Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Água de reuso é a melhor alternativa para as cidades

Água de reuso é a melhor alternativa para as cidades

25/09/2013 Dirceu D´Alkmin Telles

Os usuários da Grande São Paulo estão utilizando água “roubada”.

A região possui menos de 10% de suas necessidades hídricas, de acordo com as recomendações da Organização das Nações unidas (ONU).

Para esse consumo, uma transposição traz da bacia hidrográfica do Rio Piracicaba, no interior do Estado, 33 mil litros de água por segundo. Além da dificuldade para deslocar a água de uma região para outra, um número causa preocupação: 40% da água processada não é faturada, segundo um estudo recente do Instituto Trata Brasil.

Uma solução prática e barata para melhorar esse cenário é a água de reuso. Por não passar por tratamento, ela pode ser utilizada para uso não potável em residências, indústrias e outros serviços de saneamento em São Paulo, no Brasil e no mundo. Aproximadamente 90% das atividades realizadas atualmente poderiam utilizar este método.

O reuso de água deve ser parte de uma atividade mais abrangente que é o uso racional, que compreende também o controle de perdas e desperdícios e a minimização da produção de efluentes e do consumo de água potável. Embora tenha aparência semelhante, a água de reuso não é potável, portanto, não pode ser bebida nem utilizada em preparo de alimentos. Seu uso também é impróprio para irrigação de hortas e em piscinas. O reuso de água não é um conceito novo e vem sendo praticado em todo o mundo há muitos anos, mas com a demanda crescente por água este se tornou um tema atual e de grande importância.

Em março deste ano, o FIESP e o CIESP, entidades organizadoras das atividades Industriais do Estado de São Paulo, realizaram o Seminário Internacional sobre Reuso de Água e o 8º Prêmio de Conservação e Reuso da Água, que contou com a presença de autoridades e especialistas nacionais e internacionais. Apesar de não ser própria para consumo humano, a água de reuso pode ser usada, entre outras atividades, na indústria, na lavagem de áreas públicas e nas descargas sanitárias de condomínios.

Além disso, as novas construções – casas, prédios, complexos industriais – poderiam incorporar sistemas de aproveitamento da água da chuva. Um ótimo exemplo da prática do reuso está na inauguração do maior projeto de água de reuso para fins industriais do Brasil, em novembro de 2012. O sistema denominado Agropolo tem capacidade para produzir até 1.000 litros por segundo de água, abastece o Pólo Petroquímico de Capuava, no município de Mauá - SP. Esse volume é equivalente ao consumo de água potável de 300 mil moradores.

A matéria-prima desta planta é o efluente de estação de tratamento de esgoto. Vale ressaltar que todo processo de produção da água de reuso segue o sistema de gestão ISO 9001:2008, obedecendo a rigorosos parâmetros de qualidade.

* Dirceu D´Alkmin Telles é doutor em Engenharia Hidráulica pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP).



Senado e STF colidem sobre descriminalizar a maconha

O Senado aprovou, em dois turnos, a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) das Drogas, que classifica como crime a compra, guarda ou porte de entorpecentes.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


As histórias que o padre conta

“Até a metade vai parecer que irá dar errado, mas depois dá certo!”

Autor: Dimas Künsch


Vulnerabilidades masculinas: o tema proibido

É desafiador para mim escrever sobre este tema, já que sou um gênero feminino ainda que com certa energia masculina dentro de mim, aliás como todos os seres, que tem ambas as energias dentro de si, feminina e masculina.

Autor: Viviane Gago


Entre o barril de petróleo e o de pólvora

O mundo começou a semana preocupado com o Oriente Médio.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Nome comum pode ser bom, mas às vezes complica!

O nosso nome, primeira terceirização que fazemos na vida, é uma escolha que pode trazer as consequências mais diversas.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


A Cilada do Narcisista

Nelson Rodrigues descrevia em suas crônicas as pessoas enamoradas de si mesmas com o termo: “Ele está em furioso enamoramento de si mesmo”.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Brasil, amado pelo povo e dividido pelos governantes

As autoridades vivem bem protegidas, enquanto o restante da população sofre os efeitos da insegurança urbana.

Autor: Samuel Hanan


Custos da saúde aumentam e não existe uma perspectiva que possa diminuir

Recente levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que os brasileiros estão gastando menos com serviços de saúde privada, como consultas e planos de saúde, mas desembolsando mais com medicamentos.

Autor: Mara Machado


O Renascimento

Hoje completa 2 anos que venci uma cirurgia complexa e perigosa que me devolveu a vida quase plena. Este depoimento são lembranças que gostaria que ficasse registrado em agradecimento a Deus, a minha família e a vários amigos que ficaram ao meu lado.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Argentina e Venezuela são alertas para países que ainda são ricos hoje

No meu novo livro How Nations Escape Poverty, mostro como as nações escapam da pobreza, mas também tenho alguns comentários sobre como países que antes eram muito ricos se tornaram pobres.

Autor: Rainer Zitelmann


Marcas de um passado ainda presente

Há quem diga que a infância é esquecida, que nada daquele nosso passado importa. Será mesmo?

Autor: Paula Toyneti Benalia


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes