Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A arte de amar

A arte de amar

08/06/2018 Oscar D'Ambrosio

O filme polonês “A arte de amar” joga luzes sobre a vida e a obra de Michalina Wislocka.

Conhecer trajetórias daqueles que enfrentaram preconceitos e conseguiram ajudar milhares de pessoas é um privilégio. As artes têm um papel essencial nessa possibilidade de divulgação.

O filme polonês “A arte de amar” tem esse grande mérito, pois joga luzes sobre a vida e a obra de Michalina Wislocka. Ginecologista, ela enfrenta a censura de uma Polônia socialista para publicar um livro que trata, abertamente, mas com fundamentação médica, de um dos temas mais tabus da humanidade: o sexo.

O contexto é um país, que, na década de 1970, não discutia temas como preservativos ou orgasmo de maneira clara a e acessível. Isso levava a abortos clandestinos, a mulheres infelizes e a relações conjugais baseadas no desconhecimento e na mentira.

Tanto o partido comunista como a igreja não conseguiam lidar com a questão, e a própria autora teve que vencer suas barreiras íntimas pois, como ela mesma declara, “um cego não pode falar de cores”.

A diretora Maria Sadowska trabalha duas situações: o amadurecimento de Michalina como mulher e como médica; e a luta da escritora perante o Estado e as tradições. A tarefa é realizada com louvor, já que a vida da biografada é repleta de reviravoltas na luta pela felicidade de mulheres e homens e pela construção de uma sociedade melhor.

* Oscar D´Ambrosio é mestre em Artes Visuais, doutor em Educação, Arte e História da Cultura e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Fonte: Oscar D´Ambrosio



Liderança desengajada é obstáculo para uma gestão de mudanças eficaz

O mundo tem experimentado transformações como nunca antes, impulsionadas por inovações tecnológicas, crises econômicas e transições geracionais, dentre outros acontecimentos.

Autor: Francisco Loureiro


Neoindustrialização e a nova política industrial

Com uma indústria mais produtiva e competitiva, com equilíbrio fiscal, ganha o Brasil e a sociedade.

Autor: Gino Paulucci Jr.


O fim da ‘saidinha’, um avanço

O Senado Federal, finalmente, aprovou o projeto que acaba com a ‘saidinha’ (ou ‘saidão’) que vem colocando nas ruas milhares de detentos, em todo o país, durante os cinco principais feriados do ano.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Brasil e a quarta chance de deixar a população mais rica

O Brasil é perseguido por uma sina de jogar fora as oportunidades. Sempre ouvimos falar que o Brasil é o país do futuro. Um futuro que nunca alcançamos. Vamos relembrar as chances perdidas.

Autor: J.A. Puppio


Dia Bissexto

A cada quatro anos, a humanidade recebe um presente – um presente especial que não pode ser forjado, comprado, fabricado ou devolvido – o presente do tempo.

Autor: Júlia Roscoe


O casamento e a política relacional

Uma amiga querida vem relatando nas mesas de boteco a saga de seu filho, que vem tendo anos de relação estável com uma moça, um pouco mais velha, que tem uma espécie de agenda relacional bastante diferente do rapaz.

Autor: Marco Antonio Spinelli


O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli