Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A checagem de antecedentes no setor público é uma necessidade iminente

A checagem de antecedentes no setor público é uma necessidade iminente

19/04/2022 Eduardo Tardelli

Dentro de diversos trabalhos realizados pelo Compliance, a checagem de antecedentes já é bem conhecida.

Amparada por empresas especializadas em coleta de dados, a medida é essencial para a contratação de terceiros e colabores, sejam eles temporários ou não.

Recentemente, foi divulgado que uma ex-estagiária do gabinete de um dos ministros do Supremo Tribunal Federal servia como fonte interna para um produtor de conteúdo investigado pelo próprio STF.

Diante deste cenário, é possível perceber a necessidade da checagem constante dos colaboradores, públicos ou não.

Para que o processo de contratação seja o mais eficiente possível, a investigação social não deve ser feita apenas quando o candidato é considerado apto a fazer parte do serviço público. Uma análise completa considera a vida profissional do servidor antes e enquanto ele exerce a função.

Todos que fazem parte das instituições públicas, seja em cargos de carreira ou políticos, prestam serviços à sociedade, e isso evidencia que o corpo social tenha confiança nessas pessoas para garantir a segurança das instituições e da democracia.

De acordo com a pesquisa EXAME/IDEIA de abril de 2021, praticamente metade da população (48%) mudou de opinião em relação às instituições públicas, e não foi para melhor. 27% dos que mudaram de ideia se dizem mais desconfiados e negativos.

Acostumados com escândalos de corrupção e fraude envolvendo o poder público em noticiários, o brasileiro, mais uma vez, se viu diante de mais um caso de gestão sendo usada para atender interesses pessoais.

Acontece que, a apatia causada pela recorrência de casos como esses não deve ser normalizada. É possível mudar este cenário com planejamento e ferramentas adequadas. O compliance tem um papel fundamental nesse processo.

Durante as 79 fases da Lava Jato, considerada uma das maiores operações de combate à corrupção na história do Brasil, retornaram aos cofres públicos R$ 5 bilhões.

Além disso, a previsão é que os condenados cheguem a devolver o valor total de R$ 22 bilhões ao longo dos próximos 20 anos, já que alguns dos mais de 270 acordos realizados pela força tarefa da operação envolvem pagamentos parcelados.

O custo da corrupção no Brasil é inestimável e, retirando de cena todas as questões políticas que envolvem o problema, é possível evitá-la.

O background check, aliado às medidas sólidas de compliance, consegue identificar inconsistências no setor público, garantindo um serviço transparente e eficiente, essencial para o futuro das próximas gerações.

* Eduardo Tardelli é CEO da upLexis, empresa de software que desenvolve soluções de busca e estruturação de informações extraídas de grandes volumes de dados (Big Data) da internet e outras bases de conhecimento.

Para mais informações sobre compliance clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: PiaR Comunicação



O que esperar do mercado imobiliálio em 2024

Após uma forte queda em 2022, o mercado imobiliário brasileiro vem se recuperando e o ano de 2023 mostrou este avanço de forma consistente.

Autor: Claudia Frazão


Brasileiros unidos por um sentimento: a descrença nacional

Um sentimento – que já perdura algum tempo, a propósito - toma conta de muitos brasileiros: a descrença com o seu próprio país.

Autor: Samuel Hanan


Procurando o infinito

Vocês conhecem a história do dragãozinho que procurava sem parar o infinito? Não? Então vou te contar. Era uma vez….

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


A reforma tributária é mesmo Robin Hood?

O texto da reforma tributária aprovado no Congresso Nacional no fim de dezembro encerrou uma novela iniciada há mais de 40 anos.

Autor: Igor Montalvão


Administrar as cheias, obrigação de Governo

A revolução climática que vemos enfrentando é assustadora e mundial. Incêndios de grandes proporções, secas devastadoras, tempestades não vistas durante décadas e uma série de desarranjos que fazem a população sofrer.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Escravidão Voluntária

Nossa única revolução possível é a da Consciência. Comer com consciência. Respirar com consciência. Consumir com consciência.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Viver desequilibrado

Na Criação, somos todos peregrinos com a oportunidade de evoluir. Os homens criaram o dinheiro e a civilização do dinheiro, sem ele nada se faz.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Mar Vermelho: o cenário atual do frete marítimo e seus reflexos globais

Como bem sabemos, a crise bélica no Mar Vermelho trouxe consigo uma onda de mudanças significativas no mercado de frete marítimo nesse início de 2024.

Autor: Larry Carvalho


O suposto golpe. É preciso provas…

Somos contrários a toda e qualquer solução de força, especialmente ao rompimento da ordem constitucional e dos parâmetros da democracia.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Oportunidade de marketing ou marketing oportunista?

No carnaval de 2024, foi postada a notícia sobre o "Brahma Phone" onde serão distribuídas 800 unidades de celulares antigos para os participantes das festas de carnaval.

Autor: Patricia Punder


O gato que caiu dentro das latas de tinta

Todas as histórias começam com Era uma Vez… A minha não vai ser diferente.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Apesar da polarização radical, brasileiros não abrem mão da Democracia

Desde as eleições presidenciais de 2018, temos percebido a intensificação da polarização política no país, com eleitores cada vez mais divididos.

Autor: Wilson Pedroso