Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A arte de escrever para crianças

A arte de escrever para crianças

21/01/2021 Humberto Pinho da Silva

Escrever para crianças, é arte delicada que poucos dominam.

São raros os que se encontram preparados para o fazerem, apesar de serem muitos, os que se aventuram – até consagrados, – já que, em regra, escrever livros de culinária, ou para criança, é meio fácil e simples, de encontrar editor e ganhar dinheiro.

Vem o preâmbulo, a propósito de livrinho de versos, intitulado: “ A Televisão da Bicharada”, escrito por Sidónio Muralha., e publicado por “ Edições Girofle”, de São Paulo. Brasil

Para mim, o autor, é um ilustre desconhecido, mas a obra contem interessantíssimos versos, para a infância.

Com o fim de levar ao leitor amigo, uma amostra da qualidade desses versos, acessíveis à idade a que se destinam, vou transcrever os que mais me agradaram:

Xadrez

É branca a gata gatinha;
é branca como a farinha.

É preto o gato gatão;
é preto como o carvão.

E os filhos gatos gatinhos,
são todos aos quadradinhos.

Os quadradinhos branquinhos
fazem lembrar mãe gatinha,
que é branca como farinha; 
os quadradinhos pretinhos,
fazem lembrar pai gatão,
que é preto como o carvão.

- Se é branca a gata gatinha,
é preto o gato gatão,
Como é que são os gatinhos?

- Os gatinhos…eles são…
- São todos aos quadradinhos!

Também estes, pareceram-me muito engraçados, e bons, para o público a que se destinam:

Boa Noite

A zebra quis
ir passear,
mas a infeliz
foi para a cama.

- Teve que se deitar,
porque estava de pijama!

Igualmente são interessantes, estes:

Tucano - de - Bico - Verde

Tucano eu sou,
tucano eu fico,
se gostou
ou não gostou
do meu bico.

Mudá-lo seria engano
pois um tucano tem bico.
-Tem um bico de tucano!

E se encurtarem o seu bico,
fica bico de tucano
Igual
Ao do tico – tico.

E é normal,
que cada qual 
seja senhor do seu bico!…

Se Anatole France se ocupou tanto a sério dos contos de fada, também não será de estranhar, que eu aprecie estas coisas infantis.

Pequenas … grandes coisas! Esses versos simples e ingénuos, levaram-me ao tempo de infância, e certamente também agradarão, ao leitor, quer seja, adulto ou criança.

* Humberto Pinho da Silva.



A tragédia já foi. E agora?

Impossível não se sensibilizar e chocar com a situação do Rio Grande do Sul, atingido por chuvas sem precedentes que causaram inundações em grande parte do estado, da capital ao interior.

Autor: Janguiê Diniz


O preconceito que condena

O programa Fantástico da Rede Globo trouxe mais uma história de injustiça cometida pelo Poder Judiciário brasileiro contra um jovem preto e periférico.

Autor: Marcelo Aith


O risco de politização da tragédia no RS

O Brasil todo tem assistido, consternado, ao desastre ambiental que se abateu sobre o Rio Grande do Sul nos últimos dias.

Autor: Wilson Pedroso


Cavalo Caramelo e quando a água baixar

O final de Abril e o começo de Maio foram marcados pelo pior desastre ecológico da história do Rio Grande do Sul, com inundações, mortes e milhares de desabrigados e de pessoas ilhadas.

Autor: Marco Antonio Spinelli

Cavalo Caramelo e quando a água baixar

O fim da reeleição de governantes

Está tramitando pelo Congresso Nacional mais um projeto que revoga a reeleição de Presidente da República, Governador de Estado e Prefeito Municipal.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


PEC das drogas

O que esperar com a sua aprovação?

Autor: Marcelo Aith


PEC do Quinquênio simboliza a metástase dos privilégios no Brasil

Aprovar a PEC significará premiar, sem justificativa plausível, uma determinada categoria.

Autor: Samuel Hanan


O jovem e o voto

Encerrou-se no dia 8 de maio o prazo para que jovens de 16 e 17 anos pudessem se habilitar como eleitores para as eleições municipais deste ano.

Autor: Daniel Medeiros


Um mundo fragmentado

Em fevereiro deste ano completaram-se dois anos desde a invasão russa à Ucrânia.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Leitores em extinção

Ontem, finalmente, tive um dia inteiro de atendimento on-line, na minha casa.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Solidariedade: a Luz de uma tragédia

Todos nós, ou melhor dizendo, a grande maioria de nós, está muito sensibilizado com o que está sendo vivido pela população do Rio Grande do Sul.

Autor: Renata Nascimento


Os fios da liberdade e o resistir da vida

A inferioridade do racismo é observada até nos comentários sobre os cabelos.

Autor: Livia Marques