Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A força do voluntariado nas eleições

A força do voluntariado nas eleições

10/06/2024 Wilson Pedroso

As eleições de 2022 contaram com mais de 1,8 milhão de mesários e mesárias, que trabalharam nos municípios de todo o país. Desse total, 893 mil foram voluntários.

O número é semelhante, por exemplo, a toda a população de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, ou do município de São Gonçalo, no Rio de Janeiro. É muita gente.

As estatísticas nos dão uma dimensão da força do voluntariado para o processo eleitoral e para a democracia brasileira.

São milhares de cidadãos e cidadãs que deixam de descansar e estar com suas famílias no domingo de votação para contribuir com a Justiça Eleitoral. Mais do que voluntários, essas pessoas são exemplos.

O Programa Mesário Voluntário foi criado em 2004 e, portanto, acaba de completar 20 anos. De acordo com as Justiça Eleitoral, a iniciativa tem o objetivo de incentivar a adesão de voluntários para, de forma consciente e espontânea, trabalhar nas mesas receptoras de votos no dia do pleito, em primeiro e segundo turnos.

Todo eleitor ou eleitora com idade a partir dos 18 anos, que tenha situação cadastral regular, pode se candidatar ao serviço voluntário.

As restrições são apenas para candidatos e respectivos parentes até segundo grau, integrantes de partidos ou federações de partidos, agentes e autoridades policiais, além de funcionários com cargos de confiança do Executivo ou que já pertencem ao serviço eleitoral.

Os mesários, voluntários ou convocados, têm direito a dois dias de folga para cada dia de trabalho e de treinamento, sem desconto no salário.

Há ainda outros benefícios como, por exemplo, auxílio-alimentação no dia da eleição e preferência no desempate em determinados concursos públicos.

As pessoas que queiram ser voluntárias nas eleições de 2024 devem se informar junto aos Tribunais Regionais sobre as normas.

Os nomes cadastrados entram para uma lista e a respectiva zona eleitoral fará a convocação de acordo com a necessidade.

Neste ano, a Justiça Eleitoral está em campanha para cadastramento também de voluntários com conhecimento em Língua Brasileira de Sinais (Libras) para auxiliar eleitores com deficiência auditiva.

Os mesários voluntários, juntamente com aqueles convocados, podem exercer diversas funções no dia da eleição, que vão desde a recepção e orientação de eleitores, organização de filas, conferência de documentos e atuação nas mesas receptivas, entre outros.

Além disso, são agentes importantes para a organização e lisura do processo eleitoral. Os mesários fazem tudo isso com um sorriso no rosto e a sensação cívica de contribuição com a democracia.

Nas eleições de outubro, trate-os com todo o respeito e gentileza que merecem. Eles estarão lá por todos nós e pelo país.

* Wilson Pedroso é consultor eleitoral e analista político com MBA nas áreas de Gestão e Marketing.

Para mais informações sobre eleições clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Todos os nossos textos são publicados também no X

Quem somos

Fonte: Júlia Guimarães



8 de janeiro

Venho aqui versar a defesa Dos patriotas do “mal”

Autor: Bady Curi Neto


Aborto legal e as idiossincrasias reinantes no Congresso Nacional

A Câmara dos Deputados, em uma manobra pouco ortodoxa do seu presidente, aprovou, nessa semana, a tramitação em regime de urgência do Projeto de Lei nº 1904/2024, proposto pelo deputado Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), integrante da ala bolsonarista e evangélica, que altera, sensivelmente, as regras de tratamento do crime de aborto.

Autor: Marcelo Aith


Há solução para as enchentes, mas será que há vontade?

Entre o fim de abril e o início de maio de 2024, a maior tragédia climática da história se abateu sobre o Rio Grande do Sul.

Autor: Alysson Nunes Diógenes


Primeiro semestre: como estão as metas traçadas para 2024?

O que mais escutamos nas conversas é: “Já estamos em junho! E daqui a pouco é Natal!”

Autor: Elaine Ribeiro


Proliferação de municípios, caminho tortuoso

Este é um ano de eleições municipais no Brasil. Serão eleitos 5.570 prefeitos, igual número de vice-prefeitos e milhares de vereadores.

Autor: Samuel Hanan


“Vaquinha virtual” nas eleições de 2024

A campanha para as eleições municipais de 2024 ainda não foi iniciada de fato, mas o financiamento coletivo já está autorizado.

Autor: Wilson Pedroso


Cotas na residência médica: igualdade x equidade

Um grande amigo médico, respeitado, professor, preceptor de Residentes Médicos (com letras maiúsculas), indignado com uma reportagem publicada, em periódico do jornal Estado de São Paulo, no dia 05 do corrente mês, enviou-me uma cópia, requestando que, após a leitura, tecesse os comentários opinativos.

Autor: Bady Curi Neto


O impacto das enchentes no RS para a balança comercial brasileira

Nas últimas semanas, o Brasil tem acompanhado com apreensão os estragos causados pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

Autor: André Barros


A força da colaboração municipal

Quando voltamos nossos olhares para os municípios brasileiros espalhados pelo país, notamos que as paisagens e as culturas são diversas, assim como as capacidades e a forma de funcionamento das redes de ensino, especialmente aquelas de pequeno e médio porte.

Autor: Maíra Weber


As transformações universais que afetam a paz

Recentemente a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP) aprovou projeto proposto pelo governo estadual paulista para a criação de escola cívico-militar.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Por um governo a favor do Brasil

A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos estados, dos municípios e do Distrito Federal, constitui-se em estado democrático de direito e tem como fundamentos a soberania, a cidadania, a dignidade da pessoa humana, os valores sociais do trabalho, da livre iniciativa e do pluralismo político.

Autor: Samuel Hanan


Coração de Stalker

Stalking vem do Inglês e significa Perseguição. Uma perseguição obsessiva, implacável, com envolvimento amoroso e uma tentativa perversa de controle.

Autor: Marco Antonio Spinelli