre pulgas e carrapatos

Estes parasitas representam uma preocupação constante e são uma dor de cabeça para donos de cães e gatos.

Mitos e verdades sobre pulgas e carrapatos

Pets: Você sabia que seu cãozinho pode doar sangue?

Especialista explica a importância do procedimento e alerta para a escassez de doadores e a necessidade urgente de promover essa atitude que salva vidas.

Pets: Você sabia que seu cãozinho pode doar sangue?

Cães auxiliam crianças e adultos com deficiências

Além dos alunos da APAE, a terapia com animais também é utilizada para tratamento contra o câncer, doenças cardíacas, estresse, depressão e paralisias.

Cães auxiliam crianças e adultos com deficiências