Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A checagem de antecedentes no setor público é uma necessidade iminente

A checagem de antecedentes no setor público é uma necessidade iminente

19/04/2022 Eduardo Tardelli

Dentro de diversos trabalhos realizados pelo Compliance, a checagem de antecedentes já é bem conhecida.

Amparada por empresas especializadas em coleta de dados, a medida é essencial para a contratação de terceiros e colabores, sejam eles temporários ou não.

Recentemente, foi divulgado que uma ex-estagiária do gabinete de um dos ministros do Supremo Tribunal Federal servia como fonte interna para um produtor de conteúdo investigado pelo próprio STF.

Diante deste cenário, é possível perceber a necessidade da checagem constante dos colaboradores, públicos ou não.

Para que o processo de contratação seja o mais eficiente possível, a investigação social não deve ser feita apenas quando o candidato é considerado apto a fazer parte do serviço público. Uma análise completa considera a vida profissional do servidor antes e enquanto ele exerce a função.

Todos que fazem parte das instituições públicas, seja em cargos de carreira ou políticos, prestam serviços à sociedade, e isso evidencia que o corpo social tenha confiança nessas pessoas para garantir a segurança das instituições e da democracia.

De acordo com a pesquisa EXAME/IDEIA de abril de 2021, praticamente metade da população (48%) mudou de opinião em relação às instituições públicas, e não foi para melhor. 27% dos que mudaram de ideia se dizem mais desconfiados e negativos.

Acostumados com escândalos de corrupção e fraude envolvendo o poder público em noticiários, o brasileiro, mais uma vez, se viu diante de mais um caso de gestão sendo usada para atender interesses pessoais.

Acontece que, a apatia causada pela recorrência de casos como esses não deve ser normalizada. É possível mudar este cenário com planejamento e ferramentas adequadas. O compliance tem um papel fundamental nesse processo.

Durante as 79 fases da Lava Jato, considerada uma das maiores operações de combate à corrupção na história do Brasil, retornaram aos cofres públicos R$ 5 bilhões.

Além disso, a previsão é que os condenados cheguem a devolver o valor total de R$ 22 bilhões ao longo dos próximos 20 anos, já que alguns dos mais de 270 acordos realizados pela força tarefa da operação envolvem pagamentos parcelados.

O custo da corrupção no Brasil é inestimável e, retirando de cena todas as questões políticas que envolvem o problema, é possível evitá-la.

O background check, aliado às medidas sólidas de compliance, consegue identificar inconsistências no setor público, garantindo um serviço transparente e eficiente, essencial para o futuro das próximas gerações.

* Eduardo Tardelli é CEO da upLexis, empresa de software que desenvolve soluções de busca e estruturação de informações extraídas de grandes volumes de dados (Big Data) da internet e outras bases de conhecimento.

Para mais informações sobre compliance clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: PiaR Comunicação



Não são apenas números

Vinte e duas redações receberam nota mil, 95.788, nota zero, e a média geral de 634,16.


Formas mais livres de amar

A busca de afeição, o preenchimento da carência que nos corrói as emoções, nos lança a uma procura incessante de aproximação com outra pessoa: ânsia esperançosa de completude; algum\a outro\a me vai fazer feliz.


Dia da Educação: transformação das pessoas, do mercado e da sociedade

A Educação do século 21 precisa, cada vez mais, conciliar as competências técnicas e comportamentais.


Uma carta à Elon Musk

O homem mais rico do mundo, Elon Musk, acaba de chegar a um acordo para adquirir uma das redes sociais mais importantes do mundo, o Twitter, por US$ 44 bilhões.


Liberdade de expressão: lembrança do passado recente

Na manhã do dia 19 de agosto de 1968, tropas da polícia e do Exército invadiram a Universidade de Brasília, agredindo violentamente vários estudantes dentro das salas de aula.


Mitos sobre a recuperação judicial

Criou-se uma verdadeira quimera quando o tema é recuperação judicial e o objetivo deste artigo é desmistificar alguns dos mitos sobre esse instituto.


Quem vive em união estável tem direito à pensão por morte?

A pensão por morte é um benefício do INSS destinado aos dependentes de um segurado quando o instituidor faleceu.


O que a inveja desperta em você?

Inveja é um sentimento de natureza humana que se caracteriza por ódio ou rancor em relação a algo de bom que o outro tem, e você não.


“Os bem-comportados podem sair”

Havia na empresa onde trabalhei quase quarenta anos, o costume, enraizado na tradição, de não abandonar o local de trabalho, sem o chefe do departamento, dizer: “Podem sair!”


Dados sobre religião entre jovens nos USA

As religiões cristãs no ocidente têm motivos para preocupação diante de um crescente número de ‘sem religião’ entre as novas gerações.


Tecnologia e EPIs

Áudio e vídeo inteligente para a segurança de colaboradores de infraestrutura crítica.


Dia Mundial do DNA: o que a data representa para a medicina?

No ano de 1953, os cientistas James Watson, Francis Crick, Maurice Wilkins, Rosalind Franklin e outros colegas publicaram artigos na revista Nature com o objetivo de desvendar a estrutura da molécula de DNA.