Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A tecnologia e a sala de aula

A tecnologia e a sala de aula

30/08/2012 Ana Paula Barros de Paiva

Difícil falar das transformações que a tecnologia pode proporcionar. Muitos dizem ser um assunto um tanto já discutido, ninguém aguenta mais ouvir esta “balela” de que a tecnologia transforma vidas e proporciona aulas dinâmicas.

Todos sabem como a tecnologia avança e permite novas abordagens, especialmente voltada para a medicina e pesquisas científicas. Mas o objetivo não é discutir isso, e sim o que a tecnologia tem a ver com a minha sala de aula.

A cultura do professor segue este caminho há anos – “minha sala”, “meu aluno”, “minha escola”, e são bem interessantes essas falas. Enquanto professora, já tive esse pensamento também, mas hoje vejo que o aluno não é meu, eles estão no convívio escolar, sendo preparados para viverem em sociedade.

Pode até ser engraçado pensarmos assim, pois sei que esse sentimento não é egoísta, é proteção, pois queremos cuidar. Mas quanta coisa mudou... a ciência e a engenharia avançaram, e nem se fale das pesquisas biológicas. Quanta coisa foi descoberta, a ponto de hoje ser possível saber o quanto o ser humano já destruiu o planeta Terra, buscando agora formas para tentar reverter tal situação.

E com a escola, ou melhor, com a Educação, não poderia ser diferente. Ela também mudou. O perfil dos professores e a política também se transformaram conforme mudaram seus representantes. E a escola, como parte de uma sociedade que se desenvolve diariamente, não pode ficar fora desse movimento.

Quando se fala em Tecnologia e Educação, ainda existem muitas dúvidas de como fazê-la. Educadores e pais têm receio, o que é compreensível, mas não é interessante privar os alunos de tal acesso, logo que todos os alunos têm contato com a tecnologia e se sentem confortáveis ao usá-la. A preocupação com esta integração entre “Recursos Tecnológicos e Conteúdos Pedagógicos” precisa acontecer de maneira natural, tanto para o aluno como também para o professor. Precisamos quebrar esta barreira, esta “muralha” de que “Ah! Vou perder meu lugar”.

Professor, você não perderá o seu lugar, a educação sem você não vai acontecer. Perceba que a tecnologia poderá apoiar suas aulas. Ela não pode estar em primeiro lugar, é apenas um recurso que você irá usar na aula, seja ele qual for: uma rede social de comunicação ou imagem, aplicativos, softwares.

Nem é necessário pontuarmos neste momento qual a ferramenta será utilizada – se um tablet, computador, celular ou notebook –, pois, independentemente dela, o ideal é que o planejamento da aula favoreça e intensifique o desenvolvimento e o aprendizado dos conteúdos pedagógicos, sendo o recurso tecnológico apoio para as atividades.

No caso de não ter muitas habilidades com esse tipo de planejamento, comece buscando leituras sobre esse assunto no site Planeta Educação. Leia também projetos que usaram a tecnologia e deram certo nos sites Nova Escola  e Microsoft. Você encontrará alguns planos de aulas, além de ideias e sugestões que podem ser adaptadas para a sua realidade.

Não aponte os pontos negativos, pois já existem milhões de pessoas apegadas a isso. Mostre você a solução, tire fotos do seu projeto, registre os avanços dos alunos e mostre para o mundo quanta coisa é possível fazer se apontamos o lado bom das novas coisas. Existe uma diversidade de blogs que também mostram projetos e planejamentos que deram certo e o que não deu.

Por isso, é importante a seleção dos sites e blogs para que você tenha informações confiáveis e, até mesmo, se sinta estimulado a criar um e a compartilhar as suas experiências. Lembre-se sempre da importância de se preparar, independentemente do conteúdo e do recurso que for utilizar em sua aula.

* Ana Paula Barros de Paiva é Orientadora-Educacional na área de Informática Educacional na empresa Planeta Educação.



O Renascimento

Hoje completa 2 anos que venci uma cirurgia complexa e perigosa que me devolveu a vida quase plena. Este depoimento são lembranças que gostaria que ficasse registrado em agradecimento a Deus, a minha família e a vários amigos que ficaram ao meu lado.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Argentina e Venezuela são alertas para países que ainda são ricos hoje

No meu novo livro How Nations Escape Poverty, mostro como as nações escapam da pobreza, mas também tenho alguns comentários sobre como países que antes eram muito ricos se tornaram pobres.

Autor: Rainer Zitelmann


Como a integração entre indústria e universidade pode trazer benefícios

A parceria entre instituições de ensino e a indústria na área de pesquisa científica é uma prática consolidada no mercado que já rendeu diversas inovações em áreas como TI e farmacêutica.

Autor: Thiago Turcato


Marcas de um passado ainda presente

Há quem diga que a infância é esquecida, que nada daquele nosso passado importa. Será mesmo?

Autor: Paula Toyneti Benalia


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes


De quem é a América?

Meu filho tinha oito anos de idade quando veio me perguntar: “papai, por que os americanos dizem que só eles vivem na América?”.

Autor: Leonardo de Moraes


Como lidar com a dura realidade

Se olharmos para os acontecimentos apresentados nos telejornais veremos imagens de ações terríveis praticadas por pessoas que jamais se poderia imaginar que fossem capazes de decair tanto.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


O aumento da corrupção no país: Brasil, que país é este?

Recentemente, a revista The Economist, talvez a mais importante publicação sobre a economia do mundo, mostrou, um retrato vergonhoso para o Brasil no que diz respeito ao aumento da corrupção no país, avaliação feita pela Transparência Internacional, que mede a corrupção em todos os países do mundo.

Autor: Ives Gandra da Silva Martins


O voto jovem nas eleições de 2024

O voto para menores de 18 anos é opcional no Brasil e um direito de todos os adolescentes com 17 ou 16 anos completos na data da eleição.

Autor: Wilson Pedroso


Um novo e desafiador ano

Janeiro passou. Agora, conseguimos ter uma ideia melhor do que 2024 reserva para o setor de telecomunicações, um dos pilares mais dinâmicos e relevante da economia.

Autor: Rafael Siqueira


Desafios da proteção de dados e a fraude na saúde

Segundo o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) R$ 34 bilhões dos gastos das operadoras médico-hospitalares com contas e exames, em 2022, foram consumidos indevidamente por fraudes, como, por exemplo, reembolso sem desembolso, além de desperdícios com procedimentos desnecessários no país.

Autor: Claudia Machado


Os avanços tecnológicos e as perspectivas para profissionais da área tributária

Não é de hoje que a transformação digital vem impactando diversas profissões.

Autor: Fernando Silvestre