Portal O Debate
Grupo WhatsApp


A plenitude do amor de um pai

A plenitude do amor de um pai

12/08/2012 Erika de Souza Bueno

Nas mãos você tem a aspereza de quem já experimentou o peso de uma enxada ou de uma caneta ao ter que assinar um importante documento.

Nos braços você tem a força para dar colo e abrigo a quem hoje quer prestar esta homenagem. Nas aventuras contadas e recontadas tantas vezes está seu riso antecipado, riso de quem já conhece o final da história.

Na sua volta diária do trabalho, agradecemos a Deus por tê-lo em casa, papai, sorrindo e feliz mesmo diante do cansaço do dia. Em datas como esta, é imenso nosso empenho em querer presenteá-lo com algo muito superior a qualquer lembrancinha.


Em nossa memória ecoam suas palavras de repreensão que guiaram e guiam até hoje as nossas decisões. Nos seus olhos estão a segurança e a paz que tão de perto conhecemos e queremos que nossos filhos também reconheçam, um dia, em nós. No tom forte de sua voz está a força da atração que faz com que nossa atenção se volte mais uma vez para o senhor.
No calor do seu colo repousa o desejo de nunca mais sair desse lugar de harmonia, sossego e paz. Na sua vida assomam exemplos que devem ser seguidos por outras gerações, direcionando os passos daqueles que precisarão seguir em frente.
Já em nossas vidas estão as marcas dos ensinamentos que o senhor sempre ponderou, mostrando um caminho muito mais eficaz a ser seguido. Que sua sabedoria esteja conosco, pois, mesmo já crescidos, precisamos que ela nos advirta em tempo oportuno.
Que este dia seja de Paz para o senhor, pois é uma das formas mais eficazes de também a alcançarmos.
Feliz Dia dos Pais a você que, somente com um olhar, soube passar para nós o maior bem que alguém pode ter: a plenitude do seu amor.
* Erika de Souza Bueno é Editora do Portal Planeta Educação e Coordenadora Pedagógica da Planeta Educação. Fonte: Assessoria de imprensa da Planeta Educação e Ex-Libris Comunicação Integrada



Imperabilidade Inexistente

Bom, para começar este artigo, tenho que confessar que a palavra “imperabilidade” não existe.


O mundo em tensão

As relações entre Estados Unidos e Irã após a morte de Qasem Soleimani.


Quando o telefone toca…

A cada passo sou massacrado: ouço o telefone tilintar. Corro para atender.


O Coringa que te habita

Não é surpresa que o filme “Coringa”, de Joaquim Phoenix e Todd Phillips, tenha obtido 11 indicações ao Oscar.


O fim dos panfletos

O panfleto talvez seja a mais antiga das formas de comunicação.


Correios, se não tiver interessados, fechar…

Privatização é a palavra cabalística do meio político-administrativo.


Trabalho voluntário

Trabalho voluntário é o que se faz por vontade própria e que tem intenção de ajudar o próximo.


Qual a diferença entre casamento e união estável?

Advogada explica como funciona os dois tipos de família


Educação e instrução

Sob frondosa tília, em flor, leio o “Bom Jesus do Monte”, de Camilo.


A hora dos partidos começarem a existir

Temos nada menos que 110 partidos políticos. São 33 registrados e 77 já fundados que aguardam registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).


Que venha 2020!

Mais um ano termina e a briga política ideológica entre alguns esquerdopatas e o atual governo parece não ter fim.


Recebi o 13º, é hora de gastar? Não é bem assim!

O assunto já virou clássico de final de ano. O que fazer com o 13º?