Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Afinal, como deve ser uma alimentação saudável?

Afinal, como deve ser uma alimentação saudável?

31/08/2013 Fabio Cardoso de Carvalho

Os especialistas concordam que uma alimentação equilibrada e a prática regular de exercícios físicos são essenciais para uma vida mais saudável.

Os bons hábitos podem auxiliar na redução do risco de doenças crônicas, incluindo as cardiovasculares e a obesidade. Entretanto, o excesso de informações sobre as últimas descobertas na área da nutrição pode, muitas vezes, deixar a população confusa e com dúvidas sobre o que ela deve ou não deve comer.

Pensando nisso, o Ministério da Saúde elaborou o Guia Alimentar para a População Brasileira, que tem como objetivo orientar as pessoas em direção a uma alimentação mais equilibrada. De acordo com o guia, existem alguns princípios básicos que devem ser lembrados, com destaque para variedade (consumir itens de todos os grupos alimentares, como frutas, verduras, legumes, cereais integrais, carnes e ovos, lácteos e feijões) e moderação (respeitar a quantidade de porções recomendadas para cada grupo alimentar).

Seguindo esses princípios é possível planejar refeições mais saudáveis, que ofereçam todos os nutrientes em quantidades adequadas a cada pessoa. Esses nutrientes são as proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas, minerais, além de fibras e outras substâncias bioativas. Todos eles devem fazer parte do dia a dia. A partir de estudos científicos foi possível sugerir que o total de calorias ingeridas ao longo do dia fosse dividido da seguinte forma: 55% a 75% de carboidratos; 15% a 30% de gorduras e 10% a 15% de proteínas.

Assim, é possível perceber a importância que os carboidratos e as gorduras exercem na manutenção da saúde. Mas, é preciso fazer as escolhas certas. No caso dos carboidratos, o melhor é optar por frutas, verduras, legumes e pela versão integral dos alimentos feitos à base de cereais, como pão, macarrão e biscoitos salgados. Com relação às gorduras, apesar de já terem sido tratadas como vilãs, elas exercem papel fundamental na manutenção de uma vida saudável.

As gorduras estão envolvidas, por exemplo, na formação das membranas celulares, na produção de hormônios, de vitamina D e de sucos digestivos. A classificação das gorduras é feita de acordo com a sua composição química e se divide em saturadas, monoinsaturadas, poli-insaturadas e trans. O Ministério da Saúde recomenda que a população evite consumir alimentos que incluam gordura trans (ou gordura hidrogenada) na lista de ingredientes. As gorduras trans relacionam-se fortemente com o aumento do risco cardiovascular.

Isso ocorre, especialmente, em razão de aumentarem a concentração de colesterol total e de LDL-c (colesterol ruim), assim como, por reduzirem a concentração HDL-c (colesterol bom). Por esse motivo, as indústrias estão substituindo a gordura trans dos alimentos por outros tipos de gordura, como a de palma. A gordura de palma é uma combinação de componentes saturados, monoinsaturados e poli-insaturados, além de ser livre de gorduras trans. Ela possui também um teor elevado de vitamina E, reconhecida como um antioxidante natural, que pode promover benefícios para a saúde.

*Fabio Cardoso de Carvalho é cardiologista intervencionista do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (UNESP).



As histórias que o padre conta

“Até a metade vai parecer que irá dar errado, mas depois dá certo!”

Autor: Dimas Künsch


Vulnerabilidades masculinas: o tema proibido

É desafiador para mim escrever sobre este tema, já que sou um gênero feminino ainda que com certa energia masculina dentro de mim, aliás como todos os seres, que tem ambas as energias dentro de si, feminina e masculina.

Autor: Viviane Gago


Entre o barril de petróleo e o de pólvora

O mundo começou a semana preocupado com o Oriente Médio.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Nome comum pode ser bom, mas às vezes complica!

O nosso nome, primeira terceirização que fazemos na vida, é uma escolha que pode trazer as consequências mais diversas.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


A Cilada do Narcisista

Nelson Rodrigues descrevia em suas crônicas as pessoas enamoradas de si mesmas com o termo: “Ele está em furioso enamoramento de si mesmo”.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Brasil, amado pelo povo e dividido pelos governantes

As autoridades vivem bem protegidas, enquanto o restante da população sofre os efeitos da insegurança urbana.

Autor: Samuel Hanan


Custos da saúde aumentam e não existe uma perspectiva que possa diminuir

Recente levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que os brasileiros estão gastando menos com serviços de saúde privada, como consultas e planos de saúde, mas desembolsando mais com medicamentos.

Autor: Mara Machado


O Renascimento

Hoje completa 2 anos que venci uma cirurgia complexa e perigosa que me devolveu a vida quase plena. Este depoimento são lembranças que gostaria que ficasse registrado em agradecimento a Deus, a minha família e a vários amigos que ficaram ao meu lado.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Argentina e Venezuela são alertas para países que ainda são ricos hoje

No meu novo livro How Nations Escape Poverty, mostro como as nações escapam da pobreza, mas também tenho alguns comentários sobre como países que antes eram muito ricos se tornaram pobres.

Autor: Rainer Zitelmann


Marcas de um passado ainda presente

Há quem diga que a infância é esquecida, que nada daquele nosso passado importa. Será mesmo?

Autor: Paula Toyneti Benalia


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes


De quem é a América?

Meu filho tinha oito anos de idade quando veio me perguntar: “papai, por que os americanos dizem que só eles vivem na América?”.

Autor: Leonardo de Moraes