Portal O Debate
Grupo WhatsApp

4 maneiras de potencializar o uso da Timeline

4 maneiras de potencializar o uso da Timeline

17/04/2012 Denis Zanini

Como todos já sabem, desde o dia 30 de março todas as fanpages do Facebook passaram obrigatoriamente para o formato de Timeline.

Embora o novo modelo não seja unanimidade entre os usuários, não há dúvidas que as páginas ficaram melhor organizadas e visualmente mais atraentes, com uma grande testeira (capa) e maior espaço para exibição de imagens e vídeos. Essas mudanças não são obra do acaso. Eles foram desenvolvidas dentro do conceito de storytelling.

A linha do tempo, em parceria com imagens, nada mais é do que uma espécie de história gráfica contada pela empresa. É sabido que fotos, desenhos e gráficos encontram grande receptividade nas mídias sociais, vide o sucesso dos infográficos e de redes baseadas essencialmente em imagens, como o Tumblr e o Pinterest. De acordo com uma pesquisa da Simply Measured divulgada em março, as marcas que se anteciparam à obrigatoriedade da Timeline já estão colhendo os frutos, com engajamento médio 46% maior.

Confira a seguir 4 sugestões de como potencializar as funcionalidades da Timeline.

1) Priorize imagens: a Timeline foi desenhada para destacar imagens e vídeos, portanto tire proveito disso. Publique regularmente vídeos e fotos de boa qualidade, gráficos, ilustrações e tabelas vinculadas ao tema da postagem. De acordo com um estudo interno do Facebook, posts com fotos geram duas vezes mais engajamento.

2) Utilize a barra de aplicativos: abaixo da capa fica a barra de aplicativos, com páginas curtidas, fotos, jogos, links para outras redes (Twitter, Youtube, etc). A barra comporta até 12 ícones, mas só exibe 4 na home. O administrador da página pode alterar as posições, priorizando aqueles que são estratégicos para a empresa, como por exemplo jogos, páginas especiais, eventos, lançamentos de produtos, etc.

3) Fixe e destaque os melhores posts: entre as novas funcionalidades estão a possibilidade de fixação de um post no alto do página durante 7 dias (ideal para promoções, concursos, lançamentos) ou destacar (aumentar de tamanho) posts específicos. Para utilizar o primeiro basta clicar no ícone do lápis e, para utilizar o segundo, o ícone da estrela, ambos disponíveis no box da postagem.

4) Publique mais de uma vez ao dia em horários alternados: foi-se o tempo que uma publicação por dia era suficiente no Facebook. Por isso, amplie a quantidade e diversifique os horários das postagens. Assim, as chances de impactar públicos diferenciados e obter engajamento são maiores. Vale dar dicas, promover enquetes, eventos, concursos, tirar dúvidas. O importante é se relacionar com o consumidor e o novo layout do Facebook favorece amplamente o contato.

*Denis Zanini é consultor de marketing digital.



Senado e STF colidem sobre descriminalizar a maconha

O Senado aprovou, em dois turnos, a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) das Drogas, que classifica como crime a compra, guarda ou porte de entorpecentes.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


As histórias que o padre conta

“Até a metade vai parecer que irá dar errado, mas depois dá certo!”

Autor: Dimas Künsch


Vulnerabilidades masculinas: o tema proibido

É desafiador para mim escrever sobre este tema, já que sou um gênero feminino ainda que com certa energia masculina dentro de mim, aliás como todos os seres, que tem ambas as energias dentro de si, feminina e masculina.

Autor: Viviane Gago


Entre o barril de petróleo e o de pólvora

O mundo começou a semana preocupado com o Oriente Médio.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Nome comum pode ser bom, mas às vezes complica!

O nosso nome, primeira terceirização que fazemos na vida, é uma escolha que pode trazer as consequências mais diversas.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


A Cilada do Narcisista

Nelson Rodrigues descrevia em suas crônicas as pessoas enamoradas de si mesmas com o termo: “Ele está em furioso enamoramento de si mesmo”.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Brasil, amado pelo povo e dividido pelos governantes

As autoridades vivem bem protegidas, enquanto o restante da população sofre os efeitos da insegurança urbana.

Autor: Samuel Hanan


Custos da saúde aumentam e não existe uma perspectiva que possa diminuir

Recente levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que os brasileiros estão gastando menos com serviços de saúde privada, como consultas e planos de saúde, mas desembolsando mais com medicamentos.

Autor: Mara Machado


O Renascimento

Hoje completa 2 anos que venci uma cirurgia complexa e perigosa que me devolveu a vida quase plena. Este depoimento são lembranças que gostaria que ficasse registrado em agradecimento a Deus, a minha família e a vários amigos que ficaram ao meu lado.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Argentina e Venezuela são alertas para países que ainda são ricos hoje

No meu novo livro How Nations Escape Poverty, mostro como as nações escapam da pobreza, mas também tenho alguns comentários sobre como países que antes eram muito ricos se tornaram pobres.

Autor: Rainer Zitelmann


Marcas de um passado ainda presente

Há quem diga que a infância é esquecida, que nada daquele nosso passado importa. Será mesmo?

Autor: Paula Toyneti Benalia


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes