Portal O Debate
Grupo WhatsApp


A era dos smartphones

A era dos smartphones

01/10/2018 Danielle Denys

Quando o virtual se torna o principal ambiente.

A era dos smartphones

Uma pesquisa apresentada no início desse ano pela We are Social, em parceria com a Hootsuite, revelou que há cerca de quatro bilhões de pessoas usando internet no mundo. E que essa amplitude se deve, principalmente, ao uso dos smartphones. Este cenário é resultado da quantia expressiva de pessoas que compraram seu primeiro smartphone em 2017: mais de 200 milhões.

Referente ao Brasil, cerca de 143 milhões acessam a internet via dispositivos móveis. Considerando que, durante a pesquisa, na época, a população atual era de 210 milhões, esse dado define que mais da metade da população está conectada. Além de destacar que, em média, o brasileiro gasta mais de nove horas online diariamente.

Na evolução das tecnologias digitais, uma inovação inspira outra. Tudo está conectado e é compartilhado, desde fotos, experiências, artigos e pesquisas; tudo, em sua maioria, por meio do smartphone. Agora, por que estou frisando tanto esses dados?

O objetivo principal desta era dos smartphones é conectar as pessoas e, consequentemente, marcas. Para as empresas, nada melhor do que usar algo que todos carregam no bolso para permitir que a marca se comunique de diferentes formas, nos mais diversos canais de comunicação. Este cenário trouxe tecnologia capaz de auxiliar a rotina das pessoas, como os aplicativos de serviços bancários, delivery, transporte, redes sociais, entre várias opções que estão sempre na palma da mão.

Acompanhar esta velocidade não é nada fácil. Além dos recursos financeiros, há uma mudança na postura corporativa. Hoje, pensar em canais digitais para a estratégia de B2B e B2C é fundamental para ampliar o alcance no segmento específico. Investimentos de marketing digital estão aumentando no Brasil, 18 em cada 100 empresas nacionais apostam em mídia digital, segundo dados da Bain & Company. Países como Estados Unidos e Reino Unido possuem de 33% e 51%, respectivamente, de empresas com investimento no meio online.

A decisão de colocar uma marca na internet é do cliente e não mais da empresa, pois os clientes tornaram-se porta-vozes e receptores. O ponto é como se relacionar e como incluir em sua estratégia uma atuação eficaz de marketing digital, com métricas e monitorada diariamente.

No Grupo Acerte atuamos fortemente nas campanhas periódicas de marketing, tanto nas lojas quanto no ambiente digital. Foi preciso renovar o mindset, entendendo cada vez mais os clientes e o mercado. A comunicação do Grupo hoje é de forma “no-line”, ou seja, entregando boa experiência de marca tanto no online quanto no offline, conectando os pilares marca, serviços e clientes. Diariamente surge algo novo, como ferramentas, automações e inteligência artificial.

Portanto, é preciso rever estratégias sempre, pois o futuro é hoje. A PWC (Pricewaterhousecopers) realizou uma pesquisa em que afirmou que mais de 75% dos brasileiros são influenciados a partir de anúncios digitais, mas que a experiência em lojas físicas ainda é muito relevante.

O desafio das marcas é entender o novo tom da comunicação e da forma de relacionamento com os clientes, solucionando problemas reais e sendo cada vez mais relevantes. Caso contrário, pode-se contar os minutos para estar fora do universo do seu cliente, pois tudo é seletivo – follow, unfollow, like, dislike e compartilhamentos. Decisões em curto prazo e em tempo real: esta é a era dos smartphones.

Exemplo deste cenário e de novas soluções digitais é a nova franquia do Grupo Acerte lançada na ABF EXPO 2018, a Laundry 4 You - Lavanderia em Condomínios, que oferece gerenciamento 100% online para as lavanderias em condomínios, tanto para o morador quanto para o investidor. Nesse novo modelo de negócio não há necessidade de funcionários, pois tudo é gerenciado por meio de solução online.

O morador, por exemplo, pode programar o uso da máquina de lavar, realizar o pagamento pelo e-commerce e, depois, via tecnologia RFID, ele libera a máquina para uso na lavanderia do seu condomínio, proporcionando segurança, praticidade e conforto quando o assunto é lavar as roupas. É a inovação de um serviço rotineiro por meio da ferramenta exclusiva da marca, via smartphone.

Trazer inovações quando a concorrência está cada vez mais acirrada é um desafio diário, pois os setores de expansão e marketing das empresas precisam acompanhar essa avalanche tecnológica e, assim, alinhar qual necessidade do cliente é possível suprir, buscando não somente o retorno financeiro, mas também a certeza de que está inserido na vida dos clientes de forma eficaz e solucionando um problema.

* Danielle Denys é gerente de marketing do Grupo Acerte Franchising, grupo há mais de 20 anos no mercado e detentor das marcas Laundry 4 You – Lavanderia em Condomínios, Quality Lavanderia, Prima Clean Lavanderia Express, Linha e Bainha Costuras e Inova Lavanderia Industrial.

Fonte: Press à Porter



A comunicação educativa no processo de retomada social

Alguns governos municipais e estaduais, a partir desse mês, começam a criar e implementar um plano de retorno às atividades comerciais, culturais, educacionais, entre outras.


Direita ou esquerda? Atenção aos atalhos!

Você deve estar pensando: lá vem mais um textão sobre reflexões políticas. Mas não é disso que vamos tratar aqui.


George Floyd: o racismo não é invencível

Na cidade de Minneapolis nos Estados Unidos, no dia 25 de maio de 2020, assistimos mais um triste e vergonhoso capítulo da violência policial contra um homem negro.


Quem lê para os filhos compartilha afetos

Neste momento em que tantas crianças aqui e mundo afora estão isoladas em casa, longe de colegas, amigos e com uma nova rotina imposta, é muito importante que os pais leiam para elas.


SUS: o desafio de ser único

Começo pedindo licença ao economista Carlos Octávio Ocké-Reis, que é doutor em saúde coletiva, para usar o nome de seu livro como título deste artigo.


Poderes em conflito – Judiciário x Executivo

Os Poderes da união que deveriam ser independentes e harmônicos entre si, cada qual com suas funções e atribuições previstas na Constituição, nos últimos dias, não têm se mostrado tão harmônicos.


A Fita Branca

Em março de 1963, um ano antes do golpe que defenestrou o governo populista de João Goulart, houve um episódio que já anunciava, sem ranhuras, o que estava por vir.


Como ficarão as aulas?

O primeiro semestre do ano letivo de 2020 está comprometido, com as crianças, adolescentes e jovens em casa, nem todos entendendo bem o que está acontecendo, principalmente as crianças menores.


Dizer o que não se disse

A 3 de Janeiro de 1998, Fernando Gomes, então Presidente da Câmara Municipal do Porto, apresentou o livro de Carlos Magno: “O Poder Visto do Porto - e o Porto Visto do Poder”.


Pegando o ônibus errado

Certo dia, o cidadão embarca tranquilamente na sua costumeira condução e, quadras depois da partida, em direção ao destino, percebe que está dentro do ônibus errado.


Resiliência em tempos de distanciamento social

Em meio à experiência que o mundo todo está vivendo, ainda não é possível mensurar o impacto do distanciamento social em nossas vidas, dada a complexidade desse fenômeno e a incerteza do que nos aguarda.


Nasce a organização do século 21

Todos sabemos que a vida a partir de agora – pós-epidemia ou período de pandemia, até termos uma vacina – não será a mesma.