Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A Feira do Livro de Lisboa – 2019

A Feira do Livro de Lisboa – 2019

26/06/2019 Luiz Carlos Amorim

A Feira do Livro de Lisboa é uma instituição, é uma tradição da cidade.

É enorme, tem espaço privilegiado, ocupando grande parte do Parque Eduardo Sétimo. E me lembra, guardadas as proporções, a Feira do Livro de Porto Alegre, pois também é motivo de orgulho para os moradores de Lisboa, assim como a outra é para os moradores da capital gaúcha.

Foram 19 dias de feira, com mais de 2.100 (dois mil e cem) eventos. Comportou 328 stands,  636 marcas editoriais e mais de cem mil títulos.

Além de Livros, de cultura, de informação e conhecimento, a feira também contou com 42 empresas em suas praças de alimentação, ofereceu wifi gratuito e pontos de carregamento de celulares, entre outras tantas coisas.

Em 2018, a Feira do Livro de Lisboa registrou 492 mil vistantes. Este ano eram esperados mais de quinhentos mil visitantes, o que pode ter sido superado.

Não há ainda os números finais da feira, mas ela cresceu e o número de livros vendidos também deve ter superado a previsão de quinhentos mil exemplares.

A feira, como vimos, oferecia livros de todos os tipos, com lançamentos vários, seções de autógrafos e palestras com escritores, mas ofereceu também eventos de música, brincadeiras, animação para todas as idades e todos os gostos.

O MAAT, a Fundação Serralves, o Museu Berardo, entre outras grandes instituições culturais tinham stands lá. Foi bom ver famílias inteiras passeando pela feira e comprando livros. Aqui, com certeza, se lê mais do que no Brasil, felizmente.

Estive lá várias vezes, inclusive na primeira semana, quando fez muito calor em Lisboa, mas mesmo assim o público já começava a chegar.

Autografei meus livros, comprei livros, conheci escritores e livreiros, apresentei as nossas revistas SUPLEMENTO LITERÁRIO A ILHA e ESCRITORES DO BRASIL, divulgando a literatura dos brasileiros aqui entre os portugueses.

Vi muitos livros de brasileiros – consagrados, claro – sendo oferecidos cá em Lisboa. Uma honra e um privilégio poder participar de evento tão grandioso.

* Luiz Carlos Amorim é fundador e presidente do Grupo Literário A ILHA em SC, com 39 anos de atividades e editor das Edições A ILHA. Ocupante da cadeira 19 da Academia Sul Brasileira de Letras.

Fonte: Luiz Carlos Amorim



Análise de dados e a saúde dos colaboradores nas empresas

Como a análise de dados está ajudando empresas a melhorar a saúde dos colaboradores.


16 senadores suplentes, sem votos, gozam das benesses no Senado

Quando o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), pretende colocar em votação Emenda Constitucional para acabar com a figura de SENADOR SUPLENTE?


Há tempos são os jovens que adoecem

Há alguns anos o Netflix lançou uma série chamada “Thirteen Reasons Why”, ou, em tradução livre, “As Treze Razões”.


Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.