Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Algoritmos – Como eles te controlam

Algoritmos – Como eles te controlam

31/01/2019 Leonardo Torres

Você sabe o que é um algoritmo e como ele influencia sua vida?

Trata-se de uma série de passos, regras ou procedimentos pautados pela lógica, que tentam solucionar um problema. Por exemplo: você precisa estar pronto para o trabalho às 8h da manhã. Logicamente, você irá acordar às 6h30, se alimentar, tomar banho, escovar os dentes e se arrumar até, precisamente, estar pontualmente pronto para o trabalho.

Se todos esses passos deram certo, é porque você conseguiu resolver o problema; então, o algoritmo funcionou. Pena – ou não – que nós, seres humanos, sempre nos atrasamos em acordar na madrugada. Porém, o computador não.

Nesse caso, o computador trocaria a sequência do que fazer até estar pronto para o trabalho, como acordar, escovar os dentes, tomar banho, se alimentar e se arrumar. Ou até sequências conflitantes, como se arrumar e depois ir para o banho. Os algoritmos testam e comprovam os caminhos possíveis, para tentar entregar a melhor forma para você estar pronto às 8h da manhã.

Onde estão os algoritmos? Eles estão na sua mão, nesse momento, em celulares, tablets e computadores. Esses são os hardwares; já os algoritmos estão dentro deles, nos softwares: na lógica do computador. Atualmente, eles já definem o conteúdo que você recebe nas redes sociais.

Além disso, mostram qual seria o melhor conteúdo em um site específico para você, como uma sugestão de produtos ou filmes. Eles também estão no mercado financeiro, definindo qual melhor investimento. Na área jurídica, auxiliando o trabalho de advogados em suas defesas, processos e contratos. Até na Medicina os algoritmos têm auxiliado nos diagnósticos e prognósticos.

Futuramente, ainda haverá grandes mudanças segundo a Ciência Quântica e da Computação, da Universidade Britânica de Heriot-Watt. A universidade está trabalhando na criação de computadores quânticos, máquinas que teriam uma capacidade enorme de processamento; portanto, uso de algoritmos que aprendem sozinhos, ou melhor, a inteligência artificial.

No fim, quem já decide é o computador, o celular ou tablet. Não é à toa que Malena Contrera nos alerta para o termo “usuários” de aparelhos. Estamos dependentes. Vivemos com aparelhos que contam nossas atividades físicas e biológicas, e que mandam até a gente beber água em determinada hora.

Já faz tempo que não pensamos e tiramos conclusões por nós mesmos, afinal, todo o conteúdo de notícias (seja fake news ou não) e das redes sociais, quando entregue para nós, já foi decidido pelos algoritmos. A cada dia estamos mais infantis e narcisistas por isso, afinal, não há diferença entre o que o algoritmo nos dá e o espelho d’água de Narciso.

O grande problema nisso tudo é que, apesar do algoritmo ser logicamente correto, nós seres humanos não somos inteiramente lógicos; somos falhos e, no fim, não queremos ficar prontos para o trabalho às 8h; nós queremos mesmo é nos atrasar ou nem ir.

* Leonardo Torres é palestrante, professor e doutorando em Comunicação e Cultura Midiática.

Fonte: R&F Comunicação Corporativa 



O Renascimento

Hoje completa 2 anos que venci uma cirurgia complexa e perigosa que me devolveu a vida quase plena. Este depoimento são lembranças que gostaria que ficasse registrado em agradecimento a Deus, a minha família e a vários amigos que ficaram ao meu lado.

Autor: Eduardo Carvalhaes Nobre


Argentina e Venezuela são alertas para países que ainda são ricos hoje

No meu novo livro How Nations Escape Poverty, mostro como as nações escapam da pobreza, mas também tenho alguns comentários sobre como países que antes eram muito ricos se tornaram pobres.

Autor: Rainer Zitelmann


Como a integração entre indústria e universidade pode trazer benefícios

A parceria entre instituições de ensino e a indústria na área de pesquisa científica é uma prática consolidada no mercado que já rendeu diversas inovações em áreas como TI e farmacêutica.

Autor: Thiago Turcato


Marcas de um passado ainda presente

Há quem diga que a infância é esquecida, que nada daquele nosso passado importa. Será mesmo?

Autor: Paula Toyneti Benalia


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes


De quem é a América?

Meu filho tinha oito anos de idade quando veio me perguntar: “papai, por que os americanos dizem que só eles vivem na América?”.

Autor: Leonardo de Moraes


Como lidar com a dura realidade

Se olharmos para os acontecimentos apresentados nos telejornais veremos imagens de ações terríveis praticadas por pessoas que jamais se poderia imaginar que fossem capazes de decair tanto.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


O aumento da corrupção no país: Brasil, que país é este?

Recentemente, a revista The Economist, talvez a mais importante publicação sobre a economia do mundo, mostrou, um retrato vergonhoso para o Brasil no que diz respeito ao aumento da corrupção no país, avaliação feita pela Transparência Internacional, que mede a corrupção em todos os países do mundo.

Autor: Ives Gandra da Silva Martins


O voto jovem nas eleições de 2024

O voto para menores de 18 anos é opcional no Brasil e um direito de todos os adolescentes com 17 ou 16 anos completos na data da eleição.

Autor: Wilson Pedroso


Um novo e desafiador ano

Janeiro passou. Agora, conseguimos ter uma ideia melhor do que 2024 reserva para o setor de telecomunicações, um dos pilares mais dinâmicos e relevante da economia.

Autor: Rafael Siqueira


Desafios da proteção de dados e a fraude na saúde

Segundo o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) R$ 34 bilhões dos gastos das operadoras médico-hospitalares com contas e exames, em 2022, foram consumidos indevidamente por fraudes, como, por exemplo, reembolso sem desembolso, além de desperdícios com procedimentos desnecessários no país.

Autor: Claudia Machado


Os avanços tecnológicos e as perspectivas para profissionais da área tributária

Não é de hoje que a transformação digital vem impactando diversas profissões.

Autor: Fernando Silvestre